sexta-feira, 17 de junho de 2011

Cai a máscara da CNPI e da FUNAI


Intitulando-se "bancada indígena do CNPI", por certo em oposição às ONGs e aos membros do governo que também compõem o CNIP, cerca de 10 índios titulares da Comissão Nacional de Política Indigenista (CNPI) lançaram um duro Manifesto contra o governo Dilma Rousseff, culpabilizado pelos erros, equívocos, descaso, desorientação e desrespeito aos índios presentes na atual política indigenista praticada por esse governo através da FUNAI, da FUNASA e de outros órgãos federais.
Por que tanta raiva, e mais, por que só agora, é que vêm com tanta veemência objetar a essa política, já que os erros e desmandos atribuídos ao governo Dilma vêm sendo descaradamente perpetrados desde o segundo mandato do presidente Lula?

Bem, os motivos e razões estão escritos no referido Manifesto, anexado na íntegra logo abaixo. De início, o primeiro motivo alegado teria sido o desrespeito com que vêm sendo tratados pelo atual presidente da FUNAI, a quem até então admiravam como alguém que os estava respeitando. Que houve de errado?

O fato é que, na primeira reunião da 17ª sessão dessa Comissão, realizada na manhã desta quinta-feira, dia 16 de junho, os indignados índios receberam a notícia de que o presidente da Comissão, que também é o presidente da FUNAI, não iria comparecer, porque resolvera entrar em férias. Logo agora! Os índios ficaram furiosos com a desfeita e viram-na como mais um gesto simbólico, a última gota d´água, do descaso com que vêm sendo tratados, como têm sido usados como meros fantoches e carimbadores de uma política desastrada que vem sendo praticada desde abril de 2007.

Eis as demais críticas contidas no manifesto, todas já conhecidas de todos os participantes deste Blog e deste Site, dos indigenistas da FUNAI, dos amigos e supostos amigos dos índios, da ABA e da SBPC, do Ministério Público Federal e de outros órgãos do governo, muitos dos quais têm se mantido abúlicos diante dos desmandos agora apontados como se novidades fossem. Ei-los, nas palavras do manifesto, em itálico:

1. Resoluções das quais participamos raramente foram encaminhadas, tornando-se sem efeito e resultado concreto.

Obs.: Ora, pode-se supor que esses representantes indígenas da COIAB, APOINME, Arpinsul e outras tais associações não estivessem se dando conta de que nenhuma das suas sugestões vinha sendo atendida pela atual direção da FUNAI ou pelo Ministério da justiça, ou pelo governo em geral? Se for assim, então é de se esperar que índios tão escolados e auto-nomeados representantes de seus povos e regiões estivessem sendo engrupidos sem o saberem. É muita inocência.

2. Outras decisões de governo, como a reestruturação da Funai, foram encaminhadas sem o nosso consentimento, no entanto fomos acusados de ter sido co-responsáveis na sua aprovação e encaminhamento.

Obs.: Pôxa, agora a própria reestruturação da FUNAI é vista como parte de outras decisões! Ora, esta é uma das questões prioritárias nos desmandos atuais e tem sido a mais ofensiva aos patrícios indígenas que moram em suas terras, que batalham o pão de cada dia nos moldes mais tradicionais possíveis, e que dependem em muito de decisões e ações do governo, especialmente da FUNAI. A reestruturação é a própria desestruturação da FUNAI, como todos têm observado e sentido, mesmo aqueles que estão dela se beneficiando, tanto pelo corte fatal em tantas administrações, o fim dos postos indígenas, a irrealidade das anódinas coordenações técnicas, quanto pelo desmoronamento das atividades de assistência que faziam parte do órgão.

3. Contrariando a Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho – OIT, que em seu artigo 6º estabelece que os governos deverão “consultar os povos interessados, mediante procedimentos apropriados e particularmente, por meio de suas instituições representativas, sempre que se tenha em vista medidas legislativas ou administrativas capazes de afetá-los diretamente”, e contrariando o próprio Decreto de criação da CNPI, o governo tem adotado medidas de flagrante violação aos nossos direitos.

Obs.: Eita, mas isto já vem rolando há quatro anos! Quando a atual direção da FUNAI consultou os índios em questões importantes? Na reestruturação? Evidentemente que não! Porém o fizeram atabalhoadamente num irresponsável projeto de mudar o Estatuto do ìndio, consultas que foram feitas como uma farsa, com muitos índios sendo contra e não sendo levados em conta! Por sua vez, em nenhum momento o Ministério Público Federal, especialmente a 6ª Câmara, foi acionada pela CNPI ou pelas associações indígenas para forçar o governo a respeitar a lei da OIT e portanto aos índios. Nem essa Câmara tomou iniciativas contra os desmandos da atual direção do órgão. Só no caso da UHE Belo Monte é que se fez tanta questão, mas só até o momento em que a atual direção da FUNAI liberou a construção da usina à revelia das consultas aos índios e dos pareceres dos técnicos do órgão.

Por sua vez, o Manifesto declara-se magoado com uma portaria conjunta entre o Ministério da Justiça, a AGU e a FUNAI, a de n° 951 de 19 de maio de 2011, que manda criar um GT para mudar a portaria de demarcação de terras levando em conta a 17ª Ressalvas do Acórdão de Demarcação da T.I. Raposa Serra do Sol. Essa ressalva exige que o processo de demarcação incorpore a presença dos "entes federados", isto é, dos municípios e estados onde uma terra indígena esteja para ser reconhecida. Bem, os índios e os indigenistas sabem que, com essa inóspita presença, o que a FUNAI propuser como limites de uma terra indígena será irremediavelmente contestada pelos municípios. A 17ª Ressalva é só uma das quatro ressalvas contidas naquele Acórdão que inviabilizam ou ao menos dificultam imensamente a demarcação de terras indígenas em regiões de muita contestação, que, hoje em dia, são quase todas as áreas. Hoje, como no passado, demarcar terra indígena requer arte, esmero, indigenismo, precisamente o que falta à atual direção do órgão indigenista.

E quem provocou a elaboração dessas ressalvas e desse voto fatal do ministro Ayres Britto? Quem? A FUNAI, as ONGs, o CIMI, o Ministério Público? Quem falou tanto com o ministro Ayres Britto e o ministro Madeira para elaborar esse tal acórdão? Que venha à frente os algozes desse acórdão.

4. Enquanto espaço privilegiado de diálogo e interlocução com o governo para definir as políticas de interesse dos nossos povos a CNPI teve feitos importantes como as consultas regionais sobre as propostas para o novo Estatuto dos Povos Indígenas, a elaboração do Projeto de Lei do Conselho Nacional de Política Indigenista e a construção da Política Nacional de Gestão Territorial e Ambiental das Terras Indígenas (PNGATI). Porém, essas ações se tornaram até o momento sem efeito, uma vez que o governo não cumpre o compromisso de viabilizar a tramitação, aprovação e implementação desses instrumentos.

Obs.: Espaço privilegiado, sim, porque só uns poucos tinham acesso às benesses, iam às reuniões, faziam parte de grupos de discussão e voltavam sorridentes ás suas terras. Porém privilégio fútil, sem nenhuma ação ou consequência positiva, real, conforme a enorme queixa que agora se apresenta em toda sua força e dimensão. As consultas regionais para criar um novo Estatuto do Índio foram uma máscara do que deveria ter sido. Para tão importante tarefa, não tiveram coragem de convocar uma nova Conferência Nacional dos Povos Indígenas, com a que foi realizada em abril de 2006, porque tiveram medo das lideranças do CNPI serem desafiadas e terem que dar lugar a outras lideranças de base, e porque a atual direção da FUNAI sentiu que não conseguiria segurar a grande força indígena que habita o Brasil.

5. A implementação da Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI) e a autonomia política, financeira e administrativa dos Distritos Sanitários Especiais Indíegnas (DSEIs) não está acontecendo.

Obs.: Mas, não era de se esperar que a coisa iria emperrar? Como uma secretaria nova, confusa, cheia de cargos espúrios seria capaz de fazer e manter mais de 500 convênios com ONGs de saúde e não ser atropelada pelo TCU? Quem é o ingênuo que não vê a criação da secretaria de saúde indígena como uma cortina de fumaça para continuar a exercer poder sobre os índios e moê-los na sua saúde?

6. A reestruturação da FUNAI não sai do papel e os problemas nas comunidades continuam se agravando. As coordenações regionais e coordenações técnicas locais não estão funcionando, e o órgão indigenista paralizou as suas ações, notadamente a demarcação das terras indígenas, os processos de desintrusão e se comporta conivente do processo de criminalização de lideranças e comunidades indígenas.

Obs.: Bem, essa já passou batida! Quem vai arcar com essa imensa irresponsabilidade de ter desestruturado a FUNAI e fingir que ela está melhorando?! Quem desejou o fim dos postos indígenas! Quem implementou o descalabro de extinguir as administrações regionais de Porto Velho, Altamira, São Feliz do Xingu, São Luis, Recife, João Pessoa, Curitiba, Londrina, Oiapoque e outras mais?

Não se lembram os signatários desse Manifesto que, durante todo o primeiro semestre de 2010, com manifestações indígenas em Brasília e em muitas partes do Brasil, estavam esses atuais signatários tentando dizer que as coisas na FUNAI iriam melhorar com essa reestruturação? Ou, que, ao serem confrontados pelos manifestantes, fugiam da raia e diziam que não haviam sido consultados pela atual direção da FUNAI, que fez o presidente Lula publicar o decreto 7506 na calada do fim do ano, em 29 de dezembro de 2009?

...

A continuar no site merciogomes.com

159 comentários:

Anônimo disse...

Agora é tarde, não adianta dizer simplesmente que foram enganados, todos os envolvidos sabiam o que estava acontecendo, só que estavam se beneficiando, com alguns trocados, viagens e hospedagem em hotéis de luxo.

Sabiam e riam dos demais parentes que estavam à margem do que se passava naquelas reuniões, agora, acabou o dinheiro, as viagens, os hotéis de luxo, só restou às mentiras e, as caras lavadas dos que venderam os seus por algumas moedas.

O que fazer? Só existe uma coisa a fazer, mandar embora todas essas pessoas que direta ou indiretamente comandaram os desmandos que ocorreram não só na FUNAI, como nas vidas dos indígenas, isto quer dizer do Presidente do órgão e toda sua diretoria, inclusive o procurador chefe, que deu base “legal” a isto aí, sem esquecer as lideranças que compõem o CNPI.

Passar uma borracha, chamar os indigenistas que no passado fizeram e mantiveram diálogo com os indígenas, voltar a ser um órgão indigenista, voltado para uma politica indigenista em favor das comunidades indígenas, sem esquecer que o desenvolvimento sustentado pode e deve acontecer, porém, para isso, não há necessidade de atropelar vidas, que se faça, mais com responsabilidade, não como é feito atualmente, com autoritarismo.

Anônimo disse...

OLHA EU AQUI DE NOVO,FALEI A TODOS QUE NADA FUNCIONA NA FUNAI. CTLs FORAM CRIADAS DE FAXADA E NADA FUNCIONA. LA EM PERNAMBUCO FORAM LOTADOS OS SERVIDORES NAS CTLs DE AGUAS BELAS INDIOS FULNI-O E EM PETROLANDIA INDIOS DE PANKARARU. SO QUE ESTAS CTLs FUNCIONAM NOS POSTOS EXTINTOS PELO SR. PRESIDENTE ATRAVES DO DECRETO 7056, POR EXIGENCIAS DOS PROPRIOS INDIOS QUE PREFEREM OS PINs COMO LOCAL DE ATENDIMENTO O QUE E BASTANTE LOGICO O INDIO TEM QUE SER ATENDIDO EM SEU PROPRIO LOCAL DE MORADIA. ESPERO QUE AS OUTRAS COMUNIDADES FAÇAM O MESMO E EXIJAM O QUE LHES E DE DIREITOS. OU SEJA SER ATENDIDOS NA PROPRIA COMUNIDADE NAO A 300 KM DE DISTANCIA. POR EXEMPLO O EX- PIN DE XUCURU POR QUE RAZAO TEM QUE SER TRANSFERIDO PARA UMA CTL EM ARCOVERDE, ISTO NAO FAZ SENTIDO E ASSIM SE VAI COM OUTRAS COMUNIDADES PREJUDICADAS. SENHORES POLITICOS DE PERNAMBUCO VOCES FORAM LUDIBRIADOS POR INFORMAÇOES INEXISTENTES A RESPEITOS DE NOSSO QUERIDO ESTADO. AS COORDENAÇOES DE MACEIO E PAULO AFONSO ESTAO MANCAS EM SEUS ATENDIMENTOS PRINCIPALMENTE MACEIO QUE ESTA INOPERANTE EM SEUS ATENDIMENTOS E OS INDIOS COITADOS NEM SE FALA TODOS PREJUDICADOS. EM PERNAMBUCO SO SE ESCUTA OS PRINCIPAIS LIDERES DA PRESIDENCIA MARQUINHOS PELO POVO XUCURU SUBORDINADO A CR DE MACEIO E AO MAX GENRO DO CACIQUE FULNI-O PELA CR DE PAULO AFONSO O RESTO DAS LIDERANÇAS INDIGENAS SUBTENDE-SE QUE FORAM ANIQILADOS PELA ATUAL DIRETORIA DA FUNAI, E AS CTLs CONTINUAM SEM FUNCIONAR.

examedevista disse...

Olá, parabéns pelo blog.

Tenho me preocupado com a Antropologia da carne. Sim, da carne.

Veja:
http://examedevista.wordpress.com/2011/06/15/etica-politica-e-a-antropologia-da-carne/

Um abraço,

Anônimo disse...

SOMENTE AGORA ELES CAIRAM NA REAL? COITADOS!!


Só que não adianta mais, foram 4 anos legitimando e fortalecendo o Marcio Meira junto ao governo Lula; abafando e desmerecendo as VERDADEIRAS LIDERANÇAS INDÍGENAS. O Lula e todo o Governo Federal só recebia a CNPI, que falava em nome de todos os povos indígenas. Os índios foram jogados a própria sorte em todo o Brasil, sofrendo todo tipo de violência e descaso, principalmente depois do tal decreto de reestruturação da Funai (que permite isso) pois ele retirou a Funai, o Estado, das áreas indígenas ao acabar com os postos indígenas e fechar outras tantas Administrações Regionais, também com a conivência da CNPI e felicidade de algumas ONGs.



Então, hoje, nem o Marcio precisa mais deles, por isso o descaso. Eles que se dizem “representantes do nosso povo” quero ver agora se vão agüentar passar para a história como “traidores do nosso povo”. Pois foi exatamente para isso que esses membros da CNPI se prestaram.



Culpar a Dilma não resolve o problema, ela simplesmente está dando continuidade ao governo Lula no que diz respeito às questões indígenas.

