quarta-feira, 26 de maio de 2010

Movimento Indígena Revolucionário -- MIR -- toma a FUNAI pacificamente!

Hoje cedo à tarde, o Movimento Indígena Revolucionário -- MIR --  tomou pacificamente a FUNAI, após se apresentar em frente ao órgão (já sem os cabeças da atual direção), conversar com os guardas da Guarda Nacional, adentraram a sede do órgão, confraternizaram com os indigenistas que ficaram no prédio e estão iniciando a grande revolução indígena de refazer o órgão indigenista e criar uma nova política indígena, com total participação das grande lideranças indígenas brasileiras.

O MIR tomou a FUNAI na paz. Nem um tiro foi deflagrado, nem uma bordunada foi empunhada contra os adversários.

Estão presentes na sede cerca de 500 índios, entre sábios, pajés, guerreiros, mulheres e até crianças!

É, até crianças, porque quando os índios se metem a fazer alguma coisa carregam os filhos também!

O belo auditório da FUNAI está tomado com líderes que começam a discutir sobre o que fazer. Muitos já se apresentam para discursar, para dar sugestões, para iniciar o processo de gestão da FUNAI.

A batalha da tomada da FUNAI foi pacífica e relativamente fácil. Quer dizer, para tanto precisou da persistência incontornável, invencível dos líderes e da militância dos índios Pankararu, Kraô-Canela, Xukuru, Korubo, Guajajara, Gaviões, Terena, Xavante, Kayapó e muitos outros.

A batalha pela renovação da FUNAI é que vai ser árdua, difícil e por caminhos ásperos.

Mas os índios querem tomar as rédeas de suas vidas e de seus destinos.

Que se fortaleçam, que obtenham a força interna de suas culturas, que consigam apoios de todos os quadrantes políticos, que sejam reconhecidos pela Nação brasileira como os verdadeiros representantes dos povos indígenas. Que o Presidente Lula os reconheça e abra um diálogo com eles! O Presidente Lula não pode mais ignorá-los e fingir que a questão indígena não é com ele!

Não me parece que há mais retorno para o que estava acontecendo antes.

A FUNAI VAI MUDAR E QUE OS POVOS INDÍGENAS A COMANDEM DAQUI PARA FRENTE!

24 comentários:

Dona Sra. Urtigão disse...

HÁ ESPERANÇA !

Ass. Tania, simpatizante

Caetaneando disse...

# Caetanoventura

Vão precisar, e muito, do apoio de verdadeiros indigenistas. A luta será longa, mas gloriosa! 3 minutes ago via web



# CAETANO VENTURA Caetanoventura

Grande momento para o movimento indígena! Agora sim, terão que ser ouvidos! Agora sim, serão verdadeiramente respeitados.... Parabéns! 5 minutes ago via web

Dos Santos disse...

Qual indígena vai presidir a FUNAI?

Carlos Pankararu?
Gersem Baniwa?
Azelene Kaingang?
Marcos Terena?
Megarom?

Antes de pensar em nomes (índios ou "brancos"), melhor pensar na estrutura do órgão, na definição de suas reais atribuições...... nomear um índio só para fazer "etno populismo", com a FUNAI no caos em que se encontra, pode ser um tiro no pé e queimar o filme dos índios. Acho que nesse momento a FUNAI precisa de uma espécie de interventor, que coloque a casa em ordem, mude o decreto, construa um novo organograma. Nesse momento, as lideranças indígenas deveriam participar de uma espécie de Conselho Gestor, ajudando a definir as prioridades. Num segundo momento, aí sim um indígena (técnicamente capacitado) assumiria a presidência.

Caetaneando disse...

Concordo plenamente com o pensamento exposto pelo "Dos Santos".

Dai a necessidade a que verdadeiros indigenistas estejam do lado dos indígenas para orientá-los. Na multietnicidade existente no país, a escolha de um indío para a presidência, poderá criar um clima desfavorável para as mudanças necessárias.

Anônimo disse...

