segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Álvaro Tukano faz duras críticas ao atual presidente da Funai

Um dos grandes e mais respeitados líderes indígenas do Brasil, Álvaro Tukano, que, junto com Marcos Terena e Mário Juruna, estabeleceram as bases do movimento indígena no Brasil, nos idos de 1979, escreveu email para deputados do PT, do qual é membro há muitos anos, no qual tece sérias críticas à atual gestão da Funai.

Álvaro Tukano exige que o presidente Lula tome providências antes que a situação política fique mais embaraçosa para ele, sobretudo nessas eleições.

____________________________________

Foram 47.651.434 votos para companheira Dilma Rousseff. 


Sou ÍNDIO TUKANO, PETISTA, eleitor de BSB, Setorial dos Movimentos Populares do PT Nacional.  Fomos traídos por Pres da FUNAI que, é, também, Pres Comissão Nacional de Política Indigenista - CNPI. Ele impôs reestruturação da Funai, sem consentimento das lideranças tradicionais. Ele nunca compareceu no Congresso Nacional quando foi convocado para dar explicações sobre os crimes que acontecem no MS e no resto país. Ele só trouxe "amigos" oportunistas, entre "ASPAS", sonhadores, amigos dos amigos para Brindar os Cargos de Confiança.... São todos de BELÉM, o que nunca foi aceito pelos petistas índios e simpatizantes.  


Esse presidente da Funai, sem dúvida, defende a presença da FORÇA NACIONAL que continua até hoje na porta da FUNAI. Eu e outros fomos barrados para entrar na Funai, só éramos contrários à reestruturação e ideológicos puros para defender os interesses reais de nossos povos.  


Enquanto isso, infelizmente, toda a fronteira do Brasil continua VAZIA, SEM FORÇA NACIONAL para combater as ARMAS PESADas dos TRAFICANES DE DROGAS.  


Os Chefes de Postos Indígenas NAS ÁREAS, apesar de receber os salários em  dia. 


O Presidente da Funai, sem dúvida, corrompe os membros da CNPI que fizeram a roda de discussão fechada nos Hotèis de 5 Estrelas, Diárias e outras mordomias para defender os interesses pessoais do Presidente da FUNAI que, juntamente, com o Coordenador das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira - COIAB  ( anterior ) venderam os direitos coletivos das Nações Insdígenas. 


Violaram os Direitos Nacionais e Internacionais das Nações Indígenas, mandaram construir a Usima Hidrelétrica da Belo Monte para grandes empresas privadas de sempre para matar ÍNDIOS e Florestas. Os índios do  Mato Grosso não têm terra, água e vida. Os índios estão morrendo! Os índios do Xingú vão morrer em nome do DESENVOLMIMENTO PREDATÓRIO em todos os sentidos. 


Ecologistas, índios e brancos, todos defensores da vida não acreditam na FUNAI e nos políticos que apóiam o atual pres Funai. 


Por que o Pres LULA não atendeu as reivindicações das nações indígenas que defendem a vida das florestas e dos rios?   


Em São Gabriel da Cachoeira, AM, os índios presentes no Hotel de Trânsito do Exército não pediram para salvar apenas algumas línguas indígenas  - 20 - que custavam mais de 2.5 milhões de reais para  os pesquisadores ligados ao atual pres Funai. 


Hoje, os Pontos de Culturas Indígens - 75 no Brasil, não podem ser tratados com propriedades privadas do Sr. Levinho, Diretor do Nacional do Índio do Rio Janeiro, que vê os índios com objetos de pesquisa.  


Digo isso com muita diganidade, que não somos gorilas, pernilongos, os bichinhos de estimação...


Nesse governo os direitos indígenas foram roubados. Até o Dr Paulo Panakararú, hoje, dirigindo a Ouvidoria, infelizmente, não está fazendo nada para defender os indios do MS e outros que são perseguidos pela Polícia Federal. Agora, ele gosta de viajar na ONU. Ninguém sabem o que ele diz por la...


Para atual pres Funai só valem os índios que  são meramente informantes para os pesquisadores. Assim, NÃO DÁ! 


