quarta-feira, 5 de maio de 2010

No Dia do Índio, Xavante de Parabubure pedem socorro




37 comentários:

Anônimo disse...

Desespêro! Caramba! Só faltou Deus e Satanás como destinatários desta carta.

Anônimo disse...

Isso é carta de indios da aldeia Parabubure e Palmeiras - Xavante? Tenho minhas dúvidas se não foi por branco... E não conhece nada... Só tem as assinatura dos índios mais nada. Até o Bruno Xavante ressucitou e assinou o pedido de socorro....
ALELUIA....

Anônimo disse...

Quanto tempo pra exoneração de Márcio Meira?

Eu acho que cai sim, ainda esse mês. Embora tenha força política, tá queimadinho.

Anônimo disse...

O Sr. Marcio Meira e sua cúpula não sabem a gravidade que cometeram contra ás Comunidades indígenas de todo Brasil. Cada etnia indígena independente dela ser pequena ou grande ela tem sua história de sobrevivência, de luta,crença,costumes e cultura. Hoje esse decreto de autoria dos atuais gestores da Funai,veio para acabar com tudo isso.Eles não sabem o porquer? das criações das Administrações Regionais e Postos Indígenas, a sua importância para ás comunidades indígenas de cada regiões, simplesmente ignoraram tudo isso acharam melhor acabar, em vez de melhorar ainda mais,valorizando assim os trabalhos desenvolvidos pelos servidores das regionais e respectivamente os chefes de postos,isso sim seria um ponto positivo na reestruturação, mais a visão dos mentores é somente acabar e não tão nem aí.Vamos aguardar os acontecimentos o jogo ainda não terminou. Obrigado.

Pirakuman Yawalapiti disse...

Professor Mercio Gomes.

Informo que nós indígena, estamos muito triste e preocupado com governo, principalmente Reestruturação da FUNAI. Os postos indígenas da FUNAI foram inxtintos, presidente não recebe lideranças dentro da sede próprio. Marcio Meira contratou Força Nacional para impedir a entrada dos índios dentro do prédio da FUNAI.

Governo Lula, é campeão de distruidora da Natureza, não sabe o que é a natureza, Lula se acha o dono do nosso país, acha que está fazendo coisa boa para o nosso país. Sabemos que ele fez coisa boa para o povo, mas, não respeitou meio ambiente, não respeitou natureza e não tem considerações sobre os povos indígena Brasileiro. Quando ele se candidatou para presidência, povos indígena deu maior votos pra ele. Em troca disso, virou as costas para nós!

Agora, não quer saber dos indios, vai construir barragem contra vontade dos indios, e vai distruir os leitos do rio xingu! O rio xingu, foi feito para sobre vivência da população indígena, por isso o governo não deveria mexer nada com rio xingu! Lula acabou com alegria dos indios e agora estamnos prontos para defender o nosso rio. Mercio, estamos esperando sua visita aqui no xingu. Abraço.

Pirakuman Yawalapiti
Lideança do Xingu

Anônimo disse...

Lula e Marcio Meira, com todo seu bando, ficarão na história do indigenismo nacional, assim como General Custer ficou para a história dos índios americanos!!!!!

Anônimo disse...

Só Dr. Mercio de volta pra consertar a Funai!

Anônimo disse...

...Tudo que o meu povo (meu tio Megaron e Raoni) Kayapo estão dizendo, realmente o autal governo (LULA) não esta respeitando a gente, povos indígenas. O que o atual Governo esta fazendo com a gente é uma vergonha para o nosso País, por faltar com nos povos indígenas consideração e respeito. Estão tratando a gente como animal e objeto qualquer. Mas diz ao meu tio Megaron, que estamos aqui, juntamente com meu Povo Kisêdejê e cacique Kuyussi disposto a lutar juntos para o que dê e vier, defender os nossos direito e a nossa terrra, rios e tudo sobre a biodiversidade. Retransmita essa mensagem, que o cacique Kuyussi esta muito triste e ao mesmo tempo muito bravo com esse atual Governo e também com a Funai. A nossa ideia hj, de antes tantos problemas é tirar Presidente da Funai, ele não serve pra trabalhar na causa indígena, e sim, esta tentando nos distruir.
Para Finalizar, dizer pra todos nos, coragem e nunca aceitar o que irão e estão nos oferecendo. Dinheiro, a nossa cultura e sabedoria, não vale nada, e sim o que vale é vemos hj, peixes, rio, flora e a nossa cultura, isso que é a nossa riquesa, que nenhum dinheiro do mundo pode comprar.

