quarta-feira, 19 de maio de 2010

Índios do Acampamento Revolucionário lutam com seguranças do Congresso

Um pequeno exemplo do que está para acontecer nos próximos dias!!!

Um pequeno grupo de umas vinte pessoas tentou entrar no Congresso Nacional para falar com deputados e senadores sobre o famigerado decreto de reestruturação da Funai. Foram duramente barrados por seguranças. No vuco-vuco sobrou para uns seguranças que perderam paletó e carteira, mas quem mais sofreram foram as mulheres indígenas que estavam à frente da refrega como se estivessem defendendo seus próprios filhos! Eita mulheres guerreiras essas Guajajara e Pankararu!!!

Depois de verem o video, leiam embaixo a convocação que o Acampamento Indígena Revolucionário está fazendo a todos os parentes que estão em Brasília e aqueles que estão vindo ou estão lendo esse Blog.

________________________________________




Urgente: Decisão do Coletivo do Acampamento Indígena


Cansado do silêncio da grande mídia sobre o movimento e da guerra suja promovida pelo governo federal, os 247 indígenas aqui hoje acampados decidiram que não vão mais esperar. Vão agir.

Ontem dois ônibus chegaram do Maranhão, daqui a alguns instantes chegam mais três ônibus, somando quase 500 indivíduos. Os indígenas não ficarão parados, vão agir. Daqui, da Esplanada dos Ministérios, sairá uma marcha cujo destino só será informado durante o trajeto.

Se a grande imprensa quer "notícias espetaculares", ela hoje terá. Peço que convoquem toda a imprensa para a segurança dos homens, mulheres e crianças que participam do protesto.

A concentração será entre 1 hora e 1 e meia na Esplanada, defronte ao Ministério da Justiça.

POR FAVOR, CONVOQUEM IMPRENSA!

Maiores informações com Carlos Pankararu (9256-4693/9626-5032),
Edinara Guajajara (98-8111-5140) ou Júnior Xukuru (9247-9402).

49 comentários:

Anônimo disse...

VERGONHA !!! VERGONHA!!!!! VERGONHA!!!! Sr. Lula até quando? Sr. Ministro da Justiça, até quando? Ouçam o clamor e o grito dos índios!!!!!!!

Anônimo disse...

NÃO HÁ COMO COMPREENDER QUE DECRETO TÃO MAL FEITO PARA A ADMINISTRAÇÃO E PARA AS POLÍTICAS PÚBLICAS INDÍGENAS SEJA TÃO IMPORTANTE PARA O GOVERNO LULA.
E APRESENTADA POR ENTIDADES NÃO GOVERNAMENTAIS ??
O QUE É ISSO ?

Anônimo disse...

PRESIDENTE LULA GRANDE INTERMEADOR DOS CONFLITOS EXTERNOS, MAS NÃO TEVE CAPACIDADE DE RESOLVER PROBLEMA INTERNO DO SEU GOVERNO COM OS INDIOS E A FUNAI, SERIA BOM QUE FOSSE DIVULGADO OS CONFLITOS INDIGENAS NO EXTERIOR PARA SENTIR A CAPACIDADE DO GRANDE LULA NOS CONFLITOS DOS OUTROS MAS NA VERDADE NÃO FOI CAPAZ DE SOLUCIONAR SEUS PROBLEMAS E QUE TEM PODERES PARA ISTO. ACORDE PRESIDENTE LULA O SENHOR CONTINUA DORMINO NA SUA VAIDADE.

Anônimo disse...

Todos os servidores da FUNAI sabem quem são Carlos Pankararu e o tal "Korubo". Ações desse tipo desqualificam e desmoralizam o movimento indígena.

Não é só porque eles estão indo contra o decreto que devemos começar a achar que o Carlos Pankararu é um líder indígena.

Essas ações só fazem a mídia ficar ainda mais contrária às demandas reais e legítimas dos povos indígenas, como aconteceu no caso dos sem terra que invadiram anteriormente a câmara.

É necessário sim protestar contra o que vem acontecendo na FUNAI, o autoritarismo, os desmandos, o nepotismo, a ditadura do Tacacá, a cooptação aos índios, o fato do presidente não dialogar com os índios, o modo como a CNPI vem sendo conduzida.

Mas isso não pode fechar os nossos olhos para os reais problemas da FUNAI, a crise no modelo tutelar, a necessidade de reeorganizar o trabalho da instituição, a capacitação dos servidores.

Essa crise deve ser pensada em termos mais amplos, deve ser utilizada para pensar a FUNAI.

Se não, vai parecer que tudo isso decorre apenas do medo da mudança.

Acho que o Dr. Mércio foi um bom presidente da FUNAI, e esse blog hoje é um espaço importante para a discussão da questão indígena. Vamos aproveitá-lo para discutirmos o papel da FUNAI e como ela deve ser gerida.

Anônimo disse...

Atenção colegas indigenas voces são os verdadeiros herois vamos lutar juntos para derrubar o sr Presidente da Funai, será que os paises estrangueiros não deveriam tomar conhecimentos destas noticias ou melhor destes abusos que estão fazendo com os indios brasileiros na Bolivia tem um presidente indio no Brasil um inimigo indigena

MARIANA ASSIS disse...

VERGONHA!!! VERGONHA!!! O QUE ACONTECEU HOJE NA CÂMARA. SOU FUNCIONÁRIA DO CONGRESSO E FIQUEI ENVERGONHADA DA FORMA "PACIFICA" QUE OS INDIOS ACAMPADOS NA ESPLANADA FIZERAM COM COLEGAS DA CÂMARA. DESRESPEITO A CASA QUE OS ACOLHEU. FALTA DE VERGONHA NA CARA. ERAMOS VÁRIOS FUNCIONÁRIOS FAVORÁVEIS A ELES MAS AGORA VIMOS QUE TROPA DE BANDIDOS ELES SÃO. AGORA DAMOS ADEUS AO APOIO E ACHAMOS QUE MUITOAS PESSOAS TEM RAZÃO QUANDO OS CHAMAM BADERNEIROS, APROVEITADORES, CORRUPTOS E SEM VERGONHA.

MARIANA ASSIS

MARCIO KAINGANG disse...

Mércio, como fica agora que esses indios que estavam no Congresso que fizeram de tudo para que o Conselho Nacional dos POvos Indígenas não fosse criado? Esse projeto teve início no teu mandato, né? Será que esses indios que lá estavam não foram informados da importancia de ter um conselho só para os indios? Afinal é um dos unicos segmentos de minorias que não tem conselho nacional.
E agora, como fica? tanta luta e por cumpa de uma minoria que nao nos representa a todos decide colocar na cabeça dos deputados que não é importante? Quanto tempo ainda teremos que esperar? tens noção?
Eles até poderiam ser contra a CNPI, mas não deixar passar a criação de um Conselho Nacional? Agora a Comissão vai continuar e não acaba com o mandato de quem estálá na CNPI. Sim pois li o regimento interno e não tem prazo de duração os que estão agora. Com a criação do Conselho nós podia trocar todos eles.
Que falta de responsabilidade desses que estão lá na esplanada acampados.
Agora só Deus sabe quando vamos poder entrar para a CNPI.Sim pois os kaingang só temos 1 e nós somos a 3 população maior do Brasil.
Que Deus nos ajude a aguentar esses que lá estão.

Márcio Kaingang

PIRAkuman Yawalapiti disse...

Caro Irmão Silvio Kaiwá.