Intervenção é coisa de ditadura. O momento atual requer a cosolidação da aliança estabelecida entre os índios/indigenistas e o movimento sindical. Necessitamos urgente de uma reunião do conjunto dos servidores com o Conselho Nacional de Direitos Indígenas, cuja proposta de projeto de lei elaborada pelo conselheiros indígenas eleitos públicamente em Audiência pública realizada no Senado Federal está aberto a todos e a apresentação de emendas.
O citado projeto de lei foi apresentado às Comissões do Trabalho e Serviço Público na Câmara dos Deputados , bem como à Comissão de Direitos Humanos do Senado Federal, e deve tramitar em regime de urgência urgentíssima, segundo o líder do Partido dos Trabalhadores, Vacarenza.
O importante é frizar que o movimento revolucinário é legítimo, pacífico e compartilhado!
A construção deverá ser conjunta e o momento é de participação, contribuição e assessoramento.
Nomes não vêm ao caso nem é tão importante. É só especulação.
A disposição do movimento Indígena Revolucionário é de construção coletiva e participação integrada.
Esse é um momento ímpar para o indigenismo, para os índios e para o país, sobretudo para sanarmos os possíveis conflitos interinstitucionais e interétnicos decorrente do Decreto 7056/09 e da desastrosa gestão arbitrária e autoritária do Sr. Márcio Meira.
Avante companheiros, para um novo tempo. Para consrução da história,e consolidação da democrácia e afirmamento dos princípios republicanos responsáveis pelo engradecimento do Estado Nação, que já dizem: BRASIL UM PAÍS DE TODOS!
Viva a confraternização entre os povos.
Unívos povos de todo o mundo e todas as nacões.
Wagner Tramm

Anônimo disse...

Não esqueçam da luta pela anulação do concurso público da Funai. Tem que se fazer outro concurso urgente!

Anônimo disse...

Pessoal, um nome que também não deve ser esquecido, é o da grande guerreira Rosane Kaingang, que jamais abandonou a luta!! Ela merece o reconhecimento e respeito de todos!!!

Moacir Melo

Anônimo disse...

universarium disse...
Se o concurso não for cancelado a Funai irá perder ainda mais credibilidade perante a sociedadede.

A anulação do concurso é a saída menos agravante para os dirigentes da instituição Funai e da empresa realizadora do concurso- Cetro. Uma vez reconhecido os diversos erros gritantes, cabe agora, em tempo, ao Ministério Público Federal aceitar as denuncias e solicitações de anulação total do concurso para que as sociedades indígenas não sofram as consequencias de
serviços que prejudicariam ainda mais o cotidiano do povos indígenas do Brasil.


universarium@hotmail.com

Linda disse...

Caros amigos,

no dia 19.05, às 05:35, postei um comentário - acreditando - na ESPERANÇA!!!

Hoje, às 18:15, abro o blog do amigo dos índios e servidores - o senhor Mércio Gomes - e leio na primeira página a notícia de que pacificamente os índios tomaram a sede da FUNAI em Brasília.
Uma atitude corajosa. Tão corajosa que tudo aconteceu na paz, no diálogo, na conversa...
Estou profundamente emocionada com a luta de nossos indígenas. Pela paciente espera. Pelo desejo de querer de volta - sua casa, seus sonhos, suas ESPERANÇAS!!!
E para todos ELES, nossos índios guerreiros e persistentes, uma mensagem:

"AS BELEZAS DA NATUREZA SURGEM APÓS AS CHUVAS. A BELEZA DA MONTANHA NASCE NA TEMPESTADE. E OS HERÓIS DA VIDA SÃO OS QUE FORAM AÇOITADOS PELA TORMENTA E MARCADOS PELA BATALHA.
SÓ PODE CONSOLAR QUEM SIMPATIZA.
SÓ SIMPATIZA QUEM TAMBÉM SOFREU."

Certamente, que a partir de agora, começa uma nova história.
E vamos nos unir para que cada um de nós, índios, indigenistas, servidores possa ajudar com boa vontade no começo dessa nova história!

Vamos esperar que o presidente Lula OUÇA os nossos índios e, também pacificamente, encontre uma saída.

Dona Sra. Urtigão:
HÁ ESPERANÇA SIM!

AMIGO MÉRCIO GOMES:
durante todos esses dias, meses - EU TIREI O CHAPÉU PRÁ VOCÊ - com convicção, admiração e imenso respeito!
Linda

Anônimo disse...

O movimento já começa a chamar atenção na imprensa. Está na home do Yahoo!
http://br.noticias.yahoo.com/s/26052010/48/manchetes-indios-tomam-funai-so-sairao.html

Anônimo disse...

O presente blog do Dr. Mercio, como um canal sério de informações e utilizado para troca de comunicação, somadas à ação dos índios, e em conjunto com os indigenistas,foram absolutamente fundamentais para essa vitória histórica!!!

Moacir Melo

Anônimo disse...

FUNAI TERÁ NOVO PRESIDENTE:

http://g1.globo.com/politica/noticia/2010/05/indios-invadem-sede-da-funai-e-nomeiam-presidente-simbolico.html

RAIDE XATANTE disse...