Um grande abraços a todos.

Wulkai Suia

Anônimo disse...

From: matudjo@hotmail.com
To: wagnertrann@gmail.com
Subject:
Date: Thu, 6 May 2010 09:29:46 -0400

Bom dia
Caro Amigo Wagner Trann

Carta do Líder Megaron
Wagner
Faz
chegar esta mensagem para os indígenas que estão acampados na
Esplanados dos Ministérios em frente o Ministério da Justiça. Nós aqui
do movimento da paralisação da balsa da travessia do Rio Xingu queremos
saber se a COIAB está apoiando este movimento que estão realizando em
aí em Brasíla? Pois, nós mandamos uma mensagem para eles se posicionar,
se eles nos apoiam os nossos movimento ou não. Se eles não se
posicionar, é porque eles estão junto com o Governo a favor de Belo
Monte e da Reestruturação da Fundação Nacional do Indio- Funai. Pois,
nós aqui não estamos sabendo qual o lado que eles estão. Isso é muito
ruim para os nossos movimento. Mostra que nós indígenas não somos
unidos. Pois assuntos de hoje é Belo Monte e Reestruturação da Funai. E
o Governo não quer conversar com nós indígenas sobre estes assuntos que
é de nosso interesse para nós indígenas, o Governo tinha que entender e
respeitar nós, mais parace que ele fecha os olho e ouvidos para não nos
ouvir
nós líderes do movimento da paralisação da balsa da travessia
do Rio Xingu, queremos ressaltar que o nosso povo indígena vem
crescendo pois, as nossas terras daqui há cinco anos vai ser pequena.
Aonde o Governo vai colocar nós?.

Megaron Txukarramãe
Líder Indígena

Anônimo disse...

Recife cansou, lutar sozinho foi dramático, agora só resta esperar a vitória do José Serra.
Aos Deputados do PT e a Dilma, adeus.

Anônimo disse...

Estou muito envergonhado por causa do Marcio Meira.Agora contratou força Nacional para não deixar os indios entrarem na FUNAI. Eu nunca ví igual, todos presidentes que passaram pela FUNAI, nunca fez isso. Marcio Meira e sua equipe, estão trabalhando fazendo os indios contra o indio. Teve conflitos com próprio parentes; xavante e kayapó. Se não fosse eu naque momento, com certeza acontecia morte na porta da sede da FUNAI em Brasilia! Cacique Daví Kayapó, comentou que isso foi a pedido do presidente da FUNAI.

... por favor, em nome dos povos indígena, peço para vc falar com deputados afastar imediatamente o Marcio Meira e sua equipe! FUNAI precisa trabalhar e defender os direito dos povos indígenas. Marcio pensa que os indios é bandidos e ladrões. Policiamento Força Nacional na porta da FUNAI~não estamos feliz com isso. Abraço.

Pirakuman

Anônimo disse...

Prof. Mercio, não concordo com o colega ao dizer que Recife cansou de lutar. Agora com a implantação da coordenadoria técnica imposta pelo sr. todo poderoso Marcio Meira, é que devemos continuar pois a nossa vitoria será mais saborosa contra eles , as derrotas estão somando-se com as saidas do Helio Costa, Ciro Gomes, Marina Silva e outros que somação para que a Dilma que não tem postura politica possa perder as eleições assim como o Governador de Pernambuco que já se sentia eleito. então vamos esperar que o Lula receba o gosto amargo da derrota politica nas urnas.Pernambuco esta firme e a luta continuara com mais força, a união dos indios e servidores não foram em vãos.

Anônimo disse...

Recife lutou sim, mas não lutou sozinho! Existem muitas pessoas em todo Brasil, seriamente envolvidas nessa luta contra a tirania instalada na FUNAI!!!

Patxon Metuktire disse...

E a governadora do estado do Pará tem respondido ao protesto do Diretor do filme Avatar, dizendo que o projeto de desenvolvimento social daquela região não é uma ficção como no filme. Eu pensei, O filme mostra pelo menos a realidade de como muitos parentes nossos foram tratados e que ainda estamos sendo mal tratados, ou seja, esses problemas ainda existem na vida real. Nesse sentido o filme não é apenas uma ficção.

EU NÃO SOU ADVGADO, MAS FAÇO QUESTÃO DE INCLUIR NESTE TEXTO PARA QUE VOCES PARENTES LEIAM E REFLITAM SOBRE A REALIDADE NOSSA PERANTE O ESTADO BRASILEIRO EM PLENO SÉCULO 21.

Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado democrático de direito e tem como fundamentos:
I - a soberania;
II - a cidadania;
III - a dignidade da pessoa humana;
Art. 3º Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil:
I - construir uma sociedade livre, justa e solidária;
IV - promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação.
Art. 4º A República Federativa do Brasil rege-se nas suas relações internacionais pelos seguintes princípios:
II - prevalência dos direitos humanos;
III - autodeterminação dos povos;
IV - não-intervenção;
VI - defesa da paz;
VII - solução pacífica dos conflitos;
VIII - repúdio ao terrorismo e ao racismo; (o terrorismo e racismo existe no Brasil contra os povos indígenas)
IX - cooperação entre os povos para o progresso da humanidade;
Título II - Dos Direitos e Garantias Fundamentais
Capítulo I - Dos Direitos e Deveres Individuais e
Coletivos

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
III - ninguém será submetido a tortura nem a tratamento desumano
ou degradante;

E ai será que isso é cumprido pela sociedade dita CIVILIZADA E O SEU GOVERNO?

Somo maltratados pela sociedade do branco e pelo governo dele, por que somo vistos e considerados como empecilhos dos seus diversos projetos de desenvolvimento, mas isso tudo é uma mentira, pois não somos responsáveis pela administração do Brasil, pelos Estados e Municípios. E não fomos nós que implantamos o tal sistema capitalista. O próprio branco adotou esse sistema como, medida para o seu desenvolvimento social e econômico, mas que teve como resultado a desigualdade social, por isso existe a pobreza, a violência, o racismo, e principalmente contra nos indígenas.

Nós indígenas somente queremos viver em paz, dentro das nossas terras que foram demarcados e que muitos outros precisam serem demarcados ainda.

Não somos como o homem branco que quer terra somente pra si, como existem muitos fazendeiros. Somente um fazendeiro tem muita terra, somente um agricultor tem muita terra, enquanto isso a pobreza, a violência a desigualdade social continuam sendo a realidade dos brasileiros.

E ai somo responsáveis pelo atraso do desenvolvimento social e econômico do Brasil? Será que somos nós que administramos o Brasil e assim somos nós que roubamos o dinheiro publico em vez de investir em Educação, Saúde e outros projetos sociais?

Será que ainda assistiremos junto com o mundo, mais etnocídio, genocídio, chacino massacres com nós povos indigenas, como aconteceu no passado com muitos parentes nossos que desapareceram?

Lula não cumpriu a sua palavra, quando ele disse SE ATÉ O FINAL DO MEU MANDATO TODO BRASILEIRO TIVER TRES REFEIÇÕES AO DIA EU TEREI CUMPRIDO A MINHA MISSAO, somos culpados por não descumprimento desse objetivo? Ainda existe fome, pobreza a desigualdade social no BRASIL.

Ainda há muito que se fazer para melhorar a vida de todos os brasileiros (nao so os ricos mas também os pobres) em todos os aspectos sem acabarem com nós Povos Mebengokré no Brasil.

Patxon Metuktire
Indígena Kaiapó Mebengokré

Patxon Metuktire disse...

Ponto de Vista
Colider, MT
Patxon Metuktire

Estou acompanhando pelos meios de comunicação, internet, emails, telejornais, muitos problemas que estão acontecendo com nós povos indígenas no Brasil inteiro, como nossos parentes UMUTINA foram atacados na sua aldeia pela policia federal, força nacional, li também que um parente cujo assassino que o - matou não foi punido e o delegado responsável pelo caso nem se quer quis ouvir- e tomar providencia que deveria ter tomado- o irmão do parente que foi morto.