E AGORA? A INÊS É MORTA!!!!! CANSAMOS DE ALERTÁ-LOS!!!
MAS AS MORDOMIAS FALAVAM MAIS ALTO NÃO É MESMO? SÓ TENHO PENA DOS ÍNDIOS DA "BASE" QUE SEMPRE FORAM DEIXADOS À SORTE EM SUAS ALDEIAS. COITADOS.
MAS OS CNPEISTAS, SÓ ESTÃO PAGANDO PELA BURRICE.
FORAM ENGANADOS!!!! LITERALMENTE!
A ESTA HORA OS GRANDÕES, ONGUEIROS E MAMADORES DA NOVA FUNAI, DEVEM ESTAR SE REGORJIZANDO E PENSANDO: COMO FORAM IDIOTAS ESSES "GRANDES LÍDERES" DA CNPI. ENGANAMOS DIREITINHO.....

NÓS AVISAMOS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

MÁRCIA CAVALCANTI

Anônimo disse...

Sr. Presidente do Senado Jose Sarney, nossa dignissima Governadora Roseana Sarney. Por favor ajudem a resgatar a ex-administraçao de Sao Luis. transformada erradamente por estes inoperantes em uma CTL. Contamos com suas ajudas.os resultados estao surgindo por todos os lados.

Anônimo disse...

Parentes,

CNPI não merece crédito. Quando a FUNAI montou um Quartel General com a Força Nacional, dentro da Instituição como funcionário fosse junto com o capacho do Rilder fazia e acontecia com os parentes. A CNPI viu/ouviu o acontecido no acampamento, agressão e humilhação sofrida por nós com apoio da FUNAI e do Salmeirão procurador, este ainda não achou o que procura, mas vai achar. A Diretora de Administração escondendo-se atrás dos velhos servidores descanteados servindo como escada pra mesma. Só faz brigar com socorro que também não disse para que veio, nas viagens “ à serviço” de tudo saía baixaria pura e tudo por quê? Já sabem. O Chefe de Assistência nem sabe o significado de “ASSISTÊNCIA”, uma tartaruga que tem medo de atender índios. Auxiliadora, quem é essa? Que poderia dizer dessa? Sem educação ou QI, sem comentários. Nem o Ministro anterior queria recebe-los. Uma coisa é certa, morre de amor pelo Aluísio. A Salete, esta eu tenho pena! Nada fazia, dizia ou entendia. Nem poder de tirar a Auxiliadora que ela não suportava tinha. Aliás, a Auxiliadora também não a suportava. Fabiana, que ficou no lugar da Irânia, não é digna de qualquer comentário, é louca. Denise Scapin, essa começou bem e se perdeu no meio do caminho, tá mas perdida do que cego em tiroteio, quer mostrar serviço com quantidade e não qualidade e funcionalidade. Pergunte a ela onde foram gastos os recursos de diárias e passagens e o resultados destes gastos. Apurando coisa que a justiça já havia arquivado e principalmente que havia prescrito, é um tal, de comissão da comissão. O TCU, até agora não vi nenhum levantamento destes gastos, onde fica a transparências e as justificativas dos gastos. TCU, morreu com essa gestão. Ministério Público? Sem grandes comentários, esse sim fez jus ao símbolo da justiça, uma balança com uma mulher vedada entendeu? Piada. Terezinha, Azanha e tantos ouros dessa gestão foram apoiados por essa CNPI que hoje se diz enganados. Ora, a agressão e a luta contra essa gestão e o Decreto foi tão debatido e criticado, por tantos e ninguém ouviu.

Anônimo disse...

CONTINUAÇÃO DO COMENTÁRIO ANTERIOR:
O que dói é ver nossos parentes da CNPI ver e nada fazer para defender aqueles humildes, agredidos e humilhados e ainda fingiam para os coitados que estava negociando algo melhor, ludibriando os coitados. No acampamento vi integrantes da CNPI passar e olhar pra nós como nojo sentisse. Vi no momento em que estávamos acompanhados brigando por algo que tínhamos certeza que seria pior para todos nós, integrantes de CNPI fazerem, escreverem e dizerem nos órgãos públicos que éramos um bando de malandros, vagabundos e jogando em nossas caras elogios a esses que hoje eles acham que não prestam. Podemos acreditar nisso? OU é mais uma manobra na tentativa de limpar a cara que nos viraram em tempos recentes? OU será que eles perceberam que estão enfraquecidos e perderam o respeitos e a credibilidade nas suas aldeias e agora pegam o bonde andando para dizer que eles tiveram a força de tirar essa gestão do poder. Algo tem por trás de tudo isso que não percebemos. Tudo que eles hoje dizem, já foram ditos por nós. Com uma diferença, brigamos, debaixo de sol e chuva, passando fome e privados até mesmo de entrar na nossa casa. Vi muitos deles dizer e entregar o nome de servidores que eles achavam que estavam nos apoiando, chamando-os de irresponsáveis e corruptos conforme informação dada pelo próprio presidentes, este foi o caso de Marquinhos, Ari, Dourinha e outros, com Relação a minha Administração – Recife. Dizendo eles que tinha que fechar Recife, pois existia muitas irregularidades e que servidores tem que ser punidos. Dizendo que Recife não os beneficiou em nada. Não é Dorinha, Marquinhos e Ari? Agora quero ver fechar a FUNAI sede, pois se observarem bem, vejam quantos desperdícios de dinheiro, não é desvios isso ou irregular? Todo o orçamento da FUNAI foi gastos, só gostaria de saber onde, pois em Pernambuco com certeza não viu nem a cor desses. Será que a CNPI é maior e melhor do um bando de vagabundos como foi dito por esses gestores? Será que a CNPI é maior e melhor do quem um bando de índios de várias etnias que deixaram seus afazeres para lutar em prol de todo um povo indígena brasileira. Quer saber, o estrago, a bandalheira, desrespeito, gastos excessivos, abandonos, desperdícios e esfacelamento que está a FUNAI, não adianta mais a CNPI querer virar o jogo, fizeram isso tarde demais, deram as costa a quem realmente trabalhou por eles, muitos se foram e sabe lá Deus se vão querer voltar para levantar nossa casa. Índios e servidores foram chamados de malandros, ladrões, vagabundos e etc...,. Será que haverá solução ou conseguiremos levantar nossa Casa? Se não perceberam, vou clarear suas mentes, vocês que apoiaram esses gestores, também apoiou tirar de nós, a justiça. Tínhamos procuradores para defender de imediatos nossos direitos, e agora o que temos? Defensorias Públicas ou AGU? Alguém já procurou esses serviços nessas instituições? Não? Então procurem e sintam na pele o tipo de atendimento. Educação? Esqueceram que temos direitos a esses benefícios, aliás, um direito de todos, por onde anda a educação dos índios? Vocês CNPI sabem? Assistência e inclusão Social? Esse que não existe mesmo. Fundiário? Virou Latifundiário, fazendeiros, garimpeiros, empresários, tudo menos, terras para os índios. Acabou. Nem casa temos, mais, viramos sem terra, sem teto. É triste mais foi isso tudo que vocês apoiaram.

Anônimo disse...

lembre-se a Lei não retroage para beneficiar.
O Rilderm esta voltando para comandar.

Anônimo disse...

Grande comentario do anonimo das 23:28 hs. Mas perdao e feito pra gente pedir estamos ainda passando por grandes dificuldade, e fomos praticamente esfacelados por esta gestao e a revolta dos membros da CNPI so vem nos ajudar o que praticamente estava perdido dentro de nossas comunidades, e tem muitos indios carentes que estao precisando da ajuda de todos. Nao e verdade srs. Marquhios, Ari, Dorinha, Max Fulni-o sem esquecer do Pedro Perua la de Pankararu. Quem sabe agora e hora de remissao,nao acredito que seja tarde demais para uma reconciliaçao e que a lideranças de voces voltem em beneficio de todos os indios prejudicados aqui em pernambuco. Quem sabe agora os politicos deste estado guerreiro possa dar ouvidos a voces lideranças que tambem foram traidos pelo homem branco como se chamavam na antiguidade.Falo pernambuco, porque os servidores da ex-administraçao Recife foram taxados de desonestos e que muitos deles pessoas honradas respondem na justiça por pura perseguiçao politica interna, pois a FUNAI mesmo com os pareceres das comissoes favoraves aos servidores, sao levados aos politicos de forma contraria deixando muito deles em estado de depressao, mas que em comentarios anteriores se ver que a propria justiça federal assim como a procuradoria tem os inocentados pelos atos de Dolo e Ma Fe impultados por dirigentes do proprio orgao afim de se manterem nos cargos, mais que agora começa a mascara a cair. So nao quero que eles passem o que os servidores estao passando hoje em todo o Brasil respondendo por atos que nao praticaram e se o fizeram foi por necessidade dos serviços e nao por dolo.Esperamos tambem que os dirigentes maximo Prsidenta Dilma,Ministro da Justiça, presidente da Camara e do Senado nao permitam que a Funai continue pessimamente mal administrada e que os indios realmente sejam ouvidos em seus direitos e nao rechassados da FUNAI como fora anteriormente ou melhor que continuam sendo. Paranbenizo a todos os anonimos em seus comentarios e que em muto breve, terao a vitoria comemoradas por todos os indios e servidores de nosso querido Brasil. Nao esquecendo da importancia deste baluarte que tem nos ajudado muito atraves de seu blog e de seus conselhos DR. MERCIO PEREIRA GOMES, PORQUE SEM ELE DIFICILMENTE SABIAMOS DAS NOTICIAS MAIS RECENTES.

Anônimo disse...

CAIU A ÚTIMA MÁSCARA

A CNPI foi montada apenas para referendar as decisões já tomadas pelos membros do governo e viabilizar encaminhamentos como: o desmonte das AER’s e Postos Indígenas, além da construção da Hidroelétrica de Belo Monte e outras obras que ferem os direitos indígenas.

O CIMI manipulou a indicação dos membros indígenas da CNPI, para poder viabilizar a extinção dos Postos Indígenas, pois muitos deles atrapalhavam as suas ingerências nas etnias onde tinham interesses.

Com a publicação dos Comitês Gestores das Coordenações Regionais a CNPI perdeu a finalidade, pois o controle social foi institucionalizado.

Os membros indígenas da CNPI empolgados com o falso prestigio e mordomias, deixaram passar todas as armadilhas das manobras sorrateiras, que os seus falsos aliados estavam preparando. Agora tentam tardiamente “chorar o leite derramado”.

Os dirigentes da Funai inverteram o papel do indigenismo que vinha sendo praticado na Funai, que protegia os índios inclusive das agressões governamentais e agora só serve para proteger o governo das agressões indígenas.

A Funai teria sido extinta se não fossem as obras do PAC, que precisavam de manipulações oficiais para serem “digeridas” a baixo custo pelos índios prejudicados.

A Funai foi entregue as Ong’s que juraram fidelidade ao governo, em troca dos milhões de euros que estão sendo disponibilizados em nome dos índios isolados e dos créditos de carbono, que estão sendo negociados.

A única unidade da Funai que efetivamente se fortaleceu na atual gestão, foi o Museu do Índio, por ser a próxima “traição programada”, pois, será transferido para o Ministério da Cultura assim que os atuais gestores conseguirem voltar as suas origens.

Pobres servidores da Funai que dedicaram suas vidas ao “indigenismo rodoniano” e não aderiram ao neo-colonialismo, pois para eles só sobraram calúnias e intimidações.

Pobres membros indígenas da CNPI que pensaram, que fazendo tudo que o CIMI e as Ong’s mandavam, seriam respeitados e considerados.

Pobres índios que não se aliaram a nenhum dos traidores, pois continuaram subjugados e desprezados, por todas as correntes políticas deste pais.

Ou seja, 2.011 = 1.500, índios x índios, em prol dos colonizadores.

Anônimo disse...

Devemos continuar a luta pelo resgate da FUNAI, vamos aproveitar a oportunidade do enfraquecimento da CNPI junto a presidencia e desmascarar de uma vez esta por traz disto. Creio que tem muita gente seria da CNPI e que tambem foram enganados. Chegou a hora de reforçarmos a luta junto aos politicos locais. nao deixem de usar este blog na divulgaçao dos acontecimentos em cada estado em beneficios de nossas comunidades. Tenham uma boa sorte .

Anônimo disse...

Que o Museu vai para a Cultura, isso já não é novidade. foi sempre o sonho do Levinho. Faz ele muito bem.
Em relação ao Rilder, ate o seu Secretario ja esta colocando as manguinhas de fora, deu bronca na a Lia e na Celeste, também pudera teve um otimo professor.

Anônimo disse...

O SENHOR MARCIO MEIRA ACABOU COM A TRANQUILIDADE DOS INDIOS (MEMBROS DA CNPI)CREIO TAMBEM COM A DO MINISTRO DA JUSTIÇA. AGORA O QUE FAZER COM TANTAS MENTIRAS. SO A NOSSA PRESIDENTA PODE RESPONDER AFINAL DE CONTAS ELE E HOMEM DE CONFIANÇA DO EX- PRESIDENTE LULA, MAS O PALOCCI CAIU E AGORA ???????

Anônimo disse...

O CNPI foi pensado para se desrespeitar as lideranças comunitárias, e aprovar os interesse do Governo. O CIMI, CTI e ISA são responsáveis por isso. E, durante anos, acusavam falta de democracia. Agora, com gordos recursos etráfico de influência nos órgãos públicos, promovem a invasão de terras indigenas por mineradoras (com a nova proposta de Estatuto) e planos de gestão tipo PNGATI e GEF, no qual eles serão os beneficiados com grandes somas de recursos.
Eles são e sempre foram contra o resgate da autonomia dos Povos Indígenas, discursando falsamente como a favor, em proveito próprio de consultorias pró PAC e pró recursos de governo brasileiro e estangeiros.
Hoje, século XXI, representam os piores invasores de Terras Indígenas já mais vistos nos últimos 500anos. Os mais terríveis dilipendiadores de recursos ambientais e conhecimento tradicional da história do Brasil.
Contam com apoio dos paizes europeus e EUA, e o governo Lula do PT assim os defende.
SÃO VERDADEIRAMENTE ANTI DEMOCRÁTICOS E DISCRIMINADORES DA AUTONOMIA INDÍGNEA, COM SEUS DISCURSOS FALSOS EM PROVEITO PRÓPRIO.
FORA ISA, FORA CTI E FORA CIMI - DA POLÍTICA iNDIGENSITA.

Anônimo disse...

COM UM DOS MELHORES QUADRO TECNICOS DO BRASIL A CTL RECIFE TINHA TUDO PARA FUNCIONAR, MAS O SR. FREDERICO VIEIRA CAMPOS " COORDENADOR REGIONAL DE MACEIO" DA QUAL A CTL E SUBORDINADA, LEVOU ATE AS VIATURAS PARA OS SERVIDORES NAO PODEREM SE DESLOCAR AFIM DE TENTAREM ERGUER O QUE FOI PARCIALMENTE DESTRUIDOS ATRAVES DO DECRETO 7056. ISTO E O QUE CHAMAMOS DE ABUSO DE PODER. SERA QUE NAO FOI ORIENTAÇAO SUPERIOR POR TOTAL PERSEGUIÇAO POLITICA.OU SERA QUE MACEIO ESTA POIR DO QUE A CTL RECIFE. COM A PALAVRA OS SERVIDORES DA COORDENAÇAO DE MACEIO PARA ESCLARECIMENTOS.

Anônimo disse...

A CR Maceio com certeza esta muito pior, nem os chefes se entendem e falta tudo agora promessas de melhorias tem demais poraqui que falta faz o Ze Heleno, nos eramos felizes e nao sabiamos.

Anônimo disse...

Por andam as lideranças indigenas de Pernambuco subordinadas CR de Maceio, e as CTLs de la funcionam? Qual endereço das CTLs de Arco Verde, Ibimirim, e Floresta? Poxa ja faz 01 ano e 06 meses do decreto 7056 e nada de funcionar, e como os indios estao sendo atendidos se o Coordenador de Maceio nao dar noticias.Atendimento mesmo em Pernambuco,so ao grande lider XUCURU Marcos Luydson e o grande imperador e genro do cacique Fulni-o MAX.

Anônimo disse...

É... Esse tal de Marcio Meira foi o pior presidente que já passou pela FUNAI. O pior é que ele sabe que ele e toda essa corja de sanguessuga que ele trouxe pra sugar de alguma forma o dinheiro público do índio, não prestam e que são anti-índio. A retardada e incompetente da Salete não tem vergonha na cara em achar que ela é expert em índios... coitada, os dias dela e desses paraenses vampiros de sangue indígena
tá próximo. A queda vai ser grande e a desmoralização também... Nós parentes de todo o Brasil, vamos nos unir,comprar foguetes pra festejar a saída desses exploradores, a começar pelo Márcio meira.

Anônimo disse...

http://noticias.uol.com.br/album/110619_album.jhtm?abrefoto=34
Ambientalistas, indígenas e estudantes participaram de um protesto na avenida Paulista, neste domingo (19). A manifestação era contra a construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu, no Pará

Anônimo disse...

Pois é, nõs funcionários verdadeiros da casa, estamos aguardando que os índios tomem força e arranquem essas ortigas que o PT trouxe pra FUNAI, são plantas maléficas que um dia vão pro lixo!
Sr. Márcio Meira e equipe incompetente de todo o Brasil, nós resolvemos seguir a filosofia dos tibetanos... não temos pressa em aguardar a sua queda...Sabemos que o mal jamais supera o bem. Se o senhor fosse inteligente e justo, sua Administração poderia ter sido uma referência, mas... fazer o que? inteligência não se compra com diárias.

Anônimo disse...

Vcs acreditam mesmo nessa reestruturação da FUNAI? Isso é só jogo de interesses. O que dói é saber que quando o Márcio Meira cair, tudo volta ao que era antes.
´Vejam a situação de São Luiz, Recife, Redenção, Maceió, Belém,Goiânia e outras que foram transformadas em CTLs. 70% dos titulares das Coordenações Regionais, são ocupadas por pessoas que não são da FUNAI, por isso, não entendem e não gostam de índios, (cabide de empregos): CR Tucumã, CR Altamira, CR de Marabá, CR de Fortaleza, outras.
Não é hora de brigar,nem discutir, o que passou passou, o importante que a máscara caiu e a CNPI enxergou tudo, vamos nos unir e lutar com garra pra derrubar esses imcompetentes e inúteis do poder, vamos sim resgatar a antiga FUNAI com seus servidores competentes e amigos. Vamos lutar por dignidade. A Presidente há de acreditar e comprovar que essa presidência da funai é inoperante e ausente da causa indígena. Ele acabou com a FUNAI e com o verdadeiro propósito de indigenismo autêntico.

Anônimo disse...

Na FUNAI de Brasília eles dizem que o seu orçamento tá reduzido, não tem dinheiro pra ações nas comunidades indígenas,nem para custear despesas como, alimentação e transporte ao índio que precisa se deslocar pra resolver problemas da saúde, educação ou documentação na cidade, não tem dinheiro para manutenção de computadores, impressoras, ar condicionado, viaturas, consertar banheiros, fechaduras de portas, etc, mas tem dinheiro pra tirar paredes das salas que vai gerar necessidades de mexer nas fiações de telefones, computadores, ar condicionado, pagar mão de obra (que é uma fortuna) isso tá acontecendo na CTL de Belém, tá na hora dos índios e funcionários se reunirem, fazerem um documento ao Ministério Público e mostrarem que esse ato é desnecessário e que só vai trazer gastos desnecessários aos cofres públicos.
O Coordenador Regional de lá tem que se preocupar com coisas mais importantes e aprender a tomar suas próprias decisões...

Anônimo disse...

MARCIO MEIRA PRESIDENTE DA FUNAI E DA CNPI: O GRANDE "F U G I T I V O " ISTO E UMA VERGONHA.

Anônimo disse...

OU COBERTOR ESTA CURTO, OU A GANÂNCIA É MAIOR QUE OS CONCHAVOS

A ONG da família do Márcio já se desentendeu com a ONG da família da Auxiliadora, que já se desentendeu com a ONG da família do Azanha, que já se desentendeu com a ONG da família do Márcio.

Anônimo disse...

Unica coisa que o Sr. Marcio Meira e Seus amigos fazem é abrir processo administrativo diciplinar na FUNAI, veja todo mundo paga pelo erro que não cometeu.

Anônimo disse...

Na CR da Bahia ninguem entende o que esta acontecendo.

Anônimo disse...

De acordo com o andar da carroagem,so falta mesmo o Sr. Presidente da FUNAI criar uma Coordenadoria Regional para atendimento aos indios de Pernambuco: Na Ilha de Fernando de Noronha.

Anônimo disse...

O que dizer de um presidente paraense da cidade de Belém, ele acabou com a FUNAI Belém. Pobres servidores, estão todos pedindo transferència, por falta de não ter o que afzer no órgão.Ainda nos chamam de vadios, se nos obrigam a sermos.

Anônimo disse...

Ele já esta criando, vai lotar todo mundo na Presidencia da FUNAI, assim como fez com a Sra Chica

Anônimo disse...

ATENÇAO NOTICIAS DE ULTIMA HORA:A FUNAI ESTA NA EMERGENCIA E PRECISA DE UM PRESIDENTE COM A MAXIMA URGENCIA.

Anônimo disse...

Voces poderiam me dizer como vai a cotaçao de Marcos Luydson de Xucuru, Ary e Dorinha de Pankara na CNPI, sem esquecer de Max Fulni-o e Pedro Perua Pankararu.E junto ao Presidente da FUNAI sera que depois de tudo, eles continuam com carta branca para negociarem em nome das comunidades.Aguardo resposta.

Anônimo disse...

O General Meira tem muita bala na agulha....É amigo do Lula que manda na Dilma que é refém do Sarney que manda no PMDB, que ......enfim...vão comprar ou dizimar os índios de novo

Anônimo disse...

RE- AO COMENTARIO DAS 19:39 HS.
marquinhos xucuru, max fulni-o e pedro perua, nao aceitam as CTLs fora das aldeias. Devem parmanecer nos mesmos locais. Porem o Ary e a Dorinha estes nao apitam em nada " sao maria vai com as outras" nem os indios de suas comunidades os respeitam como lideranças. Agora como fica o Sr. Marcio Meira diante de tudo isto, o resto e com voces fazerem suas avaliaçoes ja que os postos indigenas foram extintos pelo decreto. Acho entao que ressussitaram.

Anônimo disse...

Esse trem de romper com o governo etc, sei nao.. é so papagaiada.. só nomear outros...
esses povo era tao reprensentativo que suas bases nem se mexeram, ou seja: nem cheiram nem fede... dá na mesma...
amanha tem uma outra portaria nomeando outros por critérios, desta vez, para ser indio basta se autodeclarar: do IBGE.

Anônimo disse...

Basta, não da mais para ficar especulando e sonhando com novos tempos na FUNAI, é chegado o momento de dizer para que estamos aqui.
Vamos mudar de forma radical, vamos fechar as portas da FUNAI, assim como foi com o SPI, criando um instituto, seja com que nome for com novos pensamentos, voltado para unir as necessidades das comunidades indígenas com o desenvolvimento sustentável do país.
Mudar para melhor, que dizer mudar as tratativas com as comunidades indígenas, inclusive com a substituição de toda diretoria da outrora fundação, nada de conservar ex presidente, diretoria, procuradoria e outros setores, tudo novo para uma nova vida.
Atitude esta que daria credibilidade não só perante as comunidades atingidas, bem como a sociedade nacional e internacional, visto que, ao menos de um dos lados teríamos novos interlocutores, que com certeza, assessorados por autênticos indigenistas, saberiam após ouvir aquelas comunidades o caminho menos traumático para se conciliar os interesses indígenas com a necessidade do desenvolvimento da nação Brasileira.
Isto sim seria um marco na história indígena nacional e, quem sabe, com assunção de alguns indígenas ao poder, para gerir os caminhos da nova instituição.

Anônimo disse...

OS INDIOS DE PERNAMBUCO AGRADECEM TODO TIPO DE APOIO COM SUAS PRESENÇAS NA " F E N E A R T " E O APOIO DA FUNAI E FUNDAMENTAL SERIA BOM ATE A VINDA DE ALGUNS DIRIGENTES DO ORGAO PARA CONHECEREM E PRESTIGIAREM POIS E UM EVENTO INTERNACIONAL.PERNAMBUCO E SINAL DE RESISTENCIA.

Anônimo disse...

O poder do Futuro esta no passado, eles irão apenas assumir novo cargo na Presidencia, que nem que nem a Chica.............

Anônimo disse...

Gente, vamos incampar esta idéia, novo órgão, novas pessoas, juntamente com os auteticos indigenistas.

Anônimo disse...

Recife, esta sendo alvo de mais PADs, preparem-se, alguem tem que pagar pelo que nao fez. "isto e o lema dos dirigentes" , que sao os principais responsaveis por todos os acontecimentos que ocorrem nas ex-administraçoes, por total omissao do orgao.Nem os membros das comissoes se entendem com a corregedora.

Anônimo disse...

PARA CLAREAR UM POUCO MAIS JA QUE NAO FICOU BASTANTE CLARO,CONTRA OS SERVIDORES DE RECIFE;
AUDITORIA ESPECIAL REALIZADA NO ANO DE 2001, TODOS OS SERVIDORES DA EX-ADMINISTRAÇAO I N O C E N T A D O S
COMISSAO DE SINDICANCIA REALIZADA NO ANO DE 2002 SERVIDORES; I N O C E N T A D O S.
GRUPO DE TRABALHO REALIZADO NO ANO DE 2004 INCLUSIVE COM A PRESENÇA DE PERITOS DA POLICIA FEDERAL. SERVIDORES DA EX-ADMINISTRAÇAO; I N O C E N T A D O S
COMISSAO DE PROCESSOS ADMINISTRATIVOS DISCIPLINAR ONDE PASSARAM MAIS DE 09 MESES.EM 2009 SERVIDORES RECIFE; I N O C E N T A D O S. COMISSAO DE PROCESSOS ADMINISTRATIVOS REALIZADOS NO ANO DE 2010 SERVIDORES RECIFE, POR DOLO E MA FE; I N O C E N T A D O S. TODAS AS RESPONSABILIDADES SAO VOLTADOS A SEDE DA FUNAI BSB.NAO SERIA AGORA DE SE FAZER UM "PAD" EM CIMA DOS DIRIGENTES EM BRASILIA A COMEÇAR DO ANO DE 1999. ISTO E SO UMA IDEIA. RECIFE ESTA NESTA SITUAÇAO POR CULPA EXCLUSIVA DE BRASILIA ESTE SAO AS OPINIOES DOS INTEGRANTES DAS COMISSOES E DA PROPRIA JUIZA FEDERAL NA SENTENÇA PROFERIDA NA 4ª VARA. ACHO QUE A SENHORA CORREGEDORA PODIA ATE FAZER UMA ANALISE NOS RELATORIOS E NAS SENTENÇAS JA PROFERIDAS E QUE I N O C E N T A M TODOS OS SERVIDORES POR DOLO E MA FE. AGORA HAJA DIARIAS SERA QUE ISTO E NORMAL. GOSTARIA DE SABER DA OPINIAO DE QUEM ENTENDE DO CASO.

Anônimo disse...

Será que a Corregedora da FUNAI não percebe as perseguições e continua nomeando a mesma comissão para Recife. O trabalho do corregedor tem que ser imparcial, mas na FUNAI td está diferente. A comissão dos PAD's anteriores (que foi nomeada novamente) teve duração de quase um ano, dinheiro público jogado fora,guerra de nervos com os servidores. Que perseguição clara e notória.

Anônimo disse...

Muito proveitoso os comentários acima,e ao mesmo tempo vejo o total desespero dos colegas com os processos que estão respondendo, simplismente por denuncias infundadas de maus colegas que implantaram na FUNAI a fabrica de denuncias, com a finalidade de aumentar seus salários com robustas diàrias. Sinceramente e que está montadodo dentro do orgão a Cia."Companhia de Inqueritos Administrativos" , para ajudar as idéias maquiávelicas implantadas na sede de Brasília contra os servidores através destas Comissões.Não é que eu seja contra as Comissões pelo contrário elas ajudam e muito os servidores a se defenderem.Não é o caso das comissões que ao inocentar servidores não estão sendo levado a sério. Veja o caso acima Em Recife por exemplo os servidores foram inocentados em todas as comissões que responderam e ainda na Justiça Federal com os Srs. Juizes os inocentando por dôlo e Má Fé.Isto é depois de muitos inquéritos policias feitos pela policia federal e que não se verificou nada que desabonasse as condutas de seus gestores, com relação ao dôlo e Má Fé.Pensavamos que com a Corregedoria da FUNAI por ser autônoma as coiusas mudaria. Se a nobre coordenadora tiver tempo de lêr os relátorios das comissões desde de 2001 até a presente data bem como as decisões dos juízes nas sentenças já proferidas vai notar que as responsabilidades se dão sempre aos dirigentes da FUNAI em Brasília.É uma pena que o Sr. Presidente da FUNAI por despreparo ou orgulho proprio não se dê o caso de reparar o erro cometido, apontado aos políticos que estava fechado as unidades gestoras por aconselhamento dos TCU, CGU e da Procuradoria Federal.Não seria o caso de trocar os gestores destas unidades? Bem como ninguém pode acertar os erros do tal decreto, pelo menos podia parar de perseguir os servidores com processos administrativos para justificar a paralização da FUNAI em todo o Brasil. Vamos a partir de agora fazer um multirão em defesa da FUNAI e resgatar de uma vez só o seu restabelecimento perante a opinião publica e principalmente aos índios estes sim os mais prejudicados. Infelizmente ainda estou no anônimato por pura precaução e temeroso de uma perseguição dentro do orgão.

Anônimo disse...

Caiu a máscara, mas, esse povo não tem mais vergonha de nada !!!!
Os descarados estão enchendo os bolsos (seus, de parentes, amigos e de suas ONGS)e dizimando os indígenas brasileiros.

Anônimo disse...

POIS É COLEGA, AQUI EM BRASÍLIA,O CONCEITO DE VOCES ERAM PÉSSIMO, MAS A PAGINA ESTÁ VIRANDO E TEMOS CERTEZA DA INOCÊNCIA DE TODOS, PELO MENOS É O QUE SE TEEM COMENTADO AQUI NOS CORREDORES.CREMOS QUE AS COMISSÕES POR HORA IMPLANTADAS É PARA DAR SEQUENCIAS AS DENUNCIAS ANTERIORES E POSTERIORMENTE SERÃO DADAS AS DECISÕES FINAIS COM A INOCÊNCIA DE TODOS.DESEJAMOS FELICIDADES À TODOS VOCES.

Anônimo disse...

Infelismente a Justiça é Sega, e no caso da Coregedoria, segue o mesmo processo, muitos estão sendo investigados por nada, paenas por força de perseguição ou melhor por decisão do Sr. Rilder, o todo poderoso, que infelismente esta nocomando da casa.

Anônimo disse...

Gente manda noticias de Estela e da Waldira, ainda estão na FUNAI?

Anônimo disse...

Pois é a melhor coisa que esta gestão fez até agora. Foi tirar os procuradores das ex- administrações e coloca-los na AGU . só assim as denncias internas que alimentavam a fabrica das diàrias acabaram dentro da FUNAI. para isto tiro o chapeu para o Dr. Salmeirão, que teve tamanha coragem.

Anônimo disse...

A Estela e a Waldira estão cedidas para a Defensoria Pública da União, mas não saíram da luta por uma FUNAI justa, indigenista e atuante. E a Estela tá sendo perseguida com os PAD's, pura crueldade, fez tanto pelos índios e pela gestão Marcio Meira e o agradecimento são os PAD's.

Anônimo disse...

Do que adianta isto tudo se nada vai mudar, não so a estela fez mas como muitos fizeram e estão ate hoje fazendo, os que nunca fazem nada são os passageiros que querem se perpetuar no poder, arbritriando PADs e Sindicancias para penalizar os servidores e indigenistas.

Anônimo disse...

Obrigado pelas noticias de Estela e da Waldira,
Agora não seria hora da senhora corregedora ler os relatorios das comissões de auditorias , sidicâncias GT e PADs realizados em Recife. No periodo de 2000 a 2010 e tirar suas proprias conclusões. a ex- administração Recife não viveu ESTADO DE EMEGÊNCIA E SIM DE GUERRA , e que esta gestão, nunca se preocupou em solucionar o caso existente a muito tempo e que até a justiça tem inocentado todos os servidores por dôlo e má fé.trabalharam como administradores neste periódo 07 administradores,(Euzebio 1999, Paulo Fernando 2000,Moacir 2001, Rildo 2002,Manoel Lopes 2003 e Manoel Barros 2004)04 intervenções(1999 Wellington,2002 Sr. Dinarte,Rangel 2003 e Petronio 2004), além de auditoria Especial em 2001,comissão de sindicância em 2002, Grupo de Trabalho em 2004 com a participação de peritos da Policia Federal, Unidade de pericias da procuradoria Federal em 2006 além dos PDAs de 2009 e 2010, todos inocentaram os servidores. Realmente colegas só pode ser perseguição e voces aí não merecem. mas temos acompanhado o caso aqui em Brasilia e estamos a par de tudo. o pessoal das comissões e de auditoria sempre os defedem.

Anônimo disse...

Minha exoneração da FUNAI e minhas razões para deixar São Gabriel da Cachoeirapor João Carlos Figueiredo, quinta, 23 de junho de 2011 às 23:43
Infelizmente, a situação da Funai em São Gabriel é irreversível pela absoluta falta de interesse da Diretoria da Fundação, em Brasília, para solucionar problemas de gestão e pela pressão política da FOIRN, cujos diretores não vêem nosso trabalho com o respeito que nos é devido.



Como é de conhecimento público, existem interesses escusos por parte de indígenas engajados em movimentos políticos, que não querem minha presença e não apoiam minhas ações. A FOIRN sempre viveu de favores, seja do ISA, seja da CRRN. Antes de minha chegada, era prática conhecida, articulada por Domingos Barreto e apoiada pela família Fernandes Machado, para realizar eventos e pagar diárias a diretores da FOIRN.



É claro que discordei dessa prática ilegal e proibi o pagamento dessas diárias! Desde então venho sofrendo o boicote desses diretores, que têm contato direto com a Presidência da Funai. Eu nunca compactuei com esse tipo de atitude, e preferi trabalhar para restaurar a dignidade dessa instituição. Quando pedi a exoneração de Domingos Barreto da Assessoria da CRRN ouvi do próprio Presidente Márcio que ele não poderia ser exonerado; essa era a condição para eu me manter no cargo de Coordenador Regional. Quando pedi a exoneração de Pedro Machado, novas pressões aconteceram, e alguns diretores da Funai chegaram a pedir que eu reavaliasse minha decisão. Mantive minha decisão e fui exorcizado pela FOIRN.



Apesar de todos nossos esforços, nunca recebi resposta a nenhum memorando enviado a Brasília. Mesmo assim perseverei, tentando me concentrar em minha missão, que era a de proteger os povos indígenas e implementar as políticas indigenistas estabelecidas no Estatuto do Índio.



Mas chega um momento em que nossa dignidade é colocada à prova e, neste momento, precisamos tomar uma decisão, o que estou fazendo agora. Na reunião do Conselho Diretor da FOIRN ocorrida esta semana fui novamente exorcizado como o responsável pelas ações da gestão de Benedito Machado, de Pedro Machado e de seus asseclas. Chegaram a dizer que os postos indígenas estavam desativados por minha causa. Isso foi demais, pois todos sabemos que esses postos estão fechados há mais de dois anos, e eu só não os reabri ainda porque não tive a liberação dos recursos para tal.



Da mesma forma, nunca atenderam às nossas reivindicações para capacitar os novos servidores nas funções administrativas essenciais, principalmente no caso da equipe de licitação. Mesmo assim, ainda conseguimos montar os editais de 7 pregões. No entanto, a pregoeira que foi nomeada para atuar em São Gabriel por 90 dias permaneceu apenas 20 dias e foi embora, sem terminar sequer um pregão. E ninguém se preocupou com isso em Brasília!



Sinto-me no dever de justificar minha decisão. Não temo meus inimigos, mas temo perder o respeito pelo meu nome pelo qual zelei durante mais de 35 anos. É chegada a hora de mudar os rumos dessa caminhada, e por isso agora entrego os cargos que me foram confiados, pela simples razão de não ter havido a contrapartida indispensável do respeito e da confiança de meus superiores.

Anônimo disse...

Muito digno. Esse servidor não é servidor antigo e sim do último concurso. Apostou na gestão da FUNAI e agora ficou distante da família, ameaçado e exposto ao rídiculo. Parabéns pela atitude. Não tem DAS que valha a pena perder a dignidade construída por muitos anos. Minha solidariedade.

Anônimo disse...

congratulo a atitude tomada, etica começa assim, ou vc é ou vc não é. neste caso vc é, mas a presidencia e demais diretores não o são.

Anônimo disse...

Servidores da CTL Recife, reconhecem esforço do Coordenador Regional de Maceió em defesa da CTL Recife e agradecem. Tem tudo para da certo .

Anônimo disse...

Há um grande equÍvoco na ortografia utilizada pela FUNAI com relação a sua CORREGEDORIA, pois legalmente CORREGEDORIA é a jurisdição do Magistrado com a função de fiscalizar a administração da justiça e o exercício da advocacia, que não o caso da Corregedora da FUNAI, que ocupa na verdade a chefia de uma CORREGEDOURIA, que quer dizer o mesmo que corrigível, logo sua atribuição legal, é corrigir os erros e equívocos, e não penalizar ou perseguir os servidores como propalam.

Anônimo disse...

Amigo servidor,
Da carta do dia 27 de junho,as 23:00, da CR de São Gabriel da Cachoeira, se essa atitude fosse adotada por todos com certeza não mais estaríamos nessa situação crítica. Infelizmente, alguns aceitam submeter-se a todo tipo de proposta e humilhação por um DAS. Muitos servidores ficam calados por medo de opressão e outros lutam por uma FUNAI melhor e que cumpra seu papel de assistir e apoiar e respeitar os índios no mínimo como cidadão e não acham que a política hoje adota é de descasos, desrespeito, omissão e muitas vezes de crueldade, estes são tachados de vagabundos, baderneiros e são esquecido em lugares esmo. Se cada um tivesse a coragem de denunciar e dizer onde o calo aperta, poderíamos sonhar com uma Instituição melhor. Informo que o ocorrido nessa CR vem ocorrendo a nível nacional, e só agora estão criando coragem e informar a real situação das regionais. Se estas estão dessa forma, o que podemos dizer das coordenações locais, como estão os servidores de ponta, muitas dessas criadas, porém sem espaço físico, sem equipamento ou humano. Parabéns, sua atitude foi de um homem digno e corajoso. Que outros venham a usar esse espaço para também nos informar o que e onde existem erros. Vejamos quem será o próximo a fazer o mesmo. Você não está só nessa, nós servidores da casa estão juntos. Seriedade acima de tudo, por uma verdadeira FUNAI.

Anônimo disse...

e visitem o blog do colega, dando o apoio moral à atitude de homem, nao digo heroi, mas HOMEM da raça humana, digno e integro nas suas razoes de nao compatuar com as corrupçao e os "acertos"

Anônimo disse...

O Diário Oficial de Mato Grosso desta segunda-feira (27) traz uma lei que autoriza o governo do estado a fazer uma “permuta” com a Funai, trocando a Terra Indígena Maraiwatsede pelo Parque Estadual do Araguaia. A troca, segundo diz o texto da lei, tem “como objetivo a inserção da Nação Indígena Marawaitsede no Parque Estadual do Araguaia e a regularização fundiária aos atuais ocupantes da área da reserva”.

Anônimo disse...

http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,igreja-catolica-denuncia-abandono-dos-povos-indigenas-no-brasil,738441,0.htm

BRASÍLIA - O Conselho Indigenista Missionário (Cimi), organismo do Episcopado brasileiro, denunciou nesta quarta-feira, 29, o "abandono", a "crítica" situação sanitária e a "crescente violência" contra os índios do país, problemas muitas vezes vinculados a conflitos pela terra.
No ano passado, 92 crianças indígenas morreram por falta de cuidados médicos ou por problemas de saúde das mães na hora do parto, enquanto 60 índios adultos foram assassinados e outros 152 estão sob ameaça de morte, afirma um relatório do Cimi relativo a 2010 e divulgado parcialmente nesta quarta-feira.


O relatório estabelece que os índices de mortalidade infantil em algumas tribos aumentaram "513% em relação a 2009" e cita a população xavante como a mais afetada, com "60 bebês mortos para cada 100

Anônimo disse...

MUITO INTERESSANTE, A JUSTIÇA FEDERAL INOCENTA OS SERVIDORES POR DÔLO E MÁ FÉ, MAS A FUNAI TENTA CONDENA-LOS DE QUALQUER FORMA. SERÁ QUE ISTO ESTA CERTO? A JUSTIÇA DIVINA TARDA MAIS NÃO FALHA. DEUS PERDOA-LHES , ELES NÃO SABEM O QUE FAZEM.

Anônimo disse...

Caros leitores de todo Brasil,
Quero prostar minhas lamentações e preocupaçóes com essa nova situação que vivemos naa FUNAI, onde nós servidores da casa, teremos que ser avaliados a revelia, por pessoas que não tem a mínima competência e preparação para tal. Usam a avaliação para descontar suas raivas,invejas e recalques, contra servidores inocentes, dando um conceito baixo e injusto. Como uma pessoa pode avaliar outra, se como Gestor, não fez gestão nem planejamento de trabalho,nem comandou ações, muito menos fez algo em prol das comunidades indígenas. O antigo Coordenador de Belém, Juscelino Bessa,abandonou seus colegas e se vendeu por um DAS que lhe foi tirado vergonhosamente e dado a um turista, chamado Fábio, que já deve estar rico de tanto receber diárias. Sabem pq ele perdeu o DAS? Porque ele é inoperante, preguiçoso, de vagar quase parando, sem iniciativa,sem palavra, traidor, sem comprometimento com a causa,relapso,desorganizado e acima de tudo, puxa saco... Foi esse cara que avaliou os servidores de Belém... Imaginem o terrorismo... Vamos ver quem vai avaliá-lo e qual vai ser o conceito dele. O outro foi posto em Altamira pra defender o direito da construção de Belo Montes, jogo político, claro!Mas que vergonha! Sr. Fábio, não se preste a isso, tenha dignidade e respeito pelos índios, ao invés de convence-los a aceitar essa usina,convença-os ao contrário. Vista a camisa, faça concurso e vá trabalhar honestamente sem puxar saco de ninguém, vc não precisa disso!!!

Anônimo disse...

a saúde indígena piorou depois que o CIMI fez lobe político para retirar a saúde da FUNAI, em 1992 e 1993; enchendo de grana as ONGs para, sem responsabilidades, assumir saude indigena; e pior:com aval do MPF

a politica indigenista piorou depois que as ONGs que recebem recursos internacionais começaram o tráfico de influencia no órgão público Funai;

a ética da adminsitração publica piorou com a ocupação dos cargos importantes e até os menos importantes pelos militantes do Partido dos Trabalhadores-PT e membros de ONGs abastardas de recursos estrangeiros;

AGORA ESTÃO ORGANIZANDO A FARRA DOS CONSULTORES ganharem grana PARA GESTÃO DE ETNODESENVOLVIMENTO E AMBIENTAL NAS TERRAS INDÍGENAS

porque esses caras não vão ensinar o banco mundial e o bndes e agronegócio desmatadores a não perturbar as florestas e o entorno das Terras Indígenas ?
Não sejam mais um programa de invasores.

NÃO DÁ MAIS PARA ISSO CONTINUAR SENHORES.

Anônimo disse...

Gostei de todos os cometários, é a maioria dos índios estão prejudicados depois desta restruturação hipócrita, desumana, demagógica, camuflada, ditatorial, desrespeitosa, criada por um grupo despreparado que até hoje não tem explicação para sua maldade com este povo que realmente nunca teve seus direitos respeitados por nenhum governo, direitos de saúde, educação, segurança, alimentação e outros que alega a nossa carta magna. Estas pessoas que causaram este caus na FUNAI deveriam serem punidos pelo estrago que fizeram com este povo sofredor, Cade os direitor humano. É vergonhosissimo o que esta acontecendo. Que país é este, que democrácia é esta, que pais em desenvolvimento é este, que não repeitam os direitos dos primeiros Habitantes de nossa terra, Presidenta Dilma Russeff continue fortalecendo algumas coisa boas que o ex-presidente Lula fez e conserte algumas coisas péssimas que o ex-presidente Lula consintiu a restruturação da Funai,(dizer que assinou sem ver só engana quem acredita em Papai Noel, Boi Voador, esta é demais. A Presidenta Dilma podia voltar a visitar as étinias indígenas, prá ver de perto o que esta acontecendo, e punir esta comissão que vez este plano maléfico (restruturação da Funai). Ou ela concorda com este plano que Lulinha assinou. Mas Deus é justo e é pelos injustiçados. Anonimo

Anônimo disse...

Presidentea Dilma olhe para dentro do nosso país, vê se conserta as coisas erradas e prejudicias que Lula fez com o povo indigena, tira esses despreparados do cargo de confiança que eles não entendem nada de Antropológia, Sociológia, Politíca Indigenista e de FUNAI é que não entende nada. Olhe para o povo desta nação, olhe o Social não abandone seu Povo. Aplique as verbas do imposto no Social o que Lula e outros não fizeram, seja diferente. Acabe mais com essa regalia dos deputados que é uma vergonha. Tcháu!

Anônimo disse...

NÃO DA PARA FAZER DE CONTA QUE TUDO SE ENCONTRA FUNCIONANDO, NA REALIDADE TEMOS VARIAS CTL'S SEM NECESSIDADE, UM MONTE DE FUNCIONÁRIOS SEM NENHUMA ATIVIDADE, NÃO IMPORTA O PORQUÊ, NEM DE QUEM É A CULPA, O FATO É QUE DO JEITO QUE ESTA NÃO PODE CONTINUAR.
JÁ QUE A FUNAI NÃO TOMA UMA ATITUDE, CADÊ OS PODERES PÚBLICOS QUE NÃO OBSERVAM ESSA SITUAÇÃO, TCU, MPF, CGU, MJ E OUTROS, NÃO DA PARA A SOCIEDADE FICAR PAGANDO SALÁRIOS E DEMAIS ENCARGOS SEM QUE HAJA QUALQUER CONTRAPRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, A QUESTÃO AGORA É FECHAR O QUE NÃO TEM ATIVIDADE, TRANSFERIR OS SERVIDORES PARA OUTROS ÓRGÃOS E TRATAR DE TRABALHAR.
COMO EXEMPLO TEMOS AS CTL'S DE SÃO LUIS, CURITIBA, ALTAMIRA, JOÃO PESSOA, RECIFE, BELÉM, AINDA, MANAUS É UMA CORDENAÇÃO REGIONAL QUE NÃO FUNCIONA.

Anônimo disse...

A Coordenação de Restos, sim a CR de Maceió, visto que só existe restos que vieram da CTL de Recife, os carros velhos, os computadores velhos, os notebook velhos, os servidores velhos, os débitos velhos, inclusive os costumes velhos, que por fim se juntaram ao que também tinha de velho na FUNAI de Maceió.
Que tal a exemplo do Museu do Índio, não se faz na CR de Maceió o Museu da FUNAI?
E viva a Rainha da SUCATA.

Anônimo disse...

Certo dia um Senhor muito rico, tinha muitos gados ovelhas e camelos e as mulheres que quizesse e varios escravos. Porém tinha um servo muito fiel e obidiente e que tinha uma única ovelha que a tratava muito bem inclusive dormia até com ela. Um dia o Senhor resolveu dar uma festa e convidou muita gente e teve que matar gados e ovelhas para servir aos convidados e mandou pegar a única ovelha que era deste servo e mandou sacrificá-la também: Diante deste fato o Profeta Natan perguntou ao sábio Rei Davi e lhe contou esta história, de imediato o Rei revoltado com a atitude deste senhor disse diga-me quem é esta pessoa que mandarei executá-lo e restituirei 04 vezes o prejuizo deste servo. O profeta Natan olhou para ele e disse meu Rei esta pessoa é voce. o General Urias de seu exercito sempre fiel e tinha uma única mulher porém o Senhor o mandou para frente de batalha para morrer e ficar com sua esposa. O Rei desconsolado caiu por terra e pediu perdão a Deus pelo mau que tinha feito mais este pecado perdurou para sempre em sua familia.Espero com isto ajudar aos colegas a fazerem um raciocinio melhor em suas decisões e que todos nos praticamos os mesmos erros no passado. Espero com isto ajuda-los a não cometerem os mesmos erros........Leia a Biblia que ela sempre tem a resposta final com a Graça de Deus. Eraldo Leite CTL- Recife com muito orgulho

Anônimo disse...

Restruturação da Funai nunca existiu. É muito bla,blá,blá desses que estão no comando em Brasília acabando com esse órgão chamado funai. e tirando proveitos desta situação, com diárias e outras mentiras, sem saberem administrar.
Os responsáveis por esta catastrofe por essa desorganização total, devem serem punidos, índios e brancos que participaram dessa destruiição da funai. E não exercerem nunca mais cargos de confiança no governo. Deveria haver uma CPI para saber como foram aplicadas essas verbas na administração atual, e punir brancos e índios que participaram desta vergonhosa restruturação. Acorda ministro da justiça. Deus proteja todos os índios e puna aqueles que querem destruir os índios. Que vive na mão de despreparados.

Anônimo disse...

Gostei muito da ilustração do Sr. Eraldo Leite da CTL-Recife, porém não acredito que alguém tenha tamanha coragem de prejudicar os colegas, já tão sofridos por pura perseguição através de denuncias infundadas, contra os servidores da ex- administração,e principalmente agora que os julgadores não teem tempo para fazer um julgamento justo com o tempo encurtador por medidas de contenções de despesas.

Anônimo disse...

ESTAMOS TORCENDO POR VOCES AÍ DO RECIFE SE A JUSTIÇA FEDERAL TEM SIDO A FAVOR DE VOCES QUE NÃO COMETERAM DOLO E MÁ FÉ,FATOS ESTES COMPROVADOS ATÉ PELA POLICIA FEDERAL, QUEM SERÁ CONTRA. ACREDITAMOS AINDA NA BOA INDOLE DOS COLEGAS JULGADORES.

Anônimo disse...

Srs. Presidente da FUNAI,Procuradores e Corregedora. Meu nome Eraldo de Vasconcelos Leite e trabalho com muito orgulho na CTL -Recife, digo isto pois sempre fui a favor desta CTL, tendo em vista as dificuldades em que viviamos aqui em Recife no periódo de 1998 a 2009 e que eu comparo isto a um estado " GUERRA E NÃO DE EMERGÊNCIA". Neste periodo tivemos aqui muitos casos em que os servidores que ficaram a mercê de grupos de vânda-los infiltrados com índios inexperientes e que praticavam todos os tipos inimaginaveis dentro desta administração sem que ninguém tomasse nenhuma povidencia em favor dos servidores que sempre lutavam em favor do índios atraves desta administração pois sempre existia em seus semblantes a "ESPERANÇA" de tudo mudar mais que esta esperança ia cada vez se afastando de cada um.Tudo isto com os conhecimentos das autoridades competentes, e que tem se demonstrado por todo este tempo (inclusive aí em Brasilia), Por denuncias infundadas contra os servidores que lutavam para restabelecer a nossa querida FUNAI e que muitas vezes tivemos que passar atropelando a lei, digo atropelando porque nunca fomos preparados para trabalhar, diante de tal situação.Hoje até o proprio Ministério Publico que pediu pena maxima para todos os servidores, pede para a Justiça Federal atenuar as penas dos réus (estes mesmos servidores que deram de tudo na FUNAI em benecicio dos índios), e que graças a Deus nada tem sido comprovados que desabone a condutas destes servidores.Srs, dirigentes não é preciso ir muito longe é só ler as conclusões finais dos relatórios das comissões que passaram aqui em Recife e vejam os resultados. tenho lido muitos comentarios a este respeito, mas que são comentarios mal posicionados que tentam criar uma determinada crise entre os servidores de Recife contra a direção em Brasilia,mas que serviram para nos dar coragem de estarmos aqui comentando e pedindo uma oportunidade para que a proria corregedora ouvisse a cada um dos servidores supostamente envolvidos(Isto eu já tinha pedido pessoalmente aos diretores que estiveram aqui participando de uma reunião na sede da Policia Federal com os servidores) Drª Francisca Picâncio, Brasileiro e o Alegrête.E elas me garantiram que ela concerteza viria, mas talvez por falta de tempo infelizmente não veio. Quem sabe agora com as contenções de despesas não aconteça isto, só assim com toda certeza reduziria estes gastos ao meu ver desnecessarios. Não que eu seja contra as comissões que passaram por aqui, pelo contrario elas são muito valiosas fatos estes comprovados com a propria Justiça Federal que nos teem inocentados depois de tomar conhecimenbto do que passamos por aqui.Lembro-me de quando entrei na FUNAI,Entrei com a ficha limpa e eu quero sair ao me aposentar daqui a 02 anos como entrei.E tenho plena certeza que todos os colegas de Recife que hoje estão sendo acusados são inocentes. Ao fazer este comentario orei muito e pedi a Deus que nos desse coragem e que todos voces entendam o que passamos e que até hoje estamos passando, respondendo Processos administrativos por tentar fazer o que é era certo e temos convicção de termos feito embora ao atropelo da lei, mais que não tem sido caracterizado o dolo e a má fé de nos servidores.Gostaria da compreenção de todos pois isto não é um comentario e sim um pequeno desabafo de quem tem passado todos estes dias ao lado de colegas sofredo por ter tentado fazer o que era certo em suas visões.Agradeço de coração a todos Eraldo de Vasconcelos Leite- Telefone 081-9647 7684- 081 9462 9113

Anônimo disse...

Quem promoveu a reestruturação não está nem aí,
ganha grana internacional para diminuir e complicar as políticas públicas descentes;
pratica tráfico de influencia nos órgãos públicos para usufruir de vantagens para sua empresa (grana pessoal e seus parentes);
se coloca como melhor que todos,
mas o mais bárbaro e cruel é a direção da FUNAI aceitar isso como caminho de política indigensita correta - O MAIOR DE TODOS OS EQUIVOCOS E TEM FEITO POVOS INDÍGENAS SOFREREM MAIS AINDA.
precisam ser punidos por isso.

Anônimo disse...

Tem servidor da FUNAI que se acha o "cara". Fica nos corredores dizendo que ele não faz errado, que os servidores não querem trabalhar e dando aula de administração pública para os servidores. Pergunta que não quer calar; O referido servidor esqueceu que foi Administrador em Recife? Que em sua gestão também adquiriu carne bovina sem licitação, por pressão dos índios, ao Senhor Herculano, conforme denuncia ao MPF,, com abertura de inquérito policial.
Que quando ia pra Fulni-Ô dormia e comia na casa do falecido Pajé, colocava combustível na viatura na conta do Cacique e que outros administradores foram cobrados por isso.
Esse servidor que está presidindo as CPAD-s de Recife. Que memória curta.É bom fazer uma retrospectiva de sua vida, antes de julgar os outros.

Anônimo disse...

Tem servidor da FUNAI que se acha o "cara". Fica nos corredores dizendo que ele não faz errado, que os servidores não querem trabalhar e dando aula de administração pública para os servidores. Pergunta que não quer calar; O referido servidor esqueceu que foi Administrador em Recife? Que em sua gestão também adquiriu carne bovina sem licitação, por pressão dos índios, ao Senhor Herculano, conforme denuncia ao MPF,, com abertura de inquérito policial.
Que quando ia pra Fulni-Ô dormia e comia na casa do falecido Pajé, colocava combustível na viatura na conta do Cacique e que outros administradores foram cobrados por isso.
Esse servidor que está presidindo as CPAD-s de Recife. Que memória curta.É bom fazer uma retrospectiva de sua vida, antes de julgar os outros.

Anônimo disse...

A EXTINÇÃO DA FUNAI EM CURSO NO SENADO E O SILÊNCIO
(o que está acontecendo?)


A imprensa é cumplice da máquina de de desmonte da estrutura de proteção aos Povos Indígenas ao omitir ao público que FOI APROVADA na última quinta-feira, dia 30, pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa o PLS 173/11 [http://surgiu.com.br/noticia/15532/projeto-de-vicentinho-para-a-criacao-da-secretaria-nacional-dos-povos-indigenas-foi-aprovado-no-senado.html], solicitando a EXTINÇÃO OFICIAL DA FUNAI - e da há pouco criada Secretaria de Saúde Indígena - para surgimento da já apelidada "secretaria de cargos do Vicentinho", “juntando a falta de recursos de uma com a falta de estrutura e estratégia de outra”, como desabafou servidor, SEM TER REALIZADO CONSULTA AMPLA E PRÉVIA AOS POVOS INDÍGENAS BRASILEIROS E NEM MESMO AOS SERVIDORES DO ÓRGÃO, em clara violação das Convenções 169 e 151 da OIT, pelo Pecuarista do Toca, Vicentinho Alves (ex-PDT, PFL, PSDB, PL, “Senador de Lula”, hoje “de Dilma"), tendo status de Ministério subordinada ao Gabinete da Presidência da República (Maldos, o nefasto), SEM DIVULGAÇÃO, SOB TOTAL SILÊNCIO, SEM QUE QUALQUER ORGANIZAÇÃO OU LIDERANÇA PROTESTASSE ATÉ O MOMENTO, só faltando passar agora pela CCJ para que a Secretaria d se torne realidade (o que não será nada difícil, visto os parlamentares que a compõem e o SILÊNCIO neutralizando qualquer forma de reação ou mesmo de comemoração, não tendo sido vistos sequer apitaços no twitter ou comentários indignados no sempre bem informado blog do Mércio Gomes)

Apesar de ser visto em seu programa eleitoral, com índios Xerente agitando a bandeira de campanha, o pecuarista Vicentinho Alves - eleito em 2010 , ora fazendo campanha como “Senador dos Assentados”, prometendo estradas, tratores e verbas, ora, como base dos governos lula e dilma, com o bordão “se o problema é recursos, sei onde conseguir” - tendo na último dia 17, despachado com Ideli Salvatti sobre “cargos e recursos prometidos pro Tocantins” (quem é “o Tocantins”? “quem são”?), não teve a humildade nem o empenho que demonstra em seu cotidiano de maratonista parlamentar especializado, de ministério em ministério, atrás de conhecimento sobre “como” e “onde” são melhor sugadas as tão propaladas “Tetas da Viúva”, para convocar lideranças Indígenas e servidores involuntariamente interessados para uma ampla consulta sobre quais são os seus anseios e suas demandas, preferindo até mesmo não fazer muito alarde sobre seu projetinho pessoal - sendo nesse aspecto, com apoio midiático e do poder econômico, muito bem sucedido. Um doce para quem advinhar o nome no novo secretário.

Anônimo disse...

Alguém pode explicar porque no Site da Funai só constam 47 CTL’s ?
Ou já esta explicado?
Para aonde irão os servidores da CTL’s que não constam na relação do Site?

Anônimo disse...

Na FUNAI de Belém o Administrador fez a avaliação assim, chamava os servidores pro Gabinete e junto com a Vanessa ou Brasil, pedia pra que nós nos avaliássemos e em cima dessa avaliação ele ia vendo se concordava ou não com as notas:
Eu me avaliei assim: Produtividade 4, Conhecimentos e métodos 4, trabalho em equipe 4, Comprometimento com o trabalho 4 e normas e conduta 3.
Na última eu me dei 3 pq eu nunca sou pontual e chego atrazada.
Só que antes eu fiz um documento ao Fábio, pedindo uma reunião pra acertar a questão do ponto e outros assuntos, assinei e outros servidores quiseram assinar também pq tinham algumas dúvidas. Essa reunião nunca aconteceu e esse documento virou polêmico pq ele foi usado pelo Juscelino para coagir e constrangir os servidores que assinaram o docum e por isso, foram avaliados lá embaixo, inclusive ele citava o documento e nos mostrava, nós sofremos assédio moral. Eu entrei no gabinete com duas pastas que continha tudo o que eu fiz no período da avaliação e falei que eu era a mentora do documento e que era inconstitucional ele usar apenas 01 documento, dentre tantos pra avaliar. A verdade é que ele não mexeu em 1 ponto sequer da minha auto-avaliação, mas os outros servidores, coitados sofreram sansões e foram super mal avaliados. Aqui ninguém tirou 20 pontos

Anônimo disse...

CAROS COLEGAS,ANONIMOS DAS CTLs EM TODO O BRASIL, FAÇAM SUAS AVALIAÇõES NESTE BLOG DA GESTÃO DO SR. PRESIDENTE DA FUNAI E SEUS GESTORES.DE ( 0 A 20 PONTOS)

Anônimo disse...

a proposta dessa avaliação permite verificar o tanto que o Decreto foi prejudicial aos indígenas, aos servidores e à administração pública,
fica claro que a direção responsável não tem preparo para estar junto ao serviço público,
e permite que maus coordenadores pratiquem o assédio moral.
UMA VERGONHA PARA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
irresponsável

Anônimo disse...

Nas CTLs ligadas a CR de Maceió os Servidores só teem a agradecer ao Coordenador Sr Frederico Vieira Campos, pelas avaliações. Principalmente os ligados a Recife todos receberam potuações 20. Medida muito justa e entendida pelo coordenador, que por sinal pode contar com todo o apoio dos servidores locais.Agora precisamos mesmos é contar com o apoio dos dirigentes em Brasília.Pois sem este não tem Coordenação Regional que venha funcionar.Parabéns Sr. Frederico, que os demais Coordenadores Regionais tomem sua sábia decisão.

Anônimo disse...

Leitores,
Colega pelo amor de Deus, vocês já viram as Portarias que constitui os Comitês Regionais? Se não viram, procurem ler urgentemente, pois acredito, que da forma como está comprometerá seriamente a avaliação da GDAIN como meta institucional. Chamo a atenção dos senhores para o Art. 10 Parágrafo 1º do Decreto nº 7.056/2009 – Estatuto da FUNAI que prevê a composição dos Comitês Regionais. Tudo errado, pelo Estatuto só compõe os Comitês Regionais representando FUNAI: O Coordenador Regional, o Assistente Técnico, o Chefe de Divisão e os Chefes de Serviço, ou, somente aqueles que detém DAS. Sendo assim, como que aparece uma penca de servidores outros compondo tais comitês? Contrariando absurdamente o Estatuto. Gente, isso tá errado e poderá ser anulado e a meta institucional da FUNAI vai para o espaço. Leiam abaixo e digam e estou equivocada. Pelo amor de Deus.
Seção III
Dos Comitês Regionais
Art. 10. A FUNAI instituirá Comitês Regionais para cada Coordenação Regional.
§ 1o Os Comitês Regionais serão compostos pelos Coordenadores Regionais, que os
presidirão, Assistentes Técnicos, Chefes de Divisão e de Serviços e representantes indígenas
locais, na forma do regimento interno da FUNAI.
ABSURDO ESSE LAPSO.

Anônimo disse...

PÔXA " F E N E A R T " UMA FEIRA TÃO IMPORTANTE INTERNACIONALMENTE,O GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO CEDE GRATUITAMENTE AOS INDÍGENAS TODOS OS ANOS, UM GRANDE ESPAÇO PARA DIVULGAÇÕES E VENDAS DE SEUS ARTESANATOS E INFELIZMENTE ESTA GESTÃO NÃO OS VALORIZA DEIXANDO TODOS A MERÇÊ, AINDA HA TEMPO DE VISITA-LOS E PRESTIGIÁ-LOS, AFINAL DE CONTAS É O NOME DA " F U N A I " QUE ESTA EM JOGO, PARABÉNS A ESTES BALUARTES DE PERNAMBUCO E MACEIÓ QUE ESTÃO DANDO APOIO PRATICAMENTE COMO VOLUNTARIOS, NEM TRANSPORTE FORAM OFERECIDOS AOS MESMOS, A ESQUECI E OS ÍNDIOS COITADOS DELES, NÃO RECEBERAM NEM UM TIPO DE AJUDA. ESTA É A REALIDADE DO MOMENTO NA FUNAI.OS COORDENADORES REGIONAIS DE MACEIÓ E DE PAULO AFONSO ESTÃO ISENTOS DESTAS RESPONSABILIDADES.NÃO TIVERAM NEM UM TIPO DE AJUDA DOS DIRIGENTES. NOTEM BEM TODOS DE BRASILIA FORAM INFORMADOS. CADÊ O BLOG DA FUNAI PARA DIVULGAR ESTE GRANDE EVENTO.

Anônimo disse...

APROVEITANDO O GANCHO DO COMENTARISTA DAS 21:15,NÃO PODERÍAMOS TAMBÉM SILECIAR DIANTE DESTE FATO DE SABEDOREIA DO COORDENASDOR DE MACEIÓ AO FAZER SUAS AVALIAÇÔES E ESTENDE-LA AO COORDENADOR LOCAL SR. PAULO FERNANDO DA SILVA QUE MUITO CONTRIBUIU PARA ISTO.

Anônimo disse...

Gostei do comentário do Sr. Eraldo de Recife, realmente voces foram uns herois,Aqui por exemplo o Presidente e seus diretores, tiveram que apelar para a Guarda Nacional, afim de poderem trabalhar, isto é quando vinham que na maioria dos casos eles despachavam em outros locais desconhecidos. Não sei o que esta se passando na FUNAI , só o tempo dirá. Creio que o Presidente esta tentando mudar este quadro, afinal de contas foi ele um dos responsaveis pelos aumentos que tivemos a 03 anos atrás. Existe ainda a esperança de mudanças. Eu creio nisto.

Anônimo disse...

Companheiros,
Após analisar as informações do comentário do dia 5/07 às 23:29 e comparar as questões, observei que muitos dos comitês não têm apenas o erro acima mencionado. Quase todos erraram feio por irresponsabilidade dessa tal de Rosângela – Assessora do PRESI da FUNAI. Pergunto: Por onde anda a Procuradoria da FUNAI que não observou essa incompetência gigantesca? Qual o papel deles hoje na FUNAI, se não me engano, é assessorar, GRANDE ESSA, NÃO? Será que ninguém da Direção atinou para o fato? É de conhecimento até de um leigo, o Estatuto não pode ser contrariado. Será o fim de uma geração ou décadas de servidores, lideranças indígenas, de objetivos e metas? Fico pensando, onde estão os servidores sérios e competentes? Não acredito que deixem algo tão sério ser publicado e continuarem calados e de braços cruzados. Não perceberam a gravidade da situação? Esses Comitês com certeza será avante anulado. Existe uma série de erros, levando em consideração os publicados. Um comitê não é paritário ou não? Se for, amigos aí vai o 1º erro: Tem mais servidores do que índio, no de Maceió por exemplo tem 38 servidores e 29 índios. Numa votação os índios sairão sempre perdendo. Onde encontramos a transparência, a parceria, a decisão dos povos indígenas? Realmente a FUNAI quer mesmo a participação destes? Vejamos o objetivo desses comitês: “Art. 12. Aos Comitês Regionais compete: I - colaborar na formulação das políticas públicas de proteção e promoção territorial dos Povos Indígenas; II - propor ações de articulação com os outros órgãos dos governos estaduais e municipais e organizações não-governamentais; III - colaborar na elaboração do planejamento anual para a região; e IV - apreciar o relatório anual e a prestação de contas da Coordenação Regional”. Da forma como está todas CR´s serão transformadas em grandes Comitês Regionais. Imaginem quando realizarem um Encontro/Oficina Nacional? Nesse dia será decretado feriado nacional apenas para FUNAI. Que critério é esse que contrariou o estatuto? Porque o Assistente Técnico não consta no comitê considerando o Estatuto? Outro errinho: Não tem presidente no comitê de Maceió? Quer saber? Isso é um comitê ou uma Assembleia Regional? Nunca vi tanta gente. Qual o critério para escolha dos nomes dos servidores, houve alguma conversa ou reunião? E com os índios, foram nas áreas participar das escolhas dos representantes indígenas? Será que foi nomeado como a CNPI que ninguém até hoje sabe como se tornaram integrantes? Qual a funcionalidade desses comitês da forma efetuada? É muito complicado entender tudo isso, se me estender mais, aparecerão outros e outros questionamentos? Será que alguém pode me tirar essas dúvidas. É muita irresponsabilidade e incompetências juntas para uma gestão. Portanto amigos, vamos deixar de lado as babações e falar de coisas sérias. Quanto as avaliações, tenho a informar que: Aqueles que se acharem prejudicados, entrem com recurso nos Conselhos Regionais ou Juizado de pequenas causas, Ministério Público ou melhor dizendo pelo Sindicato de classe. Temos provas suficientes para comprovar que não tinham a menor condição de nós avaliar, pois o Decreto que eles mesmo criaram, nos deixou nessa situação de inatividade. Imaginem ações coletivas o quanto prejudicaria essa gestão.Obrigado por nos alertar

Anônimo disse...

Olá Companheiro,

Muito sério os comentários das 5 de julho de 2011 23:29 e de hoje as 6 de julho de 2011 22:03. Rosangela barros, foi o nome da pessoa “ responsável” que orientou as Regionais na composição dos Comitês e pasmem, ela é Assessora da Presidência da FUNAI. Não tem nenhuma responsabilidade para com a causa institucional. Só quer saber de encher seu bolso de diárias, vamos ler, analisar e confirmado a informação, esse fato deve ser denunciado ao Ministério do Planejamento, Casa Civil, Ministério Público e Ministério da Justiça. Se não cumprir a meta institucional, irão reduzir nossos salários, se tá ilegal pode anular e considerar o não cumprimento da meta institucional, simples como 2 mais 2.
Da forma como está todas CRs serão transformada em grandes Comitês Regionais. Imaginem quando realizarem um Encontro Nacional, nesse dia será feriado nacional apenas para FUNAI. Que critério é esse que contrariou o estatuto? Forme em suas Regionais grupo de estudos e avaliação e vejam se estão inseridos nessa situação e ajam rápidos, o tempo urge. Fala sério gente!

Anônimo disse...

já que vcs estão achando o Coordenador de Maceió tão competente,pq avaliou os servidores por cima, pq não cobram um plano de ação para os servidores das CTL's, que estão ganhando sem fazer absolutamente nada. Vcs vão enferrujar.Fora este rídiculo Comitê, que nem presidente tem onde os servidores tem mais acento do que os índios. Isso é piada de mal gosto.

Anônimo disse...

Servidores,

Aproveitando o comentário acima, talvez seja justamente por isso, ser avaliado por alto sem que nada tenham feito. Foram jogados as traças e a uma rotina de estagnação e ociosidade, e ainda agradecem. È submeter-se ao conformismo. Será que quando houver atividade ainda saberão fazer? Mente e corpo parado padece. Não se iludam colegas, a situação após a avalição não melhorou o quadro ou situação dos servidores, que adianta ganhar um pouco mais, sem nada fazer ou mesmo sem ter a estabilidade futura. Será que acham que isso os deixaram seguros? Nem essa avaliação é segura, imagine o TCU tomando conhecimento e adotando a medida legal, já que se falam tanto em legalidade e moralidade, se assim o fizer, adeus segurança, aumento salarial e agradecimentos. Acham que vocês já se acostumaram a nada fazer. Somos hoje, os verdadeiros SERVIDORES PÚBLICOS. Analisem e vejam se vale a pena tudo isso da forma que nos encontramos. Será que futuramente saberemos fazer um relatório técnico, parados a tanto tempo, a mente atrofia, colega. FRED ou outro coordenador tá se lixando para nós. Quem sabe ele esteja fazendo a mesma política do Presidente da FUNAI e seus seguidores tais como: Francisca Picanço, Alegrete, Socorro Brasil, os Aluisios da vida e assim por diante dessa gestão. Com tantas arbitrariedades advindas dessa gestão e com os rumores de extinção da FUNAI podem fazer o jogo da boa vizinhança. O apoio de todos é interessante no momento de insegurança deles, saberemos se temos algo a agradecer avante. É hora de ficar com o pé bem assentado no chão e não de delírios. Se nada tem a fazer, ao menos leiam o Decreto e o Estatuto e analise as cascas de bananas existentes, que no momento não estão sabendo descascar. Não é hora de delírios e sim de ação, alerta, oportunidade do momento, avalição, principalmente de decisão. Se as denúncias dos comitês estiverem certas, é prova contundente de que nenhum deles estava preparados e capacitados para a REESTRUTURAÇÃO. Nós e tão pouco os índios, simplesmente os foram para executar. Portanto aproveite o tempo perdido e se capacitem e façam aprimoramentos, não estes oferecidos pela FUNAI, UM mal planejador ensinado o péssimo executor. É uma salada mista que comprovadamente não deu certo. Futuramente vêm novidades e nós com certeza nos encontramos despreparados para absorver. PREVINA-SE ainda é tempo. E um conselho não os percam com baboseiras.

Anônimo disse...

Achei muito justa a avaliação dos servidores das CTLs de Pernambuco, com a pontuação maxima.E dizer ao colega acima que os servidores que encontravam-se em Recife e que estavam como vilões perante aos politicos locais e colegas da FUNAI em todo o Brasil principalmente em Brasília, passam a serem herois, depois das comprovações de suas inocencias na Justiça Federal.Lembrando que quem trabalhou por todo este tempo diante das dificuldades: É como quem aprendeu a NADAR e a correr de BICICLETA, nunca esquecem.Então foi mais que merecida o reconhecimento por parte do Sr. Frederico CR Maceió e Paulo Fernando CTL- Recife, em suas avaliações.

Anônimo disse...

Colega,
Em momento algum disse que não foi merecido, claro que foi. Conheço o sofrimento, o desgaste, as calúnias, injustiças, pressão e tantas outras coisas mais, apenas disse que os novos coordenadores que não conhecem os servidores e os problemas passados em situações diversas, não estão aptos a avaliarem servidores, pelo pouco conhecimento da causa indígenas e suas adversidades, levando-se em consideração essa reestruturação que não proporcionou aos servidores mostrarem todo o seu conhecimento e desempenho. Apenas achei merecido e o Fred ou outro coordenador que tenha tomado essa atitude, usou da inteligência, com certeza todos vocês poderiam entrar com recursos e claro que fariam isso, levando ainda em consideração a história de luta do povo de Recife. Parabéns servidores vocês lutaram tanto e que fizeram por merecer cada ponto. E tenho fé que todos sairão de todos esses infortúnios brevemente. Brava gente

Anônimo disse...

A remuneração integral do servidor é uma conquista e a gratificação faz parte dela. A gestão Márcio Meira mais uma vez está jogando os servidores do quadro uns contra os outros com essa avaliação descabida, recheada de fofocas e perseguições sem sentido.

Nosso salário é sagrado, deles sustentamos nossas famílias !!!

Sejamos corporativos, todos devem receber os 100 pontos (80 + 20) do GDAIN.

Isso não pode ser mais motivo de discussão, se não for pago, é ação judicial contra esse Márcio e seus lacaios.....

Anônimo disse...

Na FUNAI de Belém, está havendo muita discussão por causa da avaliação, uma servidora e lutadora da causa indígena, com uma grande bagagem em área indígena, foi chamda e levado bronca por ter comentado a avaliação, a ditadura já acabou, colegas vamos nos unir em solidariedade a esta servidora tão guerreira e querida, força colega, e seja sempre verdadeira e justa, vc não merecia 19 pontos, vc mereci os 20.

Anônimo disse...

Colegas o que significa os 20 pontos em termo de aumento de sálarios dos niveis intermediário e superior ou melhor quanto receberão de aumento e se vai valer a partir de quando e quando receberemos ? Desculpe Mercio por estas perguntas mas o seu blog é o unico que nos fornece as informações mais precisas.

Anônimo disse...

Portaria MJ/SE Nº 1294, de 07/07/2011 - Exonera RILDER RIBEIRO MAUÉS do cargo de Coordenador-Geral de Recursos Logísticos da Diretoria de Administração e Gestão da Fundação Nacional do Índio, código DAS 101.4. (p. 29)

Anônimo disse...

VIVA, VIVA,VIVA, O Presidente Marcio Meira ,despertou,O R I L D E R R I B E I R O S A I U UFHA ATÉ que em fim , a FUNAI aliviou um pouco deste tormento.

Anônimo disse...

Portaria MJ/SE Nº 1294, de 07/07/2011 - Exonera RILDER RIBEIRO MAUÉS do cargo de Coordenador-Geral de Recursos Logísticos da Diretoria de Administração e Gestão da Fundação Nacional do Índio, código DAS 101.4. (p. 29)

"QUEM COM FERRO FERE, COM FERRO SERÁ FERIDO."
E agora? A FUNAI é uma roda gigante, que roda rapidinho. KKKK

Anônimo disse...

Muitos setores ocorreram festa com a saida do rilder, na corregedoria dava para escutar os gritos.

Anônimo disse...

AmigA corregedoria só? A maioria dos servidores a nível nacional que tiveram o desprazer de conhecer. Parabéns Futuro pela sábia decisão. Ninguém perdeu nada com a saída dele , ao contrário todos ganharam de mal caráter estamos cheio. Faltam alguns outros saírem, se quer começar bem, coloque alguém competente e de confiança para administrar junto a você. Sinto pela Salete, porém nem ela merece esse cara. E quiser começar bem, mude quase todo mude de sua Diretoria, a Socorro Brasil tá se achando a rainha do pedaço e não sabe de muita coisa, mostrar serviço sem qualidade éeu mal foi fazer as coisas bem feita quando lhe deram oportunidade e os demais ficarem como pai da criação. Sua competência está cima de tudo isso. VIVA RILDER, SAIU DA FUNAI, Á NÍVEL NACIONAL ACHO QUE SOLTARAM FOGOS. Quem faz aqui, aqui mesmo paga e você começou a pagar o desrespeito para com os servidores. PARABÉM FUTURO ACERTOU EM CHEIO. Espero que ele vá pra bem longe da FUNAI. Esse cara não merece o respeito de ninguém. Saiu tarde. Procure outro lugar bem longe da FUNAI. Esse Futuro realmente tá advinhando o futuro. Até que enfim colocaram alguém de atitude com coerência e visão. Obrigada Futuro por esse presente. E, colega isso não foi mérito de márcio meira e sim da visão futurista desse novo chefe.

Anônimo disse...

Parabéns ao Marcio Meira que já não suportava mais a presença do R I L D E R . Aproveitou a oportunidade do novo diretor de administração e detonou de vez a presença deste personagem dentro FUNAI.

Anônimo disse...

VEJAM O QUE ACONTECEU NA EDUCAÇÃO. A NEIDE, COM 30 ANOS DE EDUCAÇAO FOI AVALIADA COM 16, PELA CHEFE DELA QUE É CONHECIDA POR TODOS NA FUNAI POR SUA BURRICE. ESTAO COLOCANDO UM CONTRA O OUTRO, UM QUERENDO SER MELHOR QUE OUTRO. E UM ABSURDO. NUNCA VI ISSO NA FUNAI, DEPOIS DE TANTOS ANOS.

Anônimo disse...

Parabéns! Sr. Diretor Antonio Futuro,
pela sua atitude. Agora a FUNAI(DAGES)entra nos eixos. Só falta substituir os outros. Que alívio!!!!!!!!!!
Poderemos agora trabalhar com dignidade.Coloque pessoas com compromisso e educação.

Anônimo disse...

Até que enfim está começando o resgate da F U N A I, Todos felizes com a saída do R I L D E. Grande oportunidade para o Marcio Meira melhorar sua imagem, ainda há tempo

Anônimo disse...

São Luis, Pernambuco e João Pessoa, podem ter suas origens de volta. Só depende mesmo do Presidente. É dificil mais não é impossivel.

Anônimo disse...

Por favor, gostaria de saber se os servidores que estão sendo habilitados a dirigirem veículos oficiais, em todas as coordenações sem a classificação "C" podem ou não dirigir, pois eu estou lendo as portarias a maioria absoluta não possuem esta classificação. vamos ajudar aos coordenadores a não se complicarem no futuro.

Anônimo disse...

Só para lembrar no ano de 2004 o Sr. Presidente da FUNAI na epoca salvo engano Sr. Mercio Pereira Gomes, ao ver que a maioria dos ex-administradores após uma avaliação meia conturbada, principalmente em Recife, colocou todos os servidores no mesmo patamar de pontuações sempre para cima depois de ver a maioria prejudicada... O Sr. Presidente da FUNAI , Marcio Meira poderia fazer o mesmo até as aguas baixarem um pouco mais.Tenho certeza que todos farão de tudo para ajudar o resgate total da instituição.

Anônimo disse...

Quanto sentimento ruim existe nos servidores da Funai, uns querendo linchar os outros, estou perplexa. Sou servidora e graças a Deus não faço parte deste grupo. Gente, acredito que a nossa clientela (Indios) não está precisando de divergências entre os colegas, e sim, de ações, vontade de trabalhar, honestidade e acima de tudo desempenho dos que recebem bons salários para trabalhar. Vamos cumprir nossas metas e é isto que importa, avaliação só de Deus o resto não importa.Vamos tomar atitudes,realizar atividades que possam enfim trazer aos nossos indios sofridos há mais de 500 anos, vida independente, alimentação(que não seja cesta básica), saúde de qualidade, educação de verdade.

Anônimo disse...

Creio que a colega tem razão com relação a integração dos servidores sem revanchismo. mas no item correspondente a avaliação discordo pois não tivemos culpa do que passamos e nada é mais justo que uma equiparação por igual a todos os servidores.Agora gente vamos lutar e resgatar a nossa imagem com bons serviços prestados a FUNAI e principalmente aos índios brasileiros, estes sim foram os mais prejudicados e que vão precisar de nossa ajuda.Acho que o Presidente Marcio Meira, que foi ovacionado por todos nos no ano de 2008, simplismente por não ter escolhido uma boa equipe para conduzir o que tinha tudo pra da certo atraves do decreto 7056,não teve exito,mas quem sabe agora com a saída de dois membros de sua ex- equipe que sempre era ao contrário de tudo que se fazia em favor dos índios. Gente vamos torcer para tudo da certo com as mudanças e a FUNAI voltar ao que era antes.

Anônimo disse...

EXISTE PREMIO MAIOR DO QUE A SAIDA DA FRANCISCA PICÂNCIO E DO RILDER DO CONTROLEM DIRECIONAL DA FUNAI. TENHP CERTEZA QUE O MARCIO COM A AJUDA DE TODOS VAI SUPERAR TUDO O QUE PASSAMOS. AFINAL DE CONTA ELE É HOMEM DE CONFIANÇA DO EX- PRESIDENTE LULA E DA DILMA. VAMOS AGUARDAR, QUE BOM QUE ESTE BLOG EXISTE PARA AS INFORMAÇÕES MAIS PRECISAS.

Anônimo disse...

TURISMO SEXUAL, ESTRUPO, PEDOFILIA

TEM MUITOS COLEGAS QUE MALHAM AQUELES QUE QUEREM E FAZEM A FISCALIZALÇAO preventiva, aalivia essa lado social que a funai diz ser imcapaz de fazer, dentre esses e outros problemas bem maiores

Anônimo disse...

OS PAD'S QUE ESTÃO ACONTECENDO É UMA TOTAL FALTA DE RESPEITO QUE ESTÃO FAZENDO COM ALGUNS COLEGAS DA FUNAI.VAMOS OBSERVAR OS TEMPOS REMOTOS QUE TODOS PENSAVAM QUE O MODELO DE ADMINISTRAÇÃO DA FUNAI ERA DIFERENTE. OS COLEGAS QUE ESTÃO PASSANDO POR ESSA SITUAÇÃO POSSO ATÉ DIZER QUE É INJUSTA. AS ORDENS E GARANTIAS SEMPRES PARTIA DOS NOSSOS DIRIGENTES DA FUNAI/BSB. SENHORES MEMBROS DESSAS COMISSÕES PENSEM BEM ANTES NA ORA DE JULGAR O SEU PRÓPRIO COLEGA, SEI QUE A LEGISLAÇÃO TEM QUE SER CUMPRIDA, MAIS REFLITAM BEM NO FINAL DE TODO PROCESSO, ESTOU SABENDO QUE TEM MUITA GENTE BOA NESTA SITUAÇÃO. AMIGOS O QUE FALTOU NA FUNAI DOS TEMPOS ATRÁS FOI O PLANEJAMENTO PARA UMA FUNAI MELHOR. CAPACITAR MELHOR TODOS OS SERVIDORES, NOMEARAM PESSOAS SEM UMA MINIMA CONDIÇÕES DE EXERCER UM CARGO DE DIREÇÃO, PRINCIPALMENTE NA ÁREA DE ADMINISTRAÇÃO, FUNÇÃO ESSA O CORAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO,O REFLEXO NEGATIVO VAI SE ACUMULANDO E O RESULTADO CLARO QUE NÃO VAI SER DOS MELHORES. SENHORES MEMBROS DA COMISSÃO, VOCÊS ACHAM JUSTO COLOCAR EM RISCO O EMPREGO DOS SEUS COLEGAS, QUE MUITOS DESSES SÓ ESTÃO ESPERANDO COMPLETAR OS ANOS QUE FALTAM PARA SUA APOSENTADORIA. SUGEREM A ILUSTRISSIMA SENHORA CORREGEDORA DA FUNAI,QUE A PENALIDADE DE TODOS SERÁ URGENTIMENTE CAPACITAÇÃO NO CONHECIMENTO PROFUNDO DAS NORMAS A SEGUIR, DAQUI PARA FRENTE,SEI QUE ESSES ERROS PODEM SER PERDOADOS POIS OBSERVE A HISTÓRIA DE CADA UM DESSES COLEGAS. A FUNAI DE HOJE QUEM SABE PODE DAR CERTO. " ENVELHECER COM DIGNIDADE É UM REPARO DA GRATIDÃO".

Anônimo disse...

Amiga (o)

Resposta ao comentário do 10 de julho de 2011 12:37, será que você tem conhecimento da ociosidade que que são imposta aos servidora da casa? Não? Então colega procure se informar. Nós estamos nessa porque alguns coordenadores já vieram de carta marcada e comum pé atrás com relação a algumas Administrações. Trabalhar todos querem, basta darem atividade, impossível inventar moda e ficar a mercê deste. Talvez você tenha o que fazer mais nas regionais e muito menos nas locais, alguém se preocupou em mandar atividades? Se estamos criticando por não fazer nada, é sinal que queremos algo para fazer.

Anônimo disse...

SERVIDORES
Talvez seja hora de FUTURO reaproveitar melhor a competência de ANTONIETA, esta realmente entende do assunto e trabalha, porém faço uma ressalva na equipe dela, algumas pessoas deve mudar. NIETA, parabenizo pelo seu profissionalismo, garra, conhecimento e principalmente o respeito que sempre demonstrou para com todos. Saí Socorro Brasil, você só late muito e nada faz.

Anônimo disse...

Não é o caso de se pedir perdão pelo que não foi praticado por atos de ilegalidades.Neste caso os índios teriam que ser atendidos mesmo que contrariando a lei. O que faltou dentro da FUNAI e até hoje falta. Plannejamento, treinamento de servidores,e o Orgão ter credibilidade, posto que nos ultimos anos ninguém queria vender para FUNAI, e até os dias de hoje existem restrições no mercado e quando algum fornecedor se prontifica a fornecer seus serviços, mesmo que com licitações ou pregões a FUNAI não cumpre com o seu dever. Isto dificulta a vida de todo o mundo inclusive a dos índios que deixam de ser atendidos por pura irresponsabilidade do Orgão do qual são parcialmente atendidos.Agora deixo uma pergunta à todos será que os serviços do qual estão sendo realizados estas PADs para apurar possiveis irregularidades dos servidores envolvidos, com tão pouco tempo, só por contenções de despesas. É muita responsabilidade da Comissão fazer uma analise com tão pouco tempo e julgar os servidores que não teem nem tempo de se defenderm é o que esta acontecendo em vários lugares e o pior nem sabem do que estão sendo acusados só vem a saber no dia do interrogatório pois não tiveram acesso aos processos de que estão sendo acusados, não seria o caso de se refletir melhor quando da instalações das comissões.E quem são as pessoas que estão no comando das comissões será que eles teem credibilidade para tal? Se não as teem como então podem fazer um julgamento tão importante, neste caso eu acho que os proprios interrogados possam fazer os proprios julgamento de seus julgadores. Veja bem no Caso de Pernambuco onde a Comissão passou mais de 08 meses e chegaram as conclusões de que não poderia acusar nenhum servidor, já pensou se fosse nos dias de hoje todos estariam condenados por eles (julgadores), não teriam como fazer suas oitivas ouvir fornecedores e testemunhas e tirar suas conclusões junto com membros da Policia Federal. e provar por A + B que os servidores pelas condições de trabalho e a falta de segurança não poderiam fazer mais do que fizeram em beneficio de todos afim de preservarem suas vidas, fato este comprovado até por sentenças judicias, espero que a FUNAI atraves de seus Procuradores e Corregedora levem em considerações estas observações.

Anônimo disse...

É REALMENTE COLEGAS, QUEM DEVE PEDIR PERDÃO É A FUNAI PELO QUE ESTA FAZENDO CONTRA ESTES SERVIDORES QUE DERAM DE TUDO PARA AJUDAR OS ÍNDIOS MESMO A FORÇA.JÁ PENSOU SE ESTE ATUAIS DIRIGENTES VIEREM A RESPONDER NA JUSTIÇA PELO QUE ESTÃO FAZENDO DE ERRADO.VOCES SÃO COMO CAFÉ PEQUENOS PERANTE OS ERROS DELES.

Anônimo disse...

"A semente caiu em terra boa e deu fruto... " REFLITAM!

Anônimo disse...

Muitos estão preocupados apenas com a pontuação individual que representou 20% da pontuação final, porem as metas da Funai representaram 80% do total e ainda não foi divulgado o percentual de execução final contabilizado:
Quantos publicações fundiárias?
Quantos atendimentos sociais computados?
Quantos comitês validados?

As metas para o próximo período estão muito mais complexas e diversificadas. Se essa direção atual não deu conta de funcionar nem 20% da estrutura planejada, como atingirá as metas 2011/2012?

Anônimo disse...

Ninguém no governo Dilma pode questionar os 80% de avaliação da FUNAI, pois ele fez tudo direitinho,com o Governo pediu.Assim como os coorenadores Regionais fizeram...tudo o que ele pediu. Creio que esta tudo claro

Anônimo disse...

Caro anonimo,

Do dia 12 de julho de 2011 22:01, faça=me o favor, dizr que a FUNAI fez tudo direito como o Governo pediu é piada,caro. Os comitês criado a toque de caixa, sem qualquer conversa, reunião ou orientação. Quantos comitês faltam ainda serem criados para atingir a meta? Já funciona? Estão fazendo específicamente o que? Já verificou quantos erros existem nas portarias, No estatuto diz claramente detentor de DAS e nas portarias, tem motorista, auxiliar e assim por diante. Nada contra os motorista e auxiliares porém não se enquadra no que requerido e determinado. Tem comitê que não tem presidente, observou isso? Caro, tem regionais que muda de município ou estado de portaria a portaria, CTL´s criada sem endereço, sendo coordenador nomeado para o nada. Produtivo? O que é isso nessa gestão: Assistência, se foi pro espaço? Planejamento, será que sabem o que é isso? Portanto amigo o Governo pediu uma reestruturação e não uma bagunça dessa onde se muito funcionar é 2 ou 3 CR. Amigo não quero nos tratar como um bando de Loucos, inconsequentes ou idiotas. Faça um levantamento do planejado e o executado. Depois volte e nos informe, ok?

Anônimo disse...

Acho que o colega do comentario das 22:01 hs, tem toda a razão, quem poderia reclamar por esta situação, seriam os índios, mas vejam dentro da FUNAI, existe uma calmaria que é de impressionar, os índios não reclamam não exige mais nada e ficaram todos conformados com a situação. Então creio que o objetivo era este acalmar os animos dos indígenas e o Marcio Meira com toda a sua habilidade conseguiu. Isto não podemos reclamar, todo muito agora fica dentro da repartição com a maior tranquilidade possivel. Até acho que o proprio presidente se acha um vitorioso ,pois ninguém conseguiu fazer o que ele fez. os índios pararem de reclamar que não são atendidos... acho que todos estão felizes com esta administração.

Anônimo disse...

JUSTIÇA SEJA FEITO O MARCIO MEIRA LUTOU E CONSEGUIU O NOSSO TÃO SONHADO AUMENTO NO ANO DE 2008,E ACALMOU OS ÍNDIOS EM TODO BRASIL, NÃO TEMOS NADA A RECLAMAR, AFINAL DE CONTAS NOS SOMOS INDIGENISTAS E NÃO ÍNDIOS... ELE MERECE TODO O NOSSO RESPEITO E CONFIANÇA, PORISSO A DILMA O CONSERVOU A FRENTE DA FUNAI.

Anônimo disse...

Colegas,

A sensação que tenho é que conseguiram dopar os servidores e os índios. Parece que estamos em um sanatório na FUNAI, todos alienados e sem ação, nem reação. Nosso estado é doentil.Observem!!!

Anônimo disse...

Caros leitores,
Concordo com o comentário do dia 13 de julho de 2011 11:36, não é impressão e sim uma realidade. Basta observar os comentários dos dias 12 de julho de 2011 23:20 e 13 de julho de 2011 07:52, para se ter a certeza. Estão querendo vender uma imagem fictícia, é só lembrar as vezes que os índios estiveram em BSB em manifestos contra a FUNAI e que ainda continuam nas diversas terras indígenas, lembrando ainda, o último episódio da CNPI. Lembrando as propostas dos diversos políticos com relação a essa situação. Uma pessoa que se diz indigenista afirmas o seguinte: “AFINAL DE CONTAS NOS SOMOS INDIGENISTAS E NÃO ÍNDIOS” e outro dizer “mas vejam dentro da FUNAI, existe uma calmaria que é de impressionar, os índios não reclamam não exige mais nada e ficaram todos conformados com a situação. Então creio que o objetivo era este acalmar os animos dos indígenas e o Marcio Meira com toda a sua habilidade conseguiu. Isto não podemos reclamar, todo muito agora fica dentro da repartição com a maior tranquilidade possivel. Até acho que o proprio presidente se acha um vitorioso”. Pergunto, vitorioso de quê? De colocar os diversos segmentos policiais contra os índios? De colocar a Força Nacional na FUNAI coibir a entrada dos índios em sua própria casa? De usar de total violência e violação aos direitos dos índios? E vocês ainda têm a coragem de dizer que é indigenista? Isso é uma blasfêmia! Os índios não estão indo na FUNAI pois estão negando até uma passagem de retorno a aldeia, não existe instituição FUNAI sem a presença do índio amigo, essa é a nossa clientela e nosso principal parceiro. Será que vocês estão mesmo trabalhando com essa calmaria, enquanto a violência impera nas terras indígenas? Enquanto índios morrem de fome e de frio? Se não fazem nada realmente tem que se estar calmo, não é mesmo grande indigenista? Sem índio não existe FUNAI, esqueceu disso? Pra se conquistar essa calmaria foi necessário o abuso de poder, incompetência, violência, negligência e tantas ências mais? Pra mim é vergonhoso saber que um indigenista com essa mentalidade trabalha na FUNAI, pensei que trabalhássemos para proteger os índios dessas coisas e principalmente da discriminação, porém, envergonho-me em saber que a discriminação começa na própria FUNAI através de alguém que se diz indigenista. Não pararam para pensar que os índios pode não procurar a FUNAI por se saber rejeitado, abandonado e sei lá mais o quê. Talvez a FUNAI não tenha mais serventia ou inspire confiança hoje neles. Será que estão tão cegos, que não tenha sapiência de que estão procurando outros órgãos. INDIGENISTA com esse comentário hoje tenho a mesma certeza dos índios a FUNAI ACABOU, NÃO TEM SERVENTIA para os indígenas que deveria ser algo fortalecido em seus objetivos. Que pena!.

Anônimo disse...

Bem gente, temos que parar com estas discussões bobas, o que foi feito não tem volta o decreto 7056 esta aí e não pode ser modificado como queremos. Mais surgiu uma esperança. O Sr. Marcio Meira não esta mais no crivo de Chica Picâncio e do Rilder.Então vamos dar um voto de confiança ao Presidente pois mesmo com seu orgulho ele precisa de todos nos, vejamos agora na implantação dos comitês , se não nos colocar não funciona.O que precisamos agora é o resgate da FUNAI. Vamos deixar de comentar coisas vãs e vamos nos unir seja lá com quem for no final todos venceremos ìndios,servidores e o Brasil.

Anônimo disse...

Voto de confiança? Sr? Mas quando esse Custer merece alguma confiança?

A Chica é assessora parlamentar DAS4 e sua sala é com o M.Meira..O Rilder esperando função noutra diretoria....
O Presidente ferrou os servidores, não cumpriu as metas e ordenou para proibir nota máxima aos servidores !!!
Como confiar num bandido desses????

Anônimo disse...

Pra quem não sabe: a pontuação institucional + a individual pode ter um mínimo de 30 pontos !!! A data para concluir era 30 de junho. Foi informado que só foi possível 28 comitês (até dia 30) e dos tais 130mil atendimentos, saíram só 12 mil. Estamos sem salário !!! Vamos devolver dinheiro: a Funai atingiu menos de 45 pontos ..
O Meira conseguiu superar sua própria incompetência !!! Aliás, dos DAS 3, 4, 5 e 6 não vão descontar nada (terão nota máxima)
COMO pode alguém defender esse Meira aqui???

Anônimo disse...

NÃO ACREDITO NESTES COMETARIOS DAS 20;31 E 20;40 HS O MARCIO MEIRA NÃO TERIA CORAGEM DE FAZER ISTO CONOSCO, AFINAL DE CONTAS ELE É O GRANDE RESPONSAVEL PELA FUNAI . SERIA BOM VOCES PARAREM COM ESTES COMMENTÁRIOS, DE MAU GOSTO.

Anônimo disse...

Creio que os comentarios acima não teem nenhum sentido, pois o nosso presidente, é homem de confiança do ex- presidente Lula, e de nossa presidenta Dilma. Jamais ele deixaria a FUNAI com pessima avaliação, pois as metas principais da fundação foram cumpridas. Agora este jogo de empurra empurra não leva a lugar nenhum. Não acredito nestes comentarios, pois jamais o nosso presidente falaria isto para alguém. então vamos trabalhar e tirar este rancor que existe dentro de cada um. Afinal de contas é a FUNAI que esta sendo avaliada assim como todos os servidores.

Anônimo disse...

15/07/2011 - 08h16
Presidente do Ibama causa polêmica em entrevista a TV australiana
CLAUDIO ANGELO
DE BRASÍLIA
O presidente do Ibama, Curt Trennepohl, causou polêmica ao dizer a uma equipe de TV australiana que seu trabalho não é cuidar do ambiente, e sim minimizar impactos ambientais. Depois, sem saber que estava sendo filmado, sugeriu que o Brasil faria com os índios a mesma coisa que a Austrália fez com os aborígenes, população nativa do país da Oceania.
As declarações foram dadas à repórter Allison Langdon, do programa "60 Minutes", que fazia uma reportagem sobre a licença de instalação da usina de Belo Monte, assinada por Trennepohl.
Eraldo Peres-1º.jun.2011/Associated Press

Curt Trennepohl, presidente do Ibama, fez comentários polêmicos para equipe de televisão da Austrália

Na entrevista, Langdon confrontou o presidente do Ibama. Disse que seu antecessor, Abelardo Bayma, renunciara devido à pressão pelo licenciamento da usina que, segundo organizações ambientalistas, afetará os índios do Xingu, no Pará.
'TRANQUILO'
A repórter da Nine Network perguntou a Trennepohl se ele estava tranquilo com a decisão de licenciar a obra.
"Sim, a decisão foi minha", respondeu Trennepohl.
"Mas seu trabalho não é cuidar do ambiente?"
"Não, meu trabalho é minimizar os impactos."
Após a entrevista, sem saber que ainda estava com o microfone ligado, Trennepohl tentou argumentar com a jornalista australiana:
"Vocês têm os aborígenes lá e não os respeitam."
"Então vocês vão fazer com os índios a mesma coisa que nós fizemos com os aborígines?", questionou Landgon.
"Sim, sim", respondeu Trennepohl.
Hoje há cerca de 500 mil aborígines na Austrália, compondo menos de 3% da população do país.
Ao longo do século 19, os colonos britânicos que ocuparam a ilha chegaram a conduzir campanhas de extermínio, com recompensas pela morte de aborígines. O caso mais grave foi o da Tasmânia, Estado onde toda a população aborígine não mestiça tinha sumido em 1876.
AGREDIDO
Procurado pela Folha, o presidente do Ibama disse que foi agredido verbalmente pela repórter e que não afirmou "de forma nenhuma" que seu trabalho não era cuidar do ambiente brasileiro.
"Essa moça chegou numa atitude extremamente agressiva, disse que eu estava acabando com os índios."
Segundo Trennepohl, "a função do órgão licenciador é minimizar impactos quando um empreendimento é licenciado. Quando não dá para minimizar, nós indeferimos", afirmou.
Ele disse que não comentaria as declarações sobre os aborígines da Austrália.
http://www.youtube.com/watch?v=FuU7S3XA2UA&feature=youtu.be

Anônimo disse...

Nosso presidente, só se for seu, pois esse cara é um alopradoooooooo

Anônimo disse...

Colega de trabalho é muito difícil para os servidores da FUNAI de Belém concordar com alguns comentários positivo sobre o presidente da FUNAI, ele com toda certeza diria que o tacacá pertence a São Paulo, ele acabou com a FUNAI de Belém, transformou a capital do Pará em CTL, acabou com a Loja Artindia, e junto se foi um dos pontos turísticos e cultural da cidade de Belém/Pa, cadê a governadora do Pará na época petista, ponto este conhecido tanto nacional como internacionalmente, nós paraense com sangue indígenas, tínhamos orgulho daquela loja, que era símbolo forte da história indígena de nosso estado, cadê o secretário de cultura do estado do Pará, com o fechamento da loja foi gerado grande transtorno aos indígenas beneficiados na época, que foram obrigado a procurar outros meio de subsidência, principalmente a venda de madeira, e o pior de tudo, está levando ao esquecimento a confecções do artesanato, etc. Senhor Pres. Porque não transformar aquele espaço em um Centro Cultural também, valorizando principalmente os indígenas, tão sofridos no decorