terça-feira, 22 de abril de 2008

Jogos Indígenas da Bahia. Pataxó ganham maioria das modalidades


Mesmo em meio a indefinições e confusões, mesmo com o Núcleo de Apoio em questão, os Pataxó de Coroa Vermelha sabem como se divertir e como se apresentar ao público de Porto Seguro sua vida e o melhor de si. Estão sempre de bom humor, como bons bahianos que são.

Os Jogos Indígenas da Bahia ocorreram esses dias com muita comemoração. Representantes de todos os povos indígenas da Bahia estiveram disputando partidas de futebol, arco e flecha, cabo de guerra, canoagem, natação, etc.

Eis a notícia do jornal A Tarde, Salvador, com correspondentes em Porto Seguro.

____________________________________________________

JOGOS INDÍGENAS: PATAXÓS CONQUISTAM A MAIORIA DAS VITÓRIAS

Joa Souza | Agência A TARDE

PEDRO IVO RODRIGUES, SUCURSAL EUNÁPOLIS

Apesar de os resultados oficiais dos Jogos Indígenas da Aldeia Pataxó Coroa Vermelha não terem sido divulgados ainda, sabe-se que os donos da casa venceram o maior número de provas. Os jogos, contudo, não têm um caráter competitivo, mas de integração entre povos indígenas.

Nas modalidades de corrida rústica, corrida com tora, arco e flecha, arremesso de tacape, futebol, canoagem, natação, entre outras já realizadas, os pataxós obtiveram maior número de vitórias, seguidos pelos kiriris, pataxós hã-hã-hães e tupinambás.

Para Aratimbó Pataxó, 32 anos, primeiro colocado na modalidade arremesso de tacape, a emoção de ter se destacado nos Jogos Indígenas deste ano se soma à experiência adquirida com a tradição de sua tribo.

“Como já fui campeão brasileiro, sentia-me preparado para esta prova, mas o que mais me traz satisfação é representar o meu povo. Porém, espero que surjam outros campeões, porque tudo é passageiro e acho que ninguém deve se envaidecer por uma vitória, pois novos vencedores vão surgindo com o tempo.

O clima de união entre as nações indígenas é muito grande e isso acaba contagiando aquelas pessoas que não são índias”, afirmou.

Eduardo Kiriri, 34 anos, que fez parte da equipe vencedora das modalidades futebol e corrida com maracá, disse que os kiriris sonhavam em poder participar dos Jogos Indígenas e que se sentiram honrados por terem sido convidados para se apresentar nas competições na Coroa Vermelha.

2 comentários:

Anônimo disse...

gostei muito desses conteudos do blog, muito interessantes a toda populaçao.

CÉLIO DOS SANTOS disse...

Parabéns pela matéria,eu sou um defensor dos índios.

 
Share