quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Últimos dias de 2010

Passei os últimos dias viajando pelo sul do Brasil. Do Rio a Sao Paulo, Curitiba, Ponta Grossa, Porto Alegre, Gramado, Bento Goncalves, almoçando em Antonio Prado, uma das cidades de colonos italianos mais bem preservadas, agora a linda Florianopolis. Estamos há três dias na Praia Cachoeira do Bom Jesus, com quase toda a família. Sinto falta do Chico, que ficou para concluir seu curso de engenharia civil.

Daqui, de férias e nas praias, aproveitando o calor e a beleza da ilha, o mundo parece meio esquecido e irreal, só visto nos jornais com dois dias de atraso, ou no noticiário rápido da televisão. Onde ficamos não há wifi, só pelo celular posso ler twitter ou emails. De vez em quando alguém liga para desejar Feliz Ano Novo.

 Desejo a todos os leitores, amigos e participantes deste Blog um muito Feliz e Próspero Ano Novo. Que a situação indígena melhore, que os projetos pessoais de cada um deem certo, e que o Brasil consiga dar mais um salto no seu desenvolvimento econômico, político e cultural.

De minha parte, neste ano de 2011 que vem saírá publicado meu novo livro de antropologia teórica, chamado Antropologia Hiperdialetica. É o resultado dos últimos dez anos de reflexão sobre cultura e sociedade, sobre as possibilidades do conhecimento alem da lógica científica. Sei que haverá resistências e dúvidas a algumas ideias do livro, mas sei tambem que haverá boa recepção da parte daqueles que têm mente aberta e vontade de ampliar sua visão do Homem e do mundo

A todos meus respeitos e minha saudação mais carinhosa.

PS
30/12/2010

Em breve escreverei um artigo neste Blog sobre os três indigenismos que estão se degladiando na conjuntura política atual. Qual deles prevalecerá, não sabemos, a situação está indecisa. A continuidade do indigenismo que domina a política indigenista atual será devastadora para o futuro dos povos indígenas do Brasil.

25 comentários:

Blog do Walfredo disse...

FELIZ ANO NOVO

Anônimo disse...

Eraldo Leite.

Feliz Ano Novo, Aos Índios , servidores e ex-presidentes da FUNAI.

Anônimo disse...

Poxa que noticia boa no final deste ano, para índios e servidores da FUNAI. Marquinhos Xucuru será o vice presidente da FUNAI a convite do proprio Marcio Meira,agora sim teremos um índio firme e forte na presidencia quando da saída do Marcio Meira,muito boa a estrategia da equipe de transição, Marquinhos, este sim tem liderança perante todos os índios do nordeste e muito boa penetração com os índios do Norte. Começaremos o ano com uma boa pespectiva e vamos lutar para que todas a CTL comecem a funcionar. P A R A B É N S pela escolha do Marquinhos XUCURU e Feliz ano Novo para todos.

Anônimo disse...

1. Veja: "Obama's reversal on Indigenous Peoples Rights stirs concern on legal claims" (EUA agora com a ONU Declaracao de 2007).2. Fiquei inverno de 1992 na Praia Campeche/Ilha Sta. Catarina, e inverno 1993 em Camboriu. Santa Catarina e o melhor do Brasil e o melhor da America do Sul. Parabens a todos para 2011! jan z. volens

Anônimo disse...

"O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer".
(A.Einstein).

E aí parentes da CNPI? Será que voces tem mesmo o que comemorar?

Anônimo disse...

A transmissão do cargo de ministro da Cultura será amanhã, dia 1.º, às 18h, no Auditório do Museu da República. Ao receber o cargo das mãos do antecessor, Juca Ferreira, Ana de Hollanda deverá anunciar seus novos secretários e colaboradores, entre eles um novo presidente para o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).