Por causa da reestruturação autoritária por parte do atual pres Funai, sim, houve o derramento de sangue entre índios na porta da Funai, em janeiro do corrente. Mais de 700 índios fizeram protesto contra a reestruração forçada da Funai.  


Essa incoerência indígenista por parte do Márcio Meira, sim, só trouxe desgaste política para o Partido dos Trabalhadores que, nas eleições passadas, 95% dos eleitores indígenas votaram no LULA.  Se atual Governo fosse capar de salvar a ecologia deveria trocar o atual pres Funai que só deu desgaste político no movimento indígena. 


A Associação Brasileira de Antropologia, sim, deveria rever  a ÉTICA PROFISSIONAL à Questão Indígena.  Quem está está no Governo LULA é Márcio que fica enganando todo tempo. 


Quem está errado é o Ministério da Justiça que mandou derrubar dois árvores que davam sombra aos índios descontentes com a reestruturação. Em plena Esplanada dos Ministérios os índios enfrentaram mais de mil soldados montados em cavalos, carros, Polícia Civil e Militar, a PF.  O Dr. Paulo Pankararú não defenderu absolutamente os parentes que deitavam no chão e que passavam todo tipo de humilhação, discriminação, fome e violência.  


Então, meus caros companheiros, a  DILMA e nós  temos que ver tudo isso. Fora Márcio Meira! 


Álvaro Tukano. 

16 comentários:

Anônimo disse...

Alvaro TuKano, boa descrição, mas a madrinha do Marcio e a Sr Dilma

Rosy Lee Brasil disse...

Mercio meira no Brasil não se planta dinheiro se ganha. O povo quer politica de Sustentabilida dignida á pessoa humana democracia jústa o Povos Indigenas e á Nação já foram muitos prejudicada por ganancia terceiro sejam coerente .O Brasil não se desenvolve economicamente com discriminação,fome e á marginalização.

Mirina disse...

Parabéns, Alvaro Tukano. Vc é uma grande liderança indígena.

Anônimo disse...

O resultado das urnas foi um recado bem dado, que Lula, o PT e Dilma, não são os donos do Brasil,
por conseguinte Márcio Meira, as Ong's e a CNPI, não são os donos dos índios, dos patrimônios indígenas, nem da FUNAI.

Anônimo disse...

Os esquartelamentos das Administrações Regionais que funcionavam em algumas capitais,
aliados as forçadas interestadualizações territoriais de algumas Coordenações,
todas divergentes da divisão federativa da República do Brasil ,
demonstraram a nítida intenção do isolamento das lideranças indígenas em relação ao poder público local,
para impedi-los das ascensões na política partidária,
além de também manterem as Organizações Indígenas cativas dos intermediários do governo central,
que certamente se apropriarão da maior parte dos recursos, destinados ao bem estar dos índios.

Anônimo disse...

Veja o video e reflita
Dilma desrespeita os tupiniquins e todos nós.
http://www.youtube.com/watch?v=pogmLRleh28&feature=youtube_gdata

Anônimo disse...

Se eleita, Dilma terá maioria para mudar Carta. ai é que o bicho vai pegar.
Para o cientista político Bolívar Lamounier, caso Dilma seja eleita, a composição governista das duas Casas "estará no limite do tolerável, o que obriga a uma vigilância atenta da sociedade".
Em agosto, Lamounier escreveu o artigo "A mexicanização em marcha", apontando tendências autoritárias do PT: "O resultado nos Estados foi bom. Estou menos angustiado, mas o risco persiste. É uma maioria muito grande nas mãos de um partido fisiológico como o PMDB e de um partido como o PT, ambíguo com a democracia".

Anônimo disse...

NOTÍCIAS DE BASTIDORES

O atual Deputado Federal do PT do Pará Paulo Rocha foi quem indicou o Antropólogo Márcio Meira, para a presidência da FUNAI , mas teve que continuar lhe apadrinhando devido a sua conturbada gestão. Acontece que por ter sido agora apenas o terceiro candidato mais votado para o Senado no Pará e por não ter o nome limpo perante a Justiça, é bem provável que fique sem mandato em 2011, logo deverá reivindicar a continuação da sua dominação sobre a FUNAI, para não desempregar seus trapalhados cabos eleitorais.
Resta saber se o PMDB não vai querer ficar com o Ministério da Justiça e seus órgãos vinculados.

Anônimo disse...

NOTÍCIAS DE BASTIDORES

O atual Deputado Federal do PT do Pará Paulo Rocha foi quem indicou o Antropólogo Márcio Meira, para a presidência da FUNAI , mas teve que continuar lhe apadrinhando devido a sua conturbada gestão. Acontece que por ter sido agora apenas o terceiro candidato mais votado para o Senado no Pará e por não ter o nome limpo perante a Justiça, é bem provável que fique sem mandato em 2011, logo deverá reivindicar a continuação da sua dominação sobre a FUNAI, para não desempregar seus trapalhados cabos eleitorais.
Resta saber se o PMDB não vai querer ficar com o Ministério da Justiça e seus órgãos vinculados.

Anônimo disse...

veja este Blog

http://www.valfridosilva.com/view.php?id_post=558

A candidata a presidente pelo PT, Dilma Rousseff, foi fotografada
em Campo Grande, segunda-feira, utilizando um adorno no ouvido,
além dos brincos. Trata-se - segundo noticiou um blog local, assinado
por Valfrido Silva - de um "ponto eletrônico", que permite a quem o
utiliza ouvir instruções de outra pessoa, talvez um assessor ou
assessora.
Vejam o presidente Lula ao lado da companheira Dilma. É claro que ele
sabe que aquele "adorno" no ouvido da candidata é um ponto
eletrônico. Sabe e aprova porque sabe também que ela é
incompetente e incapaz de um simples raciocínio lógico.

Os fatos contra a boneca de ventríloquo Dilma se acumulam, mas o

eleitorado prefere o abismo.

Pois bem: que depois não se façam de vítimas, nem digam que nã

Anônimo disse...

Valeu pela noticia de ultima hora, isto só veio demonstrar a podridão que manda na FUNAI e arrola o PT

Anônimo disse...

http://estadao.br.msn.com/ultimas-noticias/artigo.aspx?cp-documentid=25844891

No 1º turno, aliados de Serra tiveram mais apoio do PV do que governistas
Na disputa pelo apoio dos eleitores da candidata do PV, Marina Silva, o tucano José Serra conta com a vantagem de sua coligação ter fechado mais acordos políticos regionais com os verdes no primeiro turno do que os de sua adversária, a petista Dilma Rousseff. No primeiro turno da campanha, os verdes tiveram aliança formal com PSDB, DEM ou PPS em sete Estados: Amazonas, Amapá, Rio de Janeiro, Paraíba, Rondônia, Sergipe e Tocantins. Do outro lado, o PV apoiou diretamente aliados de Dilma em cinco Estados: Acre, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso do Sul e Pará. Nas outras 15 unidades federativas, o partido lançou candidatura própria independente ou ficou neutro, sem apoiar nenhum dos parceiros diretos dos dois candidatos. Além de ter fechado mais coligações formais com os verdes, Serra leva outra vantagem na briga pelos votos dados a Marina. Nos três maiores colégios eleitorais do Brasil, o PV já tem uma sintonia política bastante grande com o PSDB, o que poderá influenciar a decisão do partido.

EDSON SOUZA disse...

Estimados Leitores e demais participantes do Blog do Antropólogo Mércio Pereira Gomes.

Peço encarecidamente que acessem o link abaixo e depois reflitam: Será que o Brasil realmente merece isso?!?!?!?!

Muito obrigado!

EDSON SOUZA


http://www.youtube.com/watch?v=cA7u6f9Dkv0&NR=1

Anônimo disse...

ESTAMOS EM UMA ENCRUZILHADA

SERRA é sinônimo de ferramenta CORTANTE ou CADEIA de montanhas.

ROUSSEFF ninguém sabe o que pode significar.

Anônimo disse...

Roussef, acredito que nem Deus a de saber o que sairia daquela cabeça.

Rosy Lee Brasil disse...

vamos tre uma nova revolução o povo na verdade não quer serra enem dilma o brasil não está preparado pelas essas duas politica que da na mesma alienação .privatizações,e sem perpeqitiva de futuro .nova constituição já á do ulises guimarães foi alterada q/ fogem de tudo q/ aseia povo brasileiro .

 
Share