A proposta para indicação de índio na FUNAI seguinte; nós povos do Parque Indigena do Xingu, já cansamos de serem dependente dos homem branco. Agora podemos mostrar o capaz do indio na presidência da FUNAI. Mostrar inteligência e como se trata com povos irmãos indios. Chega de recebiemento de despejos da polícia federal, militar, fazendeiros, mineradoras, deputados federais e princialmente de atual presidente da FUNAI. Povos indígenas, tem que ter representante no governo federal. Os negros que eram mesmo nível do indio, hoje eles já tem representantes; tem deputado, ministro, advogado e etc etc....

E o índio? Cadê representante do índio? Será que toda vida vamos depender dos Brancos? Não!!! Agora os parentes pode pensar para buscar o nosso direitos e respeito. Agora é hora de dar uma virada pro os Brancos. O índio pode ensinar o branco como se trata com ser humano, preservação do meio ambiente, como evitar o conflitos, e mostrar que o índio, tem coração para trabalhar.

Abraço

Pirakuman Yawalapiti
Liderança do Xingu

Anônimo disse...

CARA MARIANA ASSIS, QUE EXPRESSÃO HORRIVEL CHAMAR OS INDIOS DE BANDIDOS BADERNEIROS E CORUPTOR, EU ACHO QUE A SENHORA DEVE ESTA TRABALHANDO EM OUTRO PAÍS OU EM OUTRO LOCAL E NÃO NO CONGRESSO, OS INDIOS QUEREM OS SEUS DIREITOS O QUE ESTA SENDO NEGADO PELO PRESIDENTE LULA SENHORES HONESTOS DEPUTADOS E SENADORES, A SENHORA JÁ OUVIU FALAR EM ALGUM MENSALÃO EM ALGUMA ALDEIA OU RESERVA INDIGENA, ESTE CONGRESSO QUE A SENHORA TANTO DEFENDE DEVERIA SER COMANDADOS PELOS INDIGENAS BRASILEIROS E QUE TODOS VOCES FORAM OS RESPONSAVEIS POR TUDO O QUE ESTA ACONTECENDO AOS INDIOS LHE TIRARAM AS TERRAS, A ALIMENTAÇÃO, A SAUDE, A AGUA, E AGORA O DIREITO DE VIVEREM CONDGNAMENTE AGORA EU ME ENVERGONHO DE TER PESSOAS QUE TRABALHEM EM UM CONGRESSO DE PESSOAS HONESTAS MAS QUE NADA FIZERAM PARA BLOQUEAR A ATITUDE IMPENSADA DO SENHOR PRESIDENTE DA REPUBLICA NA DESTRUIÇÃO DO SOSSEGO INDIGENA E COLOCAR A FRENTE DE UM ORGÃO UMA PESSOA CAPAZ DE DESTRUIR OU MELHOR EXTERMINAR DE UMA VEZ OS DIREITOS ADQUIRIDOS AOS POVOS INDIGENAS BRASILEIROS É UMA PENA QUE NÃO SE NOTICIE ISTO A IMPRESA ESTRAGEIRA PARA VER A REALIDADE DE COMO ESTÃO OS PRIMEIROS HABITANTES DA TERRA ´QUE TEMOS UM PRESIDENTE QUE OS VEM PREJUDICANDO SENCIVELMENTE. A FUNAI ESTA PARADA EM TODO O BRASIL, DE QUEM É A RESPONSABILIDADE QUE QUE EU LHE DIGA. PRESIDENTE LULA, SENADORES, DEPUTADOS FEDERAIS, PRESIDENTE DA FUNAI, TODO OS MINISTERIOS TCU, PROCURADORIA FEDERAL , JUSTIÇA FEDERAL E TODA A SOCIEDADE BRASILEIRA, AGORA A CULPA É DOS INDIOS POR TODOS ESTES DESCASOS QUE AS AUTORIDADES NÃO TOMAM CONHECIMENTO, JÁ SE PASSARAM 05 MESES E TODOS SÃO OMISSOS POIS NADA FIZERAM SERÁ QUE OS INDIOS CONTINUAM COM A CULPA SENHORA MARIANA ASSIS, CREIO QUE ESTE BLOG PODE SERVIR PARA A SENHORA PEDIR DESCULPAS PELA BOLBAGEM FALADA TALVEZ SEM PENSAR NOS SOMOS INDIOS E NÃO BURRO

Anônimo disse...

Senhor Anônimo do comentário

19 de maio de 2010 19:44

PARABÉNS PELA SUA ANÁLISE, PARABÉNS PELA SUAS PALAVRAS.

CONCORDO COM TUDO QUE VC COLOCOU

TUDO, TUDO MESMO!!!!!!

Anônimo disse...

A todos os indígenas:

dizer que tem de ser índio na presidência da FUNAI e não branco, que branco não presta, TAMBÉM É RACISMO, VIU?

Tem branco bom e branco ruim,
Negro bom e negro ruim,
ÍNDIO BOM E ÍNDIO RUIM.

Pra ser Presidente da FUNAI, para ser Diretor, pra ser Coordenador, tem de ter compromisso com a política indigenista, ser correto, não previlegiar nenhum grupo em detrimento de outro, ter conhecimento e vivência da questão indígena, e, de preferência, ser servidor público. Na maioria das vezes, os não servidores quando fazem besteiras são exonerados e na maioria das vezes não estão por perto quando Auditoria, TCU, CGU, resolvem cobrar. Já os servidores, quando fazem besteira, tomam logo um Processo Administrativo Disciplinar de presente.

PARA ASSUMIR DAS TINHA DE SER DO QUADRO.

Temos excelentes servidores no nosso quadro, brancos e índios.

Waldira disse...

Prezada Mariana Assis,


Gostaria de esclarecer que os índios estavam pacífico sim, queria ver voce na pele dele, esperando e esperando, passando privações, hulmilhações, deixando seus afazeres em suas terras, frio e sol, sendo privado de seus direitos e sem que ninguém venha a fazer nada de concreto. Que apoio é esse que nada vai pro papel, que apoio é esse que a sua casa FUNAI quem tem acesso hoje é a forna nacional e pessoas que não oferecem quaisquer possibilidade de diálogo, senão contos da carochinha. Chamá-los BARDERNEIROS, APROVEITADORES, CORRUPTOS E SEM VERGONHA" Se eles assim os fossem já teriam tomados essa postura a muito tempo. E isso é porque você trabalha no Congresso, não é? Como se todos aí tivessem uma ficha limpa. será que voce não lê ou assiste jornal? Voce trabalha realmene no congresso? de outra forma não diria isso com os índios. Quantas badernas, aproveitadores, corruptos e sem vergonha, aparecem na mídia com essa cara em grandes escândalos? Devemos olhar primeiro a nossa casa pra depois falar das dos outros. Vergonha é os nossos representantes deixar as coisas chegarem a esse ponto e olha que não foi por falta de aviso ou de manifesto. Voces fazem tem ficha lima, não é? os índios fazem são bandidas. Ora, ora, ora, não de frente e sim dos lados que voce enchergará muito mais do que isso. Reflita antes de dizer ou acusar. Nossos representantes estão criando essa situação com as armas dele e os índios tentando sobreviver da mesma forma.

ARETSU SUTSAE disse...

AOS PARENTES....
QUERO DEIXAR AQUI A NOSSA MENSSAGEM,NÓS INDIGENAS AQUI DA REGIÃO NOROESTE DE MATO GROSSO DE FORMA ALGUMA APOIAMOS ESTES TIPOS DE MANIFESTOS, MESMO PORQUE O DECRETO 7056 EM MUITO NOS AGRADA E ESTAMOS CONTENTES(RIKBAKTSA,ENAWENE-NAWE,CINTA-LARGA,ARARA,KAYABI,ARARA,APYAKA,MUNDURUCU,MYKY E IRANTXE MANOKI). VOCES PODERIAM TER MAIS ETICA, FICAM MENTINDO QUE O DECRETO ESTA DESAGRADANDO A TODAS AS COMUNIDADES INDIGENAS DO BRASIL, MENTIRA, MUITA MENTIRA DE VOCES CAROS PARENTES...NÓS NÃO QUEREMOS QUE REVOGUE O DECRETO, PODEMOS ATÉ APOIAR UMA READEQUAÇÃO, CORREÇÃO, AJUSTE, SEILÁ, MENOS REVOGAR UMA NORMA QUE NOS BENEFICIA E MUITO...
PARENTES TENHAM MORAL E RESPEITO COM A MAIORIA DAS COMUNIDADES INDIGENAS DE TODO PAÍS, VOCES FICAM AÍ DESGASTANDO A IMAGEM DOS INDIOS BRASILEIROS, IGUAIS A RELOGIOS CORDEIROS MOVIDOS POR UMA MEIA DÚZIA DE SERVIDORES INSANOS E INCAPAZES DE ASSUMIR UMA FUNÇÃO PÚBLICA. SÓ QUERO PASSAR UM AVISO PARA VOCES, ESTAMOS CONTRATANDO SEIS ONIBUS PARA IR A BRASILIA E DEFENDER TAMBEM O NOSSO POSICIONAMENTO A RESPEITO DO DECRETO... NAO ESTOU ESCREVENDO ISSO AO MERO ACASO, POIS NÓS CONSULTAMOS VARIAS OUTRAS COMUNIDADES INDIGENAS E SUAS REPRESENTATIVIDADES, ENCONTRAMOS DIVERSAS OPINIÕES, SENDO: 10% SÃO CONTRA O DECRETO, 30% TANTO FAZ, 52% ESTÃO A FAVOR DO DECRETO E 8% NÃO QUIZERAM OPINAR... SINCERAMENTE...

Anônimo disse...

Sr Aretsu que representa todo o Mato Grosso, responda. Encomendou a pesquisa do Sensus, Vox Popoli ou Data Folha ?
Qual a legitimadade para falar em nome desses Povos? Você não percebe a "desgraça" protagonizada" pelo atual presidente da Funai? até mesmo a desunião entre os povos.
Todos sabem que ônibus fretado para falar bem do General Custer Márcio é peago por ele !!!!

Raidi Xavante

Anônimo disse...

CALMA, CALMA, MUITA CALMA NESSA HORA!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Deputados rejeitam criação de Conselho Nacional de Política Indigenista
Por clipping
Os deputados rejeitaram emenda do Senado à Medida Provisória (MP) 472, que criaria o Conselho Nacional de Política Indigenista em substituição a Comissão Nacional de Política Indigenista, depois da pressão de representantes da comunidade indígena na Câmara.

Pela emenda, o Conselho Nacional de Política Indigenista seria formado por representantes do Poder Executivo, dos povos indígenas e de entidades indigenistas sem fins lucrativos. A votação da emenda foi acompanhada por 20 representantes da comunidade indígena que tiveram permissão para acompanhar a votação nas galerias do plenário da Câmara.

A emenda rejeitada pelos deputados havia sido aprovada pelos senadores no texto da MP 472, que concede incentivos fiscais a diversos setores da economia, entre eles o petrolífero, cria o Programa Um Computador por Aluno, prorroga incentivos fiscais e ajusta o Programa Minha Casa Minha Vida.

Esse foi o primeiro resultado defendido pelas comunidades indígenas que nesta quarta-feira (19) entraram em confronto com seguranças da Câmara, na tentativa de invadir o plenário da Casa. Os indígenas querem ainda a revogação do decreto presidencial que reestrutura a Fundação Nacional do Índio (Funai) e a exoneração do presidente da instituição, Márcio Meira. (Fonte: Iolando Lourenço/ Agência Brasil)

Anônimo disse...

Olá,
gostaria de comentar que o indígena Korubo tem todo o direito de protestar contra o Decreto 7.056/09. Essas pessoas da Funai que estão contra o nosso parente, não devem conhecê-lo, pois ele é um dos índios mais tribais que já conheci. Independente se é do Vale do Javari ou não, não importa, já que antes de Cabral não havia fronteiras nem países.
Korubo é um grande lutador, um grande guerreiro. E como Mario Juruna dizia: dinheiro para ele é lixo, já que ele vive sob as árvores. Peço, que o parente que esteja contra o Korubo, apareça no Acampamento e aí vc verá como ele é RESPEITADO E QUERIDO POR TODOS. É uma liderança natural pela sua simpatia e coragem.
Brancos de merda! Fora da Funai! Viva o Acampamento Revolucionário Indígena!
www.acampamentorevolucionarioindigena.blogspot.com

Anônimo disse...

CARO IRMÃO ARETSU, ACHO QUE VOCE DEVERIA TRBALHAR PARA UM INTITUTO DE PESQUISA, COM INFORMAÇÕES TÃO PRECISA. VOCE ESTA CAINDO NO CANTO DO SACY PERÊRÊ, MEU IRMÃO SE VOCE VERIFICAR EM SUAS PESQUISA AS REGIÕES QUE ESTÃO PREJUDICADAS E NÃO FACÇÕES LUDIBRIADAS PELA CUPULA VERIFIQUE QUE TODOS FORAM OS INDIOS FORAM ENGANADOS. PORISSO QUE AS MANIFESTAÇÕES ESTÃO AUMENTANDO. NÃO DEVEMOS FAZER COM O QUE A CUPULA ESTÁ TENTANDO FAZER COM VOCES QUE É JOGAR UNS INDIOS CONTRA OS OUTROS, RESPEITO MUITO A SUA ATITUDE E TAMBÉM CONCORDO COM O DECRETO TEM MUITAS COISAS BOAS ENTÃO MERECE SER AJUSTADO. MAS AJUSTAR COMO QUE O SENHOR PRESIDENTE SÓ FAZ O QUE QUER: COLOCA EM FRENTE DE NOSSA CASA A GUARDA NACIONAL, O SR. MINISTRO DIZ QUE ELES PODEM ATÉ USAR ARMAS LETAL PARA COMBATER OS INDIOS POXA IRMÃO QUE PAÍS É ESTE, CREIO QUE POR SUAS PALAVRAS VOCE ATÉ PODE INTERMEDIAR ALGUMA MUDANÇA FALANDO COM AS LIDERANÇAS E VER EM QUE FORAM PREJUDICADOS E DAì PASSAR POR UMA NEGOCIAÇÃO POIS ATÉ AQUI SÓ SE ESCUTA QUEM FEZ O DECRETO E QUE NÃO É INDIO, EXISTEM VARIAS ALEIAS QUE ESTÃO PREJUDICADAS QUANDO ESTIVE EM BRASILIA EU VI DE PERTO O SOFRIMENTO DELES, NO MEIO TEM APROVEITADORES MAS ISTO NO MOMENTO NÃO IMPORTA POIS NA FUNAI BRASILA TEM VARIOS DESTES APROVEITADORES E QUE DETESTA INDIOS E QUE ESTÃO SERVINDO A FUNAI EM DIREITOS PROPRIOS. O PRESIDENTE DA FUNAI ATÉ QUE VINHA FAZENDO UM BOM TRABALHO MAS SUA EQUIPE ATRAPALHOU TUDO. SE VOCE TEM TANTO ACESSO AO PRESIDENTE FAÇA UMA VISITA SEM SE IDENTIFICAR E TENTE ENTRAR NA SEDE COMO FAZIA ANOS ATRAZ PARA VER O QUE ACONTECE, AGORA NAO DIGA A NINGUÉM QUE FARA TAL VISITA POIS SE SOUBEREM VOCE TERA ATENDIMENTO DA REPUBLICA. ENTÃO ESQUEÇA A TAL PESQUISA E DESCULPE A BRINCADEIRA, SE EXISTEM COMUNIDADES INDIGENAS PREJUDICADAS DEIXE QUE LUTEM PELO SEUS DIREITOS, SE A SUA COMUNIDADE ESTA SENDO BEM ASSISTIDA PARABENS, VOCE FOI ATE AGORA O UNICO QUE SE MANIFESTOU. ENTÃO O DECRETO NÃO DEVE SER EXTINTO E SIM MODIFICADO , RESPEITO A SUA OPINIÃO CEIO SIM QUE DEVE HAVER MODIFICAÇÕES POIS TODOS OS INDIOS DEVEM RECEBER TRATAMENTOS IGUAIS EM TODO AS REGIÕES. ISTO SERVE PARA UMA REFLEXÃO MAS NÃO VAMOS BRIGAR INDIOS CONTRA INDIOS JÁ QUE TEMOS C EM FRENTE DE NOSSA CASA ONTRA NOS A FORÇA NACIONAL,E NÃO ADIANTA TRAZER ONIBUS REPLETOS DE INDIOS PARA QUE HAJA ESTE CONFRONTO, ESPERO QUE VOCE SERIA OTIMO PARA INTERMEDIAR E PARTICIPAR DE PERTO O SOFRIMENTO DE SEUS IRMÃO. ABRAÇOS DO IRMÃO A TODA SUA COMUNIDADE MAS REFLITA UM POUCO LUTE PELA PERMANENCIA DO DECRETO E DEIXE OS OUTRO LUTAREM PARA MODIFICA-LO

Roberta Lima disse...

Preocupante a situação. Tem que existir uma forma de conciliar as divergências. Não concordo com a maneira violenta de resolver os problemas mas convenhamos que paciência tem limite e ,apesar de todos os esforços, continuar sendo ignorado pelas autoridades que deveriam dar apoio... sinceramente é difícil. Quanto a declaração que li de que os índios que lá estavam são corruptos e baderneiros é ABSOLUTAMENTE RACISTA! Se fossem filhos de juiz, ministro, delegado seriam considerados como "jovens rebeldes", como são índios que lutam pelos seus direitos são baderneiros e corruptos?!!!! Francamente! Reafirmo aqui que violência não é a solução e muito menos a INTOLERÂNCIA E O RACISMO!!!

Dos Santos disse...

A justa luta dos índios não pode ser manchada por certos aventureiros. Os "assessores" podem acabar desmoralizando a causa maior. É preciso que a luta contra o decreto seja acompanhada de uma proposta concreta. Que estrutura querem para a FUNAI? Qual a concepção de um novo modelo de indigenismo? Ou querem simplesmente a volta da estutura anterior? É fácil para atual gestão dizer que os críticos estão preocupados apenas com DAS, com picuinhas corporativistas. No vídeo aparecem certas figuras que não valem nada e projetam a pior imagem possível da FUNAI e dos índios. É tudo o que o inimigo quer para desmerecer o movimento.

Rubinho Osório disse...

É parece que a civilização ocidental já impregnou os povos indígenas: parecem partidos políticos ou denominações religiosas se degladiando virulentamente.
Sinto muito...

Mércio P. Gomes disse...

Caros Comentaristas, sugiro que atenham seus comentários a questões pertinentes, sem discussões e acusações a pessoas, sobretudo vindo de anônimos. Se não vira covardia. Att. Mercio

Anônimo disse...

caros lideres indigena, venho experrsar minha indignação com o grande descaso que nos temos passado, com certeza nos indigenas estamos no nosso limite ja estamos aproximando dos 6 meses de luta e nehuma resposta enquanto isso muitos indigenas estão sendo massacrado pelo sitema politico implantado pela FUNAI, isso e genocidio com os povos, somos privados de muito direitos da constituição brasileira e agora estamos perdendo tudo que foi conquistado, que fere os principios da dinguindade da pessoas humana , ou nao querem ver como pessoas , como se ve ainda somos tratados como bicho e ainda tem indigena que concorda com isso, nao verdade nao indios que se fossem no caso do senhor ARETSU nao tem nenhum cabimento totalmente sem nossão, lutar com os proprios indios e lutar contra vc mesmo...quero expressar, tbm que os povos de mato-grosso nao estão nada satistefeito com essa mudança entendemos que essa luta , vem desde a geração passada e que constante, que estamos apenas querendo viver em paz na noassa reservas ,venho tristemente dizer que isso pode ser o fim dos povos indigenas , ate pórque ja apelamos pra todas instancia do governo da justiça e nada, e digo ainda nao dou essa luta por vencida porque inquanto tiver lider de verdade ainda sobreviveremos .... mas e lamentavel e quem sabe o que e bom pro indio e o proprio indo... força lideres de brasilia.
Sonia Pareci - bacharel em direito tangara da serra mt

Anônimo disse...

Mércio,

Mais uma vez te parabenizo!
Pessoas desqualificadas ficam manchando o seu BLOG, falando mal de funcionários, de pessoas que, de fato, lutam pela causa indígena.

Gostei muito do seu aparte, mais uma vez, veio em boa hora.

Temos que nos ater aos fatos recentes provocados pelo Decreto 7056 e não, ficar com baixarias que não levam a nada.

Um grande abraço meu amigo.

Anônimo disse...

LENDO O BLOG ANTERIOR , VI A PREOCUPAÇÃO DE UMA COLEGA ONDE DIZ QUE O PRESIDENTE LULA NÃO TEVE COMPETENCIA DE FAZER SEU DEVER DE CASA COM RELAÇÃO AO DECRETO 7O56 E FICA AJUDANDO O DEVER DOS GOVERNANTES ESTRANGEIROS EM NEGOCIAR A PAZ. AGORA PENSO EU ELE DEVE ESTA PREOCUPADO COM O PROJETO DE BELO MONTE DE DOLARES PARA BANCAR AS CAMPANHAS DE SEUS ALIADOS EM TODO O BRASIL TENDO COMO PROTAGONISTA O PRESIDENTE DA FUNAI SENHOR MARCIO MEIRA E OS INDIOS QUE FIQUE COM AS CONSEQUENCIAS DA DEVASTAÇÃO DA NATUREZA. POBRE INDIOS

Anônimo disse...

A justiça é unilateral...
O conceito para os não índios é a Guarda Nacional pode prender, atirar...
ou...no exemplo dessa semana em MS

Video globo rural...

http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1265324-7823-REINTEGRAOO+DE+POSSE+ACABA+EM+CONFRONTO+EM+MATO+GROSSO+DO+SUL,00.html

Antonio Almeida (MS)

Anônimo disse...

Prezado Mercio, gostei da expressão Belo Monte de Dolares, lembro-me bem do ditador Adolfo hittlhy não sei se é escrito assim mas como estamos vivenda em uma ditadura indigenista imposta pelo branco , que tal passar essas expressões aos nossos politicos, ao inves de dizermos bom dia , ou boa noite passassmos a saldar assim como protesto protesto BELO MONTE DE DOLARES SENHORES DEPUTADOS, BELO MONTE DE DOLARES SENHORES SENADORES, BELO MONTE DE DOLARES SENHOR PRESIDENTE DA FUNAI e assim sucessivamente , creio que seria uma maneira de chamar atenção de todos já que é muito reduzida as informações na imprensa brasileira não sei qual o motivo mas quem se expresar a favor do movimente é demetido.

Anônimo disse...

Belo monte de dolares senhores indios brasileiros que a luta contra seus direitos adquiridos seja pacifica gostei da saudação boa sorte

Anônimo disse...

Caros amigos,

a senhora Mariana Assis, funcionária do Senado, está "envergonhada" pelo comportamento dos índios, quando da invasão na Câmara.

Uma pergunta: ela também ficou "envergonhada" quando a turma do MST provocou tanto escândalo e tanta quebradeira no Congresso Nacional? Por acaso ela procurou a imprensa ou algum Blog para fazer uma reclamação e falar de sua indignação e chamar a galera do MST de bandidos, corruptos, etc???

Qual a opinião dela sobre a viagem do presidente Lula ao Irã para intermediar naquele país sobre o enriquecimento de urânio que é a grande preocupação do governo americano?

Terá ela a convicção de que o Brasil tem grandes problemas internos e nada tem sido feito para resolvê-los?

Eu até posso compreender a defesa que ela faz com relação aos seus colegas do senado ou da câmara - está defendendo o "seu pão de cada dia", o seu salário... da mesma forma que os índios estão procurando seus direitos, clamando por respeito, tentando de todas as formas - se fazer ouvir!
Certamente que NÃO ESTOU fazendo apologia a violência. A minha intenção é mostrar os dois lados da moeda. E tentar esclarecer sobre o exercício da justiça.

Waldira disse...

Caros Leitores,

A cada dia que passa fico mais e mais temerosa. O que eu mais temia, vejo que está próximo de acontecer um confronto de índios com índios. O que na realidade já vem ocorrendo nas diversas comunidades comunidades. Deixo bem claro que nunca fui contra a reestruturação da FUNAI, que se fazia necessário, não posso negar. Só não acredito nessa do Decreto nº 7.056/2009, pela forma, pelo despreparo dos que fizeram, principalmente por ter sido idealizados por pessoas que não sabe na realidade o que uma aldeia indígena, não conhecer a fundo as diferenças etnicas de cada povo. Sem que ao menos tenham sido apresentado os que mais serão prejudicados - OS ÍNDIOS -. Se formos analisar a fundo, o que já se gastou em viagens de técnicos pra tentar convencer meia dúzias de índios, o que já se gastou com idas e vindas de indígenas em manifestações, o que se deixou de fazer com tempo perdidos em tentar justificar o injustificável, o quie se poderia aproveitar para efetuarem projetos, repasses para as coordenações e acompanhamentos dos efeitos, reações e resultados na sua aplicabilidade, é simplesmente absurdo. Se LULA tá convencido que a Dilma vai ganhar e se o Presidente da FUNAI afirma que continuará, não vejo o porque da pressa. Tudo isso poderia ser melhor analisado e negociado, antes da publicação. Ajustes todos sabemos que sempre poderá haver. Porém, pra ajustar o tamanho do desconforto , descrédito e descontentamento, hoje é impossível. Após 5 meses, já deveria ser previstos os ajustes e o que vejo é silencio e as coisas sendo efetuadas de formas desordenadas. Tudo deveria ter sido casada. Onde está o Regimento Interno que após todo esse tempo nada foi publicado, vai ser na surdina novamente. Esse Decreto foi tão infeliz que até a publicação dos subordinações territoriais fiquei na expectiva de um ajuste. Ledo engano, foi novamente absurdo e imperdoável os erros alí existente. Tem um ditado que diz a pressa é inimiga da perfeição. Essa portaria comprova a sabedoria do ditado. Demonstrou o total desconhecimento dos benfeitores das ditâncias, das estruturas municipais, das diferenças etnicas e acima de tudo da dificuldades de cada povo no seu acesso aos benefícios e da população. As peculariedades foram totalmente esquecidas. Lembrando algumas dessas publicadas no Decreto, aqui exponho: Truká de Cabrobó e Oróco. Truká de cabrobó ficou com Paulo Afonso, lembrando que um dos caciques é filho da cacique de Truká de Orocó e irmão de uma grande liderança e este povo ficou com Maceió, esclarecendo ainda mais, os mesmos são ligados a coordenadoria técnica de Cabrobo, onde o coordenador ficou subordinado a 2 coordenações regionais. Atikum - Carnaubeira da Penha ficou subordinada a coordenação regional de Maceió, já Pankára que tb é do mesmo município ficou com a de Paulo afonso uma parte e a outra em Macéió, como foi feita essa divisão, novamente o mesmos coordenador Técnico de Carnaubeira fica subordinado as 2 regionais e como saberá a parte de Maceió e a parte de Paulo Afonso- PA? Pankararu - Municípios de Petrolândia, Tacaratu e Jatobá ficaram em PA, enquanto que Pankaiwká em Jatobá fica com Maceio e novamente o coordenador fica subordinado as 2 regionais e assim por diante. Vale salientar que Os Atikum deverá pegar 4 conduções para Maceió, por não ter qualquer outro meio de deslocamento pra aquela regional e ainda só tem ônibus a noite e mesmo assim em outro município - Salgueiro ou Mirandiba. Como dizer que esse Decreto deixou a FUNAI mais próxima dos índios. E isso é só um começo do que aconteceu em Pernambuco, se viajarmos pelo país veremos outros absurdos e incoerências. Querem mais leiam a Portaria. Isso é bom? isso é reestruturar? Isso é conhecer as terras e os índios? Ora, ora, ora, tenhamos paciencia para conhecer tudo isso e ter que dizer que é tudo lindo e maravilhoso, quem assim o fizer realmente não conhece nem de longe o que território, imaginem o mapa do Brasil e assim por diante.

BRUNO BRAVO disse...

Os índios do Acampamento Revolucionário aguardam pelo diálogo há cinco meses! Aqueles que tiverem divergências e quiserem conferir a credibilidade, a força e a legitimidade de Korubo e seus parentes que apareçam no Acampamento e conversem com eles.

A violência não é indígena, é branca, e veio da Polícia Legislativa, com seus cacetetes e aparelhos de choque, usados arbitrariamente em mulheres, velhos e crianças, com o objetivo de impedir os índios de acompanharem a votação no Plenário da "Casa do Povo".

A violação de Direitos é prática comum aos parlamentares do país. A luta agora não é apenas pelas condições dignas de vida nas aldeias, mas pela punição dos responsáveis pelos hematomas dos parentes e o sangue de lideranças como Korubo.

Quem ordenou aos policiais que impedissem a entrada dos índios? Qual a autoridade que comandou a operação truculenta contra a família indígena que entrou na Câmara dos Deputados?

Os nomes dos responsáveis precisam vir à tona. Uma investigação interna é processo obrigatório. Que seja feita a justiça.

Anônimo disse...

DR. MERCIO

TÁ NA HORA DE DAR UM BASTA NESSE BLOG POIS É MUITA BAIXARIA E ESTÁ SERVINDO DE TABULEIRO PÚBLICO PARA A DIVISAO DOS INDIOS E DOS INDIGENISTAS TRAZENDO MUITO PREJUIZO PARA A CAUSA INDIGENA NO BRASIL. O SR. ESTÁ APOIANDO O ATRAZO DO INDIGENISMO COM O SEPULTAMENTO DO CONSELHO NACIONAL DOS POVOS INDÍGENAS QUE FOI EM VOTAÇÃO NA CAMARA E NÃO PASSOU. TANTO QUE O SR. LUTOU POR ISSO...
TUDO ISSO PORQUE O SR. TB ESTÁ APOIANDO UMA FACÇÃO LIDERADOS POR CARLOS PANKARARU E KORUBO, COMO ALGUEM NO PROPRIO BLOG FALOU, TODOS SABEM QUEM SÃO.

O SR. ESTÁ SE COLOCANDO CONTRA A REESTRUTURAÇAO QUE O SR. SEMPRE DISSE QUE TINHA QUE SER FEITA E NAO CONSEGUIU POR CAUSA DAS RESISTENCIAS. ENTÃO SE O SR. QUISER FAZER UM BEM PARA O INDIGENISMO BRASILEIRO, SERIA BOM ACABAR COM ESSE BLOG E DEIXAR DE SER UMA INSTRUMENTO DE DISCÓRDIA, QUE NÃO SERVE A NINGUEM... NEM PARA O SR.... E NEM PARA O INDIGENISMO....

Anônimo disse...

A proposta acima é reacionária, de alguém que não quer ver as idéias serem expostas abertamente e democraticamente. Este Blog tem sido o único canal de comunicação entre índios, indigenistas, estudantes, antropólogos, etc.
Ja basta de repressão e agora alguém propõe mais esta!!!
Camarada, fique a vontade..., não abra mais este blog e deixe-nos em paz para expressarmos nossas idéias livremente!!!! Alguém que vem com essa proposta tão ridícula, só pode fazer parte do bando que atualmente controla a Funai! Sua ridícula proposta não pode sobrepor à participação de tantos interessados pela questão indígena que, atualmente, somente se comunicam através deste importante Blog!
Moacir Melo
Indigenista

Anônimo disse...

complementando acima: não se acovarde, exponha a cara, não escreva no anonimato! Faça pelo menos sua mensagem ter alguma coisa de real!

ARETSU SUTSAE disse...

SONIA PARECIS E RAIDI XAVANTE IRMÃOS E PARENTE CONSANGUINOS, ENTENDO A ANGUSTIA DE VOCES A RESPEITO DO DECRETO... A TRÉPLICA AQUI É PARA DAR TRATAMENTO AO DIREITO DE RESPOSTA QUE ESTE DEMOCRATICO ESPAÇO NOS CONCEDE... SEGUINTE, PEÇO QUE VOCES(RAIDI E SONIA) FAÇAM UMA LEITURA COM MAIS ATENÇÃO NO MEU TEXTO ACIMA, PORQUE LÁ EU NÃO ME REFERI AOS INDIGENAS DE TODO MATO GROSSO E SIM SOMENTE AOS INDIGENAS DO NOROESTE DE MATO GROSSO... AO QUE POUCO APREENDI NOS BANCOS DA ESCOLA DA MINHA ALDEIA, OS PARENTES XAVANTES SITUAM-SE NO LESTE, E PARECIS NO MEDIO NORTE DE MT..
SINCERAMENTE, A NOSSA CAMINHADA A BRASILIA NÃO É PARA ENFRENTAMENTO, MAS SIM PARA DEFENDER OS NOSSOS DIREITOS, DIREITOS PARCOS, QUE SÓ AGORA ESTAMOS TENDO O GOSTINHO DE PARTICIPAR DE FORMA JUSTA DA FATIA DO BOLO OFERECIDO PELA FUNAI, PORQUE ANTERIORMENTE PARA NÓS SÓ SOBRAVA O PÓ DO PÃO QUE O VENTO SOPRAVA DE CIMA DA MESA, POIS O GROSSO ERA LEVADO POR UMA MINORIA DE PARENTES PLANTONISTAS, A BASE DA PRESSÃO BORDUNISTICA OU BAFORADAS DE CIGARROS E CACHIMBOS FETIDOS ALUCINOGENOS ENTRANHADOS NOS CORREDORES DA SEDE FUNAI.
NÃO ENTENDO PORQUE A PARENTE SONIA ESTA INSATISFEITA, VISTO QUE OS PARECIS PASSARÃO AGORA A SER ATENDIDOS POR MAIS UNIDADE DA FUNAI, ALEM DE TANGARÁ, VOCES PODERÃO SER ATENDIDOS EM CAMPO NOVO, E SAPEZAL, OLHA AÍ, VOCES ESTÃO SAINDO DO ATENDIMENTO DE UMA UNIDADE PARA TRES UNIDADE, SENDO QUE AS CTL'S TERÃO QUASE O MESMO PAPEL DAS ANTIGAS ADMINISTRAÇÃO EXECUTIVA REGIONAL(AER),COM UM PEQUENO DETALHE, DESPROVIDAS DE AUTONOMIA FINANCEIRA, MAS ISSO É FACILMENTE SUPERADO, POIS A EFICIENTE COORDENAÇÃO REGIONAL DE CUIABA EXECUTARÁ DE FORMA AGIL OS RECURSOS A VOCES DESTINADOS.
CARO PARENTE RAIDI, SE O TCU DESSE UMA OLHADA COMO FUNCIONAVA AQUELE MONTE DE UNIDADES GESTORAS DE:BARRADO GARÇAS, PRIMAVERA,XAVANTINA,GENERAL CARNEIRO,CAMPINAPOLIS,AGUA BOA,GOIANIA E SÃO JOAQUIM, A FUNAI JA TINHA ERA MESMO É QUE SER EXTINTA E PROCESSAR UM MONTE DE ADMINISTRADORES SENDO A MAIORIA INDIGENAS, POIS O QUE SE FAZIA NESTA LOCALIDADES ERAM VERDADEIROS CHUTES NAS NORMAS VIGENTES NOS PAIS, ESPECIALMENTE COM A MANEIRA DE COMO ERAM GASTOS OS RECURSOS PUBLICO. A 8666 E 8112 ERA IGNORADA...O QUE EU TO FALANDO AQUI EU OUVI DE UM XAVANTE NO ABRIL INDIGENA DE 2006... CARO IRMÃO, NÃO DAVA MAIS PARA CONTINUAR COM A FARRA DAS UGS... VOCE DEVE MUITO BEM SABER QUE EM GENERAL CARNEIRO ABRIU-SE UMA UNIDADE GESTORA SÓ PARA ATENDER UMA FAMILIA NÉ...

Souza disse...

Moacir, quanta ofensa só porque tem pessoas com idéias opostas. Seja mais democrático, coisa que nunca foi, e deixe alguem se posicionar contrário a tuas posições. Até parec que quem quer moralizar o blog é que nada vale,
Todo mundo está falando que vc se queima a toa só porque foi afastado da chefia de gab. Quem não é competente não se estabeleça.
Muitas vezes vc também não se identificou e nem por isso foi chamado de covarde.Pelo geito de vc escrever, mesmo que escrevas anônimo, sabemos que foi vc. Quando não tens coragem de assumir sei que tb assinas anonimo. Então deixe as pessoas se posicionarem assim como vc. Não seja sectário. Quando estiveste na Funai não teve coragem de ajudar o Mercio a reestrutura e agora cheiode críticas. Reflita.

Souza

Waldira disse...

Caros leitores,

Mais uma vez volto pra demonstrar meu total estarrecimento com o comentário de anônima, será que entendi bem? Ela acha que tá na de acabar com o blog? e que nós estamos alimentado e contribuindo para um confronto entre índios? Pirou essa anônima. Quem fez tudo isso fomos nós ou vocês? Quem patrocinou idas e vindas de índios, nós ou vocês? que ficou no silêncio? Quem decretou algo sem anuência dos índios? E assim por diante. Me faça o favor, nos repasse a responsabilidade do que vem ocorrendo para terceiros. Se as coisas chegaram ao ponto que chegou, que ao menos assumo isso com dignidade. O que fazemos é concordar e emitir nossas opiniões, pois acredito que vivemos num país livres, ou não? o mínimo que podemos fazer é apoiar os mesmos nessa luta, pois como cidadã tenho o direito de escolha. Para não ouvir ou ler baboseira, amiga, não leia o blog. Pois lerei sempre. Quem diz o que quer, ouve o que não quer.E com certeza senhora, continuarei a apoiar os indios por como eles não acredito nesse benefício e nessa conversa pra boi dormir. Não alimento violência mais acho que os índios estão exergando muito além, o futuro deles estão em jogo, pena que outros não encherguem e quando isso acontecer, talvéz seja tarde. Espero que não. Falar em competência, não estou falando as coisas transparece por si só e a cada publicação e a cada dia que se passa. Boa Noite. Vivemos em um país livre. Não seja mais uma ditadora.

Mariana disse...

Sr. Moacir, de fato este blog é muito democr[atico, só que de um lado só. o Sr. diz: "A proposta acima é reacionária, de alguém que não quer ver as idéias serem expostas abertamente e democraticamente. Este Blog tem sido o único canal de comunicação entre índios, indigenistas, estudantes, antropólogos, etc."
De fato era o único canal que tinhamos para dialogar e virou nisso que estamos vendo. Só baixaria...
quanto a eu ser da Câmara e ter vergonha do que aconteceu, é verdade, quando o MST invadiu e fez o quebra-quebra tb fomos contra e repudiamos. Agora dizer que meu interesse é só no meu salário e de uma mesquinharia suja de quem só quer ter um lado e não admite criticas.
"Quem diz o que quer, tem que que ter vapacidade de ouvir o que não quer". Agora vir com acusações de corrupção, pessoas assim julgam os outros pelo que são. Graças a Deus sou uma trabalhadora concursada e aprovada por mérito e me orgulho de ser honesta cumpro meu horário trabalhando honestamente. Não sou cargo de confiança e nem mamo nas tetas do governo como muitos dos que trabalha na Funai que só trabalham se tiverem DAS ou FG. Já defendi muito os direitos dos ]indios e não foi por dinheiro não, foi por conciencia. Não ofendam a quem vcs não conhecem.
Mércio sinto muito que vc permita tanta baixaria em seu blog.

Um abra;co

Mariana Assis

Anônimo disse...

Lendo o comentario da senhora waldira, achei interessante a distribuição das unidades técnicas de Pernambuco, ou esse presidente da Funai é louco ou não entende de nada, prefiro ficar com a segunda opção. Quer dizer que que os indios de Truká da Cidade de Cabrobó ficam subordinados a coordenadoria Regional de Paulo Afonso, com o Coordenador técnico local, e os indios de Truka de orocó que são os mesmos, ficam subordinados a coordenadoria técnica de Maceió com o mesmo coordenador técnico subordinados as duas coodenações, deixe eu entende um pouco mais os indios de Atikum que tem o coordenador técnico local ficará subordinado a coordenadoria técnica de Paulo Afonso, pois fica localizados na cidade de Carnaubeira da Penha e os indios de Pankará que fica na mesma cidade e tem o mesmo coordenador técnico local , agora vai ficar subordinado a coordenadoria Regional de Maceió, subordinados as duas coordenações essa não posso deixar passar quero entender melhor e agora começo a entender os indios de Pankararu e Entre Serra ficarão subordinados a coordenadoria Regional de Paulo Afonso pois ficam localizadas entre os municipios de Tacaratu, Petrolandia e Jatoba, com um coordenador técnico local e os Pankaioká que fica localizada em Jatobá ficam subordinados a coordenadoria Regional de Maceió, com o mesmo coordenador técnico, sinceramente eu não acredito que o Marcio Meira tenha feito uma cousa desta. isto é verdadeiramente incrivel, fantastico extraordinario. Presidente eu acho que o senhor tem que consertar esta falha. Não precisa agente falar mas nada eu desisto. Tire umas férias o Sr. estava indo tão bem.

Anônimo disse...

Mariana Assis,

Li o seu comentário e me sinto no dever de responder e fazer alguns esclarecimentos:

1. em momento algum eu usei de baixaria ou palavras ofensivas;

2. fiz algumas observações para chamar a atenção sobre o exercício da justiça;

3. impossível calar quando se discrimina o índio;

4. desde a publicação do Decreto 7056, tenho postado alguns comentários sem usar de palavras de baixo calão, de denegrir, de ofender;

5. Em momento algum fiz questionamentos sobre sua vida profissional, se a senhora tem DAS ou FG, se é concursada ou não...

6. também não afirmei que a senhora "mama nas tetas do governo";

7. sua interpretação à minha postagem no blog - foi literalmente equivocada.

8. não tenho pretensão de pedir desculpas - porque não houve ofensas;

9. sempre, quando qualquer pessoa usar o blog do Mércio para achincalhar o índio - eu vou ficar ofendida. Vou responder. Vou questionar...

Dos Santos disse...

Lendo as trocas de gentilezas acima, percebe-se claramente o seguinte: existem pessoas que criticam o decreto de forma idealista, honesta, realmente preocupadas com o fortalecimento da FUNAI e com a construção de uma nova política indigenista. Mas existem outras que criticam apenas movidas por interesses corporativistas, preocupados com DAS e com as velhas práticas clientelistas de manipulação dos índios. É preciso separar o joio do trigo para que a justa luta dos índios não seja desmoralizada. O decreto é uma porcaria mas grande parte das reações contrárias também são. Cadê uma proposta alternativa? Qual estrutura para FUNAI estão querendo? Que modelo de indigenismo defendem? A turma que dirige a FUNAI atualmente está usando exatamente esse argumento: os críticos não têm proposta, só vivem de picuinha, querem de volta o velho indigenismo assistencialista e etc. Vamos ajudar os índios a construir uma alternativa e encaminhar as críticas de forma qualificada, e não ficarem reféns de aventureiros e outras figuras de caráter bastante duvidoso que só servem para queimar o filme da FUNAI e assim reforçar os argumentos dos arautos do Novo Indigenismo.

Anônimo disse...

Parabéns dos Santos!
EXCELENTE, VERDADEIRA E APROPRIADA AVALIAÇÃO!!!

Moacir Melo

Guilherme disse...

Senhor Dos Santos e anônimo disse,
não é bem isso. Não é questão de forma administrativa nem enxugamento da "maquina" administrativa, muito menos de modelo de indigenismo ou volta ao assistencialismo: É O PODER PELO DOMÍNIO DOS INTERESSES ECONÔMICOS.
Os indígenas estão sendo tratados ao léu como se nada devessem fazer ou participar - fizeram o decreto e assinaram na surdina sem conhecimento dos interessados afetados, ou seja, as comunidades indígenas.
Por outro lado as não governamentais que recebem recursos estrangeiros, e apresentaram a proposta do decreto, assumiram importantes papéis envolvendo controle de mineração e convênios abertos - as mesmas que questionavam e faziam lobi pelo fim da tutela e colocando isso como paradigma do fracasso e do desrespeito ao índio, acrescido de que o órgão do governo tem maus e ineficientes funcionários.
Estão controlando a FUNAI e praticando o poder, inclusive com atitudes condenáveis e ditatoriais contra índios e servidores.
As explorações dos recursos naturais minerais, florestais, sequestro de carbono e a exploração e pesquisa da biodiversidade de vento na popa, e essas últimas sob quadro de atividades de algumas ONGs.
A FUNAI se tornou a casa/embaixada dos indígenas então começaram a depená-la propositalmente para diminuir sua força e para abrir as portas para as consultorias aberrantes - para promover sua diminuição ao neo-liberalismo. Excluram os que não concordavam das discussões que antecederam.
E tudo vai piorar com a liberação da mineração em Terras Indígenas.
E essas ONGs e a atual direção da FUNAI vão sempre alegar que outros estão prejudicando, nunca vão admitir que suas idéias e manobras são deficientes e irresponsáveis e perniciosamente ditatorial.
A verdade é que estão justificando o seu fracasso nos "subversivos" igualmente fizeram os governos passados que tanto acusavam.
Estão excluindo, como sempre condenaram;
Estão no nepotismo familiar e político, como sempre condenaram;
Estão impondo, como sempre condenaram.

Anônimo disse...

Olá amigos,

ontem no programa de DATENA, da BAND, foi convidado para uma breve entrevista o deputado Aldo Rabelo, do PCdoB. Apesar do curto espaço de tempo oferecido pelo programa, o deputado fez denúncias preocupantes em relação ao desmatamento da Amazônia, das condições em que vivem as comunidades indígenas daquele estado e, essencialmente, sobre a atuação das ONGS INTERNACIONAIS em território brasileiro. Uma grande vergonha para nosso governo permitir que estrangeiros de diversos países, usando de má fé, extraindo, subtraindo, roubando nossas riquezas e aliciando nossos indígenas continuem atuando normalmente.

O deputado acima citado tem propostas para apurar a atuação das ONGS em terras brasileiras.

Enquanto o nosso governo permanecer SURDO, CEGO e MUDO e fazendo vista grossa com relação as ONGS infiltradas
em nosso país, certamente o estrago poderá ter proporções mais devastadoras ainda.
O que verdadeiramente impede o nosso governo de investigar severamente a atuação de todos os estrangeiros infiltrados no Brasil? E o que nós, enquanto cidadãos brasileiros, podemos fazer?

Estamos sofrendo na pele o resultado da atuação de determinadas ONGS dentro das terras indígenas, dentro da FUNAI e com responsabilidade direta sobre o Decreto que esfacela o nosso órgão indigenista. Certamente que o presidente Márcio Meira, usando da prerrogativa do "poder" que foi lhe foi conferido pelo presidente da república, pelo Ministro da Justiça que deu o seu AVAL, a CARTA BRANCA, o CAMINHO ABERTO - para que as MALDITAS ONGS possam usar o rolo compressor em cima dos povos indígenas, da história, da cultura, do indigenismo brasileiro...

Uma vez, usando esse blog, eu disse:
QUE SE DANEM todas as ONGS sugadoras, oportunistas e desonestas...

Sinto-me absolutamente IMPOTENTE diante de tanta injustiça, violência, corrupção... Quisera eu possuir uma "varinha mágica" e transformar o nosso país... VARRER a vaidade, os interesses torpes e acabar com a SÍNDROME do poder, do estrelismo...

Só me resta rezar, rezar e rezar...

Acampamento Indigena disse...

Viva o Korubo! Que a justiça seja feita! Viva o Acampamento Revolucionário Indígena!
www.acampamentorevolucionarioindigena.blogspot.com

Anônimo disse...

Quem são esses que querem denegrir o Acampamento Revolucionário Indígena e os indigenistas?
A quem interessa esses ataques intempestívos?
Viva o Korubo, O Carlos Pankararu, a Lúcia Munduruku e os Kraô-Kanela que iniciaram o movimento de resistência acampado há amis 04 meses na Esplanda!
Viva a Rosane Kaingag, Viva o Jeremias Xavante,o Jocélio Xukuru e sua turma.
Viva ao Kretã e os povos do sul.
Viva ao povo Guajajara, a Arão, Raimundo, Chicolino, Zé lopes e todos aqueles que no universo de aproximadamente 300 índos resistentes e fácil esquecer. Perdão!Viva o pessoal de Tangará da Serra-MT. Viva os Xavante.Viva o grande Megaron e o líder Raoni. Viva a Aritana, Piracumã, Takuma, aos Ikpeng's, Mairawe e demais Kayabi, enfim todas as lideranças do Xingu hoje no propósito de revogar o famigerado e Sangrento Decreto 7056/09. Viva os Kayapó do Pará. kaiabi
Viva aos indigenista, Moacir Melo, Caetano,Cariry,Regina,Maria Eliza, Cezinha, Murício Wilker, Rogério, Paulo Astralgéssimo e pessoal de Recife-PE.Viva especial para aos bravos guerreiros de Goiania-GO.Viva a Ansef. Viva os Sindsep's DF.,GO., RO.,e PE. VIVA a lutadora Therza Alencar e direção do Sindsep.,especialmente para Alice do departamento dos Aposentados e equipe, Verônica da Assessoria Parlamentar, Othon, Waldir, Walda ,aos prestativos motoristas e telefonistas que lá trabalham.Viva a Condsef., na figura do Sérgio Ronaldo. Viva ao Pedro Armengow e Rejane Pitanga da CUT e todos aqueles indigenistas anonimos e simpatizantes esquecidos por que somos muitos na defesa daquilo que gostamos de fazer e pela indignação diante daquilo que consideramos desarmônico, autoritário, anti democrático.
Obrigado a todos ! Que direta e indiretmente estão solidários a luta indígena e indigenista.
Desculpem a falta de memória que fez com muitas figura importantes fossem olvidados em detrimento de suas valiosas contribuições.
Viva a nossa aliança. Não somos incapazes. Não somos ultrapassados. Não merecemos a humilhação e o aviltamento que nesse processo coletivo de assédio moral estamos submetidos.
Paz, compreensão, resignação e perdão para Silvia Tafuri.
Viva todos os povos indígenas.
Saudações Indigenistas!

Wagner Tramm

Anônimo disse...

E VIVA RONDON QUE AINDA VIVE!!!!

Moacir Melo

Waldira disse...

Senhor anônimo do dia21/05 ás 01:00, o que disse foi apenas uma preliminar. Se tivesse que fazer uma análise aprofundada, seria longo o comentário só com os erros de Pernambuco. Fiz um análise geral com as regionais e etnias por mim conhecida e olha que não sou perita e nunca trabalhei na área fundiária. Vamos pedir para nossos colegas de trabalho de outras regionais façam um diagnóstico da situação após publicação de subordinação territorial e nos envie através desse blog, quem sabe possamos contribuir para melhoria dessa subordinaçãop, apesar de não ligarem para nossa opinião, somos velhos e precisamos de opxigenação, não é isso? Mais temos o dever em prol dos índios. Meu problema não é do decreto é os erros neles existentes e que o maior prejudicado são os indígenas e apesar de que muitos achem o contrário, apenas desejamos o melhor. Que as regionais repassem os erros e assim possamos contribuir para uma revisão. Um Abraço, waldira

Blog do Walfredo disse...

Caro Mercio
Parece que está na hora de publicar apenas comentarios de quem se identifica. Quem quer ficar anônimo não tem responsabilidade sobre o que diz....

 
Share