O secretário executivo deverá ser Vitor Ortiz, ex-Funarte na gestão de Antonio Grassi e ex-secretário de Cultura de São Leopoldo (RS). O nome para o Iphan deve ser Márcio Meira, que presidiu a Funai. Essa informação não foi oficialmente confirmada ainda. As duas funções vinham sendo exercidas por Alfredo Manevy e pelo arquiteto mineiro Luiz Fernando de Almeida, que assumiu o Iphan e o Programa Monumenta a convite de Gilberto Gil, em 2003.

Muitas vezes aqui, nao só eu, ams muitos colocamos recortes de jornais online, e esse nao deixa de ser mais um...
assim como o que afirmava a permanencia de Marcio Meira na Presidencia da FUNAI, este diz que ele teria outra colocação. E, desta vez do atuará na sua area de conhecimento "museu" ja que coisas dimanicas que é etnia e cultura, mesmo ficando 4 anos, nao se adaptou.

Anônimo disse...

A noticia da ida do Marcio Meira para o Iphan, encontra-se no carderno " C " pg 6 " JORNAL DO COMMERCIO " pelo visto hoje em pernambuco vai ser record de vendas com esta noticia e esta em destaque ANA HOLLANDA ASSUME MINC SOB FORTE PRESSÃO. , Pelo menos uma boa noticia para os índios.

Anônimo disse...

Eu não entendo como a FUNAI tera Vice Presidente se isto não consta no regimento.

Anônimo disse...

Eu não entendo como a FUNAI tera Vice Presidente se isto não consta no regimento.

http://www.agenciamidialivre.org/

Anônimo disse...

http://www.odiario.com/dmais/noticia/378508/ministra-da-cultura-ana-de-hollanda-assume-sob-pressao.html

Anônimo disse...

A transmissão do cargo de ministro da Cultura será amanhã, dia 1º, às 18h, no Auditório do Museu da República. Ao receber o cargo das mãos do antecessor, Juca Ferreira, Ana de Hollanda deverá anunciar seus novos secretários e colaboradores, entre eles um novo presidente para o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O secretário executivo deverá ser Vitor Ortiz, ex-Funarte na gestão de Antonio Grassi e ex-secretário de Cultura de São Leopoldo (RS).



O nome para o Iphan deve ser Márcio Meira, que presidiu a Funai. Essa informação não foi oficialmente confirmada ainda. As duas funções vinham sendo exercidas por Alfredo Manevy e pelo arquiteto mineiro Luiz Fernando de Almeida, que assumiu o Iphan e o Programa Monumenta a convite de Gilberto Gil, em 2003.

A nova ministra já assume sob pressão e receberá, no ato da posse, uma Carta Aberta com cerca de 400 assinaturas de entidades (ONGs, centros de cultura, universidades, orquestras) pedindo atenção a certas conquistas do MinC nos últimos oito anos.

A carta salienta que as entidades não aceitam recuo em alguns pontos que consideram avanços, como os Pontos de Cultura, o Fórum da Cultura Digital, o Fórum de Mídia Livre, o desenvolvimento de softwares livres, a iniciativa de revisão da lei de direitos autorais e o Marco Civil da Internet, entre outros.

Ana, simpática à gestão de direitos autorais feita pelo Ecad, encontrará resistência pela frente. "Entendemos que a legislação em vigor é inadequada para representar a pluralidade de interesses e práticas que giram em torno das economias intelectuais.

A esse respeito, a lei brasileira adota padrões exacerbados de proteção, sendo significativamente mais restritiva do que o exigido pelos tratados internacionais ou mesmo que a legislação da maior parte dos países desenvolvidos, como EUA e Europa. Com isso, representa hoje significativos entraves para a educação, inovação, desenvolvimento e o acesso, justo ou remunerado, às obras intelectuais

Anônimo disse...

o kara ta bem na fita, tem direito de escolha, é logico que ira escolher o melhor: FUNAIIIIIIIIII

Anônimo disse...

A Fita é simplismente uma outra oportunidade para ele terminar o que o Gil não deixou no MinC e na Funai o desgaste é muito grande e o proprio Ministro vai ser bombardeado de tantas pressões para a saída do Marcio e ele não vai querer logo de incio fICAR dando satisfações que não convencerão aos pedintes dos cargos. Marcio Meira Feliz Ano Novo, Mercio Gomes o seu blog tem sido muito importante para o futuro da Funai.

Anônimo disse...

Bem pelos comentarios dos famosos corredores é que ele ira continuar na FUNAI. Caso encerrado.

Anônimo disse...

Bom, marquinhos xucuru assumirá a vice-presidência. De acordo com o regimento da funai vice-presidência não existe.

Ou ele assume a chefia de gabinete ou a diretoria de assistência para consequentemente ser o presidente substituto.

Marquinhos Xucuru é uma farsa, bem como sua história também é! É apenas um fanfarrão que está ganhando o seu prêmio por vender os direitos indígenas, iguais aos seus comparsas da CNPI, COIAB, ARPIN - SUL, CIMI, ISA.

Só no Brasil um pistoleirozinho covarde ascende em um cargo público tão relevante para a vida dos índios!

Anônimo!

Anônimo disse...

então vai ficar a mesma merda de sempre. os indios não tem mais força como antigamente, uqe tirava presidente.

Anônimo disse...

Se as migalhas deixadas pela “incompetência” dos indigenistas rodonianos, virou alvo de tamanha agressão e cobiça por parte dos neo-indigenistas da Funai, imaginem o que fariam os atuais gestores, se os odiados servidores tivessem sido tão “competentes”, quanto os novatos, que agora se pabulam pelos falsos avanços do indigenismo oficial, que pegou carona no bom governo do presidente Lula.
Alem de ter de engolir as falácias dos Ongueiros que se apoderaram da máquina estatal, para empregarem seus familiares e enriquecerem suas Ong’s com os milhares de Euros arrecadados em nome dos índios, os pobres servidores da Funai estão sendo perseguidos numa verdadeira “Cruzada Funcional“ , impiedosamente imposta pelos inquisitores do CIMI, que já infiltrou alguns dos seus algozes na direção da Funai, só faltando emplacar agora, o seu pior cupincha na vice-presidência.

Anônimo disse...

Gente Feliz Ano Novo à todos. Com Marcio Meira ou sem ele , a FUNAI vai coontinuar agora vem os ajustes no decreto 7056, que foi uma das maiores dor de cabeça do presidente Lula. Creio que vai haver mudanças na FUNAI e o Presidente sabe que esta sem espaço, pois houve uma desgaste muito grande a frente do orgão, agora os aproveitadores do poder querem sua continuação o que acho muito dificil. A hora da recuperação de sua imagem a a sua saída mesmo que por baixo, pois dividiu tanto os índios como os servidores. Então por ser inteligente e oportunista o Marcio deve ser substituido o mais breve possivel e o Ministro José Eduardo Cardoso terá que ter cabeça fria e não deixar os intrusos que não pertecem a FUNAI ter dominio completo dentro do orgão.Tenho certeza do bom senso por parte do Marcio Meira em deixar o Sr. Ministro da Justiça escolher sabiamente o novo presidente da FUNAI.

Anônimo disse...

Marquinhos Xucuru, tem o aval do CIMI, CNPI, IZA,para assumir um cargo de alto escalão dentro da FUNAI, e ele é muito simpatico ao presidente atual Marcio Meira,pois ele foi uma peça importante nas negociações com lideranças indigenas do Nordeste para aceitação do decreto 7056, gente vamos dar uma oportunidade ao nosso colega pois ele é um bom articulador e conhecedor das causas indigenas. Não é isto que os índios do Acampamento Revolucionario Indigena reeivindica, taí uma boa oportunidade de testamos um índio do Nordeste que exerce sem duvida nenhuma grande liderança em seu Estado.

Anônimo disse...

FUNDAÇÃO NACIONAL DO ÍNDIO
EXTRATO DE CONVÊNIO
Termo Aditivo nº. 001/2010 ao Convênio de Cooperação nº 11/2000.
Processo nº 08620.01709/2004. Partícipes: Fundação Nacional do Índio,
CNPJ nº 00.059.311/0001-26, representada pelo seu Presidente
Márcio Augusto Freitas de Meira, CPF nº 212.077.712-87 e Universidade
do Estado de Mato Grosso - UNEMAT, CNPJ:
001.367.770/0001-30 representada pelo seu Magnífico Reitor Prof.
Adriano Aparecido Silva , CPF: 395.566.971-87. Objeto: Aditar a
Cláusula Terceira - Das Metas Específicas, para acrescentar o subitem
II.4; alterar os subitens C e D do item II da Cláusula Terceira - Das
obrigações das Partes; prorrogar o prazo de vigência constante da
Cláusula Quinta do Convênio Original e por fim corrigir a numeração
das cláusulas, para sanar a duplicidade da Cláusula Terceira. Da
vigência: O presente convênio vigorará até 31 de julho de 2015, a
partir da data de assinatura, podendo ser prorrogado ou aditado,
mediante Termo Aditivo, desde que não implique em modificação do
objeto. Data de Assinatura: 22 de dezembro de 2010.

Anônimo disse...

Dima disse:
"QUEM ENTENDE DE EDUCAÇÃO É O PROFESSOR"
Todos ouvimos. Será que entendemos? quem entende de indio é o indio de etnia expecifica ou quem convive com ele nao é mesmo?
Poxa, como seria bom se, de fato, os indios de aldeias pudessem opinar nas politicas publicas em seu proveito, sei que tem outros indios urbanos (e são urbamos pq ans aldeias aconteceu alguem coisa)que merecem o mesmo carinho, admiração e, sobretudo respeito, mas os das aldeias, ao meu ver, os das aldeias estão deixados às traças, pois, enquanto se coloca na CNPI indios urbanos, conheço uma pá desses e nao são aldeados.
é tão facil, chamar os indios de aldeia para uma conversa, nao são tantos assim. Colocar especificamente politicas de atendimento peculiar a cada etnia, antes da famigerada reforma da FUNAI era essa a ideia. kd toda essa discussão?

Anônimo disse...

O Acampamento Indígena Revolucionário luta sim pelo protagonismo indígena e por um Índio na presidência da FUNAI, mas, é claro, que não queremos um traíra, um índio de fachada que faz o jogo sujo das ONG's ou do governo. Quando falamos de um indígena na presidência da FUNAI é para modificar COMPLETAMENTE a estrutura "branca" e corrupta que é a FUNAI de hoje.

Anônimo disse...

E o Cardozo disse:

O ministro da Justiça afirmou que as ações de governo da pasta serão detalhadas durante o mês de janeiro, mas já adiantou que dará especial atenção à Fundação Nacional do Índio (Funai). "Não gosto de ouvir o que tenho ouvido, que a Funai é o patinho feio da administração nacional. Faremos o que for necessário para garantir que a Funai trabalhe bem, vamos respaldar as suas atividades e não toleraremos abuso de qualquer natureza", afirmou.

Anônimo disse...

MARCIO MEIRA CONTINUA MAS CARGOS DE CONFIANÇA DEVERÃO SER COM ESPECIALISTAS E FIM DE TERCEIRIZADOS.

Anônimo disse...

Poxa que noticia boa, o Mauricio Rands Deputado Federal Eleito, e um dos defensores da derrubada do decreto 7056, será o Secretario de Governo do Estado de Pernambuco, ele é bem articulado e já conhece todo dossie do Marcio Meira. Quero lembrar também que além de ser do PT, ele é amigo pessoal do Ministro da Justiça José Eduardo Cardoso,e homem de confiança do Euardo Campos. Agora os índios de Pernambuco terão vez, já que o Marquinhos de Xucuru não tem vez com ele, pelo menos Fernando Ferro ficou de fora e quase perde a eleição lá em Pernambuco e dizem que foi apoiando pelo o então cacique. Vamos aguardar o destino da FUNAI.

 
Share