Dr. Mércio, é uma pena que o movimento pacifico de ocupação da funai não saiu nem no DFTV - filial global em Brasilia.... o que será que ocorre? pelo que vejo foi mais uma derrota dos indios e sinto que somente as urnas de outubro poderá dar um jeito na atual politica indigenista Brasileira... concluo que se esse movimento continuar a seguir o viés de combate pessoal contra o presidente da funai só vai levar taca mesmo... falo, digo teclo isso porque esse movimento não tem um proposta que seja substitutiva ao decreto, querer voltar ao que era antes é atirar no proprio pé. Sem falar que há muitas comunidades indigenas que não querem revogar o decreto, foi o que percebi na região noroeste de Mato Grosso, aonde os RIKBAKTSA, ENAWENE-NAWE,CINTA-LARGA,MYKY,APYAKA,MUNDURUCU , KAYABI E ARARA são a favor do decreto 7056...

RAIDE XATANTE

Anônimo disse...

http://www1.folha.uol.com.br/poder/741289-indios-invadem-sede-da-funai-e-empossam-presidente-indigena.shtml

Anônimo disse...

Olha! a cada dia entendem-se mesno nas tais coordenações locais, tem corrdenação local com um empilhado de coordenadores, coordenadore coordenado outro coordenador, interessante isso> Essa festa ha de acabar mesmo, até bem pouco tempo a FUNAI era conciderada um orgão serio, por sinal o mais serio do governo federal, ams a decadencia se dá pela falta de tato administrativo, politico dentre outras qualidades que ja nao encotramos nos nossos dirigentes.
Indio enxewrga, ouve, tem tato, são politicos e politizados e, serão fortalecidos com um movimento, de fato, forte e representativo, tomarão o espaço de organizações indigenas e indigenistas oportunistas pois, provam e provaram que sabem quem é quem a seu favor.

Martins

Anônimo disse...

Minha querida xavante do comentario das 21:09, temos que confiar não tem mas volta o sr. Marcio não deverá voltar assim com sua mal fadada equipe são 05 meses de luta e chegamos a onde estamos. não da mais para o Marcio, o Lula não tem escolha o movimento esta aumentando a cada comentario deste blog, os indios estão se mobilizado em cada canto do paìs, e na proporção da divulgação o movimento aumenta, aconselho voce divulgar em sua comunidade.

Anônimo disse...

A proposta substitutiva ao Decreto senhor ou senhora raide xata é que se respeite os povos indígenas, que eles participem das decisões que os afetem. A igreja e as ongs que recebem grana em nome dos índios não respeitam,
o Marcio Meira não respeita está apoiando essas ongs vampiras

Dos Santos disse...

Tramm,

Dizer que "interventor" é coisa de ditadura é fazer bravata e se achar o único realmente comprometido com a causa. Respeito sua luta, mas eu pergunto: qual sua proposta concreta para a FUNAI? Vc já procurou assessorar os índios na formulação de uma nova estrutura para o órgão? Vc quer revogar o decreto simplesmente para voltar a estrutura antiga ou quer criar algo melhor? Já fez uma reflexão sobre as atribuições que a FUNAI deve assumir? Minha grande preocupação é que na falta de propostas concretas e orgânicas, a atual gestão da FUNAI reforce a crítica de que tudo não passa de corporativismo e de luta por cargos. E repito: no caos em que a FUNAI se encontra é preciso de um presidente que seja, num primeiro momento, como um interventor, no sentido de resolver questões concretas, legais, normativas, administrativas. Estamos em final de governo e ninguém vai criar uma nova política indigenista a esta altura do campeonato. Paralelamente, o conselho de lideranças, com a assessoria dos indigenistas, formulariam uma nova política e um novo decreto de reestruturação. Isso não tem nada de ditadura. É apenas querer que a luta dos índios tenha um resultado sólido.

Anônimo disse...

Dos Santos apoio inteiramente suas palavras pois, anteriormente, por diversas vezes tenho escrito exatamente isso!
De qquer forma, parabéns Wagner Tramm por sua incessante e corajosa luta!

O INDIGENISMO AINDA VIVE!!!

Abraços,

Moacir Melo

Anônimo disse...

Em parte posso até concordar com as argumentações acima, proferidas pelo dos Santos. Entretanto, vale salientar que nem tudo nessa luta é briga por cargos ou nomeações de DAS., eu por exemplo exerci durante 06 a Coordenação de Proteção às Terras Indígenas - CPTI., e entreguei em caráter irrevogável a citada função por discordar dos procedimentos adotados......

Wagner Tramm

Dos Santos disse...

Tramm,

É exatamente isso que eu estou dizendo. No movimento existem pessoas como vc que lutam com idealismo e honestidade. Mas vamos combinar: existem também os malandros que só estão contra o decreto por terem perdido cargos e espaço de manipulação dos índios. Então, minha provocação é justamente no sentido de que os idealistas e comprometidos se esforcem em construir uma proposta clara e concreta e apresentá-la ao governo e ao Congresso. Formatar a minuta de um novo decreto, com uma sólida exposição de motivos, referendada pelas principais lideranças indígenas. Um exemplo concreto: desde os governos Collor e FHC, os decretos dizem que o papel da FUNAI na saúde e educação deve ser apenas "acompanhar" ou "ser ouvida". O decreto atual repetiu essa porcaria. Proponho que um novo decreto institua a "responsabilidade compartilhada" entre FUNAI e respectivos ministérios para a atuação nessas áreas, com a FUNAI assumindo todos os aspectos sociais, culturais e complementares da saúde e da educação, e os ministérios ficando com a parte da assistência formal. Em suma, com propostas objetivas o Movimento Indígena Revolucionário ganharia maior consistência e calaria a boca daqueles que o acusam de ser apenas um ôba ôba.

RAIDE XATANTE disse...

MÉRCIO,
DOS SANTOS,
TRAMM,
LINDA,
MOACIR MELO,
E ANÔNIMOS DE PLANTÃO.....

SE O M.I.R. ESTÁ SE FORTALECENDO A CADA DIA, E ME PARECE QUE O PODER DE FOGO PODE ATINGIR UM IDEAL MAIS OUSADO E VANTAJOSO A TODOS POVOS INDIGENAS DO BRASIL, E NA AUSENCIA DE UMA PROPOSTA SUBSTITUTIVA AO DECRETO 7056, QUE TAL IDEAIZAR A CRIAÇÃO DE UM MINISTERIO DO INDIO, E PARAR COM ESSA CAÇA PESSOAL AO MARCIO? PELO QUE VEJO, "NUNCA ANTES NA HISTORIA DESSE PAÍS VIMOS UM MOVIMENTO TÃO FORTE" ,É O QUE SE CONCLUI NESTE CANAL INTERATIVO, JÁ QUE O MOVIMENTO TÁ TÃO FORTE ASSIM, PORQUE ALMEJAR APENAS A SUBSTITUIÇÃO DE UM ÍNFIMO DECRETO E/OU DIREÇÃO DO ORGÃO INDIGENISTA??? NÃO, NÃO, NÃO ADIANTA ESPERNEAR GOLIAS CONTRA SANSÃO, ISSO FOI UM FATO LENDARIO, POIS VEJA, SE ASSUMIR UM INTERVENTOR GENERAL DE HITLER OU MUSSOLIN, UM INDIGENISTA, UM TRAMM, UM GOMES, UM ROMERO, UM MEGA, OU UM NELSON MANDELA, A FUNAI CONTINUARÁ A SER PRENSSIONADA PELO SEU CHEFE MÓR AO ACEITE DOS LICENCIAMENTOS AMBIENTAIS, QUE É O PROPRIO GOVERNO, GOVERNO QUE QUER A QUALQUER CUSTO ATINGIR A 5ª ECONOMIA MUNDIAL E PARA ISSO A POLITICA DE CRESCIMENTO SERÁ MESMO OS PACS 1,2,3..., COM GRANDES EMPREEDIMENTOS DE ENERGIA, FERROVIAS,HIDROVIAS,MINERAÇÃO E POR AÍ AFORA , OBRAS QUE COM CERTEZA EM SUA MAIORIA IMPACTAM AS TIS E COMUNIDADES INDIGENAS BRASILEIRAS...
PORISSO MEUS CAROS FILOSOFOS INDIGENISTAS,DESÇAM DAS ESCRIBAS,VAMOS A PRÁTICA PELO MENOS UMA VEZ, PONHAM OS PÉS NO BARRO E VAMOS , DE FATO, PRODUZIR ALGO APALPÁVEL,ENFIM , ALGUMA COISA AOS INDIOS QUE NÃO SEJAM APENAS MEROS DISCURSOS ROMANTICOS PLATONICOS... MINISTERIO DO INDIO JÁ... POR FAVOR VAMOS JUNTOS BRIGAR REALMENTE POR UM OBJETIVO GRANDE AOS INDIOS DO BARSIL.

RAIDE XATANTE

Anônimo disse...

Essa Xata Raide é muito chata;
filósofos são esses que recebem recursos da frança, noruega, inglaterra, washinton, alemanha e alguns outros mais que promovem políticas colonialista e globalizante..
essa história é só para ambicionar as lideranças e modificar o foco da luta contra a exclusão dos índigenas das decisões sobre suas comunidades e desviar da importancia do PAC respeitar mais esses povos que são integrantes do Brasil.

Anônimo disse...

Raide Xavante,

Diga que vc é. Qual a sua aldeia?
Nós verdadeiros Xavante queremos encontrá-la. Se assuma!Vc vai pagar pelo que deve!!Aguarde, ou vc é criação literária de algum membro da gestão ilegal e arbitrária do atual presidente Márcio Meira que não tem coragem de mostrar a cara e se assumir e um mentiroso fujão!

Awen de verdade!

 
Share