Assisti também pela TV a entrevista do presidente da FUNAI sobre manifestação dos nossos parentes KAIGANG E GUARANI o decreto de reestruturação da tal FUNDAÇÃO NACIONAL DO INDIO. Na manifestação os nossos parentes entraram em conflito com os brancos que queriam passar como no dia a dia, no conflito um parente atirou uma pedra em direção ao carro e feriu uma mulher não indígena, mas não foi só isso, um parente também foi atingido por uma bala em sua perna. Esse relato todo eu assistir no jornal, e na entrevista o presidente da FUNAI Marcio Meira, afirmou que o indígena seria punido, e nem falou sobre a punição do branco que atirou em um parente nosso e disse também que não se pode resolver problemas administrativos com violência e manifestação Vejam como é a atual FUNAI. Nós indígenas nos manifestamos porque o governo e nem muito menos a FUNAI não quer ouvir nós, não quer receber nós para conversarmos, dialogarmos. Até mesmo agora tem policiais da força nacional em frente a Sede da FUNAI em Brasília, impedindo a entrada dos nossos lideres.

Será que estão realmente trabalhando para o desenvolvimento segurança e uma vida digna dos povos indígenas do Brasil ? creio que sim, mas são poucos pois existem muitos que estão na FUNAI somente por interesse financeiro. Até quando estarão elaborando e aprovando leis para os povos indígenas sem a consulta dos mesmos, que somos nós? Exatamente por isso eu critiquei o Instituto Socioambiental por fato de um coordenador-fundador apoiar a reestruturação. Concordo com as palavras do coordenador-fundador do Instituto Socioambiental, mas é somente teoria. Eu não pensei somente em minha gente, mas pensei nos Povos Indígenas do Brasil.

Recentemente a camara dos deputados aprovou o decreto que autoriza a livre circulação dos policias da força nacional e policia federal nas nossas terras. Será que é pra continuarem a nos tratarem mal como aconteceu na aldeia umutina? Será que farão com nós o que aconteceu na raposa serra do sol? A senadora Serys - PT, afirmou que a presença desses policiais será para a nossa segurança. Isso é mentira. Pois os decretos e muitos decretos foram aprovados e de fato elas existem, mas são somente a teorias e teorias. E como já disse na pratica muitos desses decretos são problemas para os povos indígenas do BRASIL.

Garantiram a nossa presença nas audiências publicas sobre o Zoneamento Sócio Econômico e Ecológico do Mato Grosso e elaboramos as nossas propostas, mas nem se quer foram incluídos pelos deputados que aprovaram o tal projeto.

Agora o projeto Belo Monte também será feito de qualquer jeito, como afirmou o presidente da República Federativa do Brasil-Luíz Inacio Lula da Silva em sua entrevista coletiva aos jornalistas. Existem outros parentes nossos morando naquela região onde o governo quer construir a usina hidrelétrica, são os JURUNAS os índios ARARAS e outros que não me recordo o nome. E ai pessoal, vejam que nem o Presidente da Republica quer saber da causa indígena. A lei não esta sendo cumprida pelos brancos, NEM ELES RESPEITAM AS LEIS DELES MUITO MENOS RESPEITARAO AQUELAS QUE FORAM APROVADOS POR ELES MESMOS PARA GARANTIR A NOSSA PROTEÇÃO.

Anônimo disse...

Prof. Mercio, já que Recife, será coordenadoria técnica imposta pelo todo poderoso presidente da funai, os índios de Pernambuco poderá recepcigonar o coordenador regional que virá esta semana para dar posse ao coordenador técnico do Recife e dizer o que o presidente tem para eles indigenas,. Sejam bem vindos senhores coordenadores os indios de pernambuco querem ouvi-los do estrago que foi feito nas areas indigenas e o que sobrou para os indios de pernambuco.

Anônimo disse...

Coordenação Técnica de Recife, sem índio e sem atribuições.
Porque?
Qual o interesse?
Quem é a Coordenadora?
Será?

Anônimo disse...

SENHORES PARENTES INDÍGENA BRASILEIRO

Informo a todos que nós lideranças indígenas do xingu, estamos preocupados com Fundação Nacional do Indio-FUNAI. Pois estamos sentindo que ninguem está se agindo para a busca de reorganização da sede da FUNAI. Não podemos continuar trabalhando com atual presidente! Esse homem está nos prejudicando, se a gente não fizer nada para afastar ele, e vai acabar prejudicando mais ainda! Temos que salvar a nossa casa de Brasilia e buscar novo presidente para levantar a casa.

Precisamos preparar documentos de nomeção para presidência da FUNAI, agora chegou a hora da nossa decisão para indicação de índio na presidência! Essa proposta deve-se apresentar no encontro do evento que está previsto em cuiabá nos dias; 27 a 30 de maio de 2010. Comissão Fepoimt pode trazer lideranças indigenas para discutir e encaminhar para ministério da justiça. Só vamos ganhar a luta, quando todos estiverem juntos e unidos! Assim podemos juntar a nossa força. Pensem, e decidam-se!!!

Abraço.

Comunidades do Alto Xingu- líderança Pirakuman

Waldira disse...

Caro anônimo você pergunta Coordenação Técnica Local em Recife? Sem índios, sem atribuições? porque? Qual o interesse? e assim por diante, gostaria de dizer como servidora dessa unidade que também gostaria de saber, até agora não conseguir ver sentido nisso tudo. Cada vez que estudo a reestruturação fico perdida. Acho que os idealizadores desse Decreto deram um nó tão cego que ninguém acredito antes de 10 anos conseguirá por em ordem a confusão gerada. Gostaria muito e com toda a sinceridade de acreditar nisso tudo, porém é difícil acreditar em algo que começou de cabeça pra baixo e sem o menor planejamento. Sei que alguns coordenadores até estão tentando fazer com que venha a ter resultados positivos, porém eles mesmos estão perdendo e acima de tudo receberam maiores encargos sem a menor estrutura para tantas responsabilidades. Não sei poderei classificá-los de heróis ou lopucos. De alguma forma, estão tentando dá sentido aquilo que não tem o menor sentido. Eu sou uma que não acredito no sucesso desse Decreto, embora gostaria muito de me ver engana, para os bem dos indígenas brasileiro. A Coordenadora de Recife, Chama-se Ana Beatriz, não vejo pra que segredo de algo que vai ser publicado. Se tudo isso vai dar certo, só o tempo dirá. Vamos esperar. Sinceramente gostaria muito que tudo isso desse certo, porém não estou convencida. Abraços

Waldira

Souza disse...

Vandira, como assim Recife sem os indios? Vc nunca percebeu que os indios não estão na capital e sim lá longe nas aldeias? Bem se ve que na Funai Recife dos 138 funcionarios muito poucos sabiam de indios, inclusive onde eles estavam....
Vamos trabalhar mais perto deles pois é para isso que somos pagos..

Souza disse...

Vandira, como assim Recife sem os indios? Vc nunca percebeu que os indios não estão na capital e sim lá longe nas aldeias? Bem se ve que na Funai Recife dos 138 funcionarios muito poucos sabiam de indios, inclusive onde eles estavam....
Vamos trabalhar mais perto deles pois é para isso que somos pagos..

Waldira disse...

Caro Souza, eu não afirmei no comentário que os indígenas se encontram na capital, porém é na capital que se encontram todo o mecanismo para as grandes parcerias em prol dos índios. Você está questionando uma servidora que mais entende e conhece a realidade dos indígenas de Pernambuco, pergunte a qualquer índio daqui se eles me conhece, inclusive em órgãos públicos. Porém não posso acreditar em algo que começou errado, acumulando coordenações regionais com responsabilidades sem que estas estivessem preparadas, ou mesmo as localidades/municípios ou capital comportarem o acréscimos populacional. O seu comentário me fez ver que você que não conhece de índios, pois todos sabem que nenhuma das recém criadas coordenações locais ou regionais existem índios, até mesmo uma criança em sua sala de aulas sabem que os índios vivem em aldeias que também dista dos municípios. Isso é tão obvio que nem vale a pena responder. Se quiser ti passo os municípios, as etnias, nº de famílias e população de cada uma delas, inclusive as peculiaridades de cada região. E você está tão equivocada, que não é em Recife que existem 138 servidores e sim em todo o Estado de Pernambuco, assim dizendo estou afirmando que esse número comporta os servidores lotados nos antigos postos hoje chamados de coordenações locais. Tão pouco estou tirando o mérito de niguém, apenas é um direito meu responder e dizer a minha opinição, se voce é técnica deveria saber que muitas vezes o planejado não surte resultado positiv, imagine sem planejamento algum? Se tiver alguma dúvida ligue para algumas coordenações e veja se falo ou não uma realidade, isso é fato. E não história da carochinha. Gostaria muito que assim não o fosse. E acrescentando, reafirmo, torço pra que dê certo em prol dos índios e não em meu benefício, como servidora, não tive o menor prejuízo. O único prejudicado o o nosso público alvo - OS INDÍGENAS. acreditar ou não em algo é um direito de cada um, a opinião é individualizada e ninguém com toda certeza pode tirar tudo, menos minhas convicções, idéias e ideais. Sou maior, vacinada, independente e com anos de trabalhos, portanto não tem medo de trabalhar em qualquer lugar, não me limitei apenas ao cotidiano, sempre me atualizei, portanto não sou limitada. Pergunto? Brasília tem índio? Fortaleza, Maceió, Campo Grande, Maranhão, Cuiabá? E assim por diante, não será necessário um mapa do Brasil. Até

Benedito Virgulino disse...

Esse tal de Souza é muito ignorante, poderia participar de aulas de geografia humana e matemática e, para melhorar ao menos um pouco, de História do Brasil colonial e Republicana.

Souza disse...

Benedito Virgulino.... Ignorante? Ignorante são aqueles que estudam, estudam e reestudam a reestruturaçao e não entendem nada. Continuam na ignorancia...
Até...

Waldira disse...

Prezado Souza,

Voce leu a portaria dos territórios publicada no dia 06.05, o qual divide uma mesma coordenação local e as coloca subordinadas em duas regionais de Maceió e Paulo Afonso? É isso que voce entende de divisão territorial e reestruturação? Se isso é reestruturar amigo, continuo não entendo e prefiram não estudar o Decreto, deixo isso pra voces inteligentes. Pode ficar com tudo isso. Pra essas baboseiras não se merece respostas. Até

Anônimo disse...

Prezada Waldiria,

Eles são tão incompetentes que confundem-se territorialmente, não explicam a distância mantida entre a ordenação de despesa e as áreas de atuação. Eles querem viajar apenas para levar papel e colher assinaturas, assim é demais.
São tão atrasados que tratam a Terra Parque Indígena do Xingu como se ainda fosse Parque. E infelizmente o papel aceita tudo.
Um dia quiçá acatará o pedido geral de exoneração deles, nepotistas, usurpadores, defensores de interesses dúbios e passageiros de uma verdadeira agônia.

Anônimo disse...

Caro Souza,

Se vc é pago para trabalhar perto dos índios diga-nos aonde estais ou onde sempre esteve????
Recife tem história indigenista, republicana, além do mais cabe aos índios decidirem conforme consta na Convenção 169 da OIT da qual o Brasil é signatário e não ao sei rei, princípe ou desposta, autoritário Márcio Meira!!!!!!!rsssssssssss

Anônimo disse...

Senhor Souza,

Vá estudar um pouquinho de história, geografia e demonstrar a sua prática indigenista antes de se pronunciar, senão fica feio notar-se essas recomendações..

Anônimo disse...

Esse anonimo acima que afirma que o Bruno Xavante ressucitou e assina a carta daquele grupo étnico deveria ser investigado pelo DPF!

Anônimo disse...

Caro anônimo acima, veja a assinatura do Bruno Xavante na última página da Carta, ou vc não sabe ler? DPF investiga bandido e não quem vê assinatura falsa. Essa assinatura é que deve ser investigada, não? Quanto a Força Nacional é tb para proteger a Estela do ataque da mulher do seu "namorado Roberto" ou vc não viu nada? E ainda tem gente que acha que é ciúme ou inveja.. que besteira....

Anônimo disse...

Larga a vida pessoal da Estela, trate de afirmar as coisas com mais certeza, quantos Brunos existem e de que assinatura vc quer falar? Bandido é quem utiliza cargo público para realizar contratos irregulares, praticar nepotismo, autoritarismo e praticar irregularidades apontadas pelo TCU desde os tempos da FUNBEL-PA.A atual FUNAI é alvo de muitas denúncias que precisam ser apuradas pelo DPF e outras instâncias e não pela Força Nacional que deveria estar na fronteira Brasil/Paraguai.Recentemente o Comite Regional de Palmas que ainda está em Araguaiana-TO deslocou um motorista para conduzir um veículo num percurso de mais de 3.000 km ida e volta para entregar na aldeia Aruanã um tambor de 200 litros de combustível, fora o pagamento das diárias. Isso é que é legal, ou imoral?

Anônimo disse...

Se vc não faz amor, não conhece a história de Darcyr Ribeiro, morra de inveja da Estela e do Roberto, mas não venha defender irregularidades, nepotismo e desrespeito aos princípios da administração pública.
Atire a primeira pedra e verás!!!!
Cuidado com essa falsa moral......ou vc é eununco???

Anônimo disse...

Para o autor desse comentário acima: um alerta! Em briga de casal não se mete a colher, quando as águas pairarem, a mulher do Roberto, o Roberto ou a Estela poderam exigir as razões civil e penal de. sua intromissão!
Quem está pedido, questionando a gestão Márcio Meira são os grandes lideres indigenas, respeitados em tdas as esferas: Megaron, Raoni, Pirakumã,Aritana, Kuiussi, o povo Fulniô, o povo Pankararu, o povo Xukuru e outros o que queres mais. Falar do amor alheio? Quem sabe amar não sabe dar, fica mal com Deus.

Anônimo disse...

Estamos vendo vc se meter na vida alheia e deixando a vida pública de um gestor como se fosse uma coisa àtoa. Gestor público é para quem tem coragem de se expor com decência.
Vá amar.É preciso amar, sobretudo os índios....

Anônimo disse...

Caro anonimo,
Vc não fala mais do Bruno Xavante? Sabe o que aconteceu na oficina feita pelo presidente mecânico em Manaus-AM.Peça para a COIAB defendê-lo! ALELUIA!

Anônimo disse...

SOUZA, o bem casado!
Bem que vc poderia dar uma palestra para casais infiéis.Ou contar, já que gosta da vida alheia, como foi a sua noite amorosa diante dos comentários do Benedito Virgulino com referência ao fiasco que foi a oficina realizada em Manaus sobreo Decreto 7056/09, peo seu presidente aloprado, parente do Pinóquio e dos zoião, que nada vê a não ser o exercício do poder autoritário.
Fala Souza! Vc vai virar personagem de comédia tal qual Ofélia e seu marido.
Fala Souza, o bem casado!

Waldira disse...

Caros leitores,

Alguns comentários são tendenciosos visando o desvio de nossa atenção para o foco - A LUTA DOS INDÍGENAS - Se alguns acreditam no Decreto, ótimo porém respeitem os demais que não acreditam e não somos nós que estamos dizendo ou gritando erros. eles estão publicando em portarias, a exemplo as de subordinação territorial, aquilo é piada amigos. Não estou criticando e sim apresentando fatos. Tanta gente entendida no assunto e me faz uma daquela, é brincadeira. Nós servidores que queremos uma luta decente, aberta e democrática, vamos respeitar o grito dos índios e não de fofocas e de situações pessoais. Vamos nos preoculpar com os índios que estão passando privações, humilhações e legados de exercer os seus direitos e esperar que tudo isso não venha a incidir em algo muito mais sério, pois o cansaço e a falta de pespectivas leva a atitudes impensadas e agressões, mudando assim todo um trabalho de luta pacífica e de harmonia existentes entre as diversas etnias que encontram-se em Brasília. Não vamos nos dispersar dos objetivos.
waldira

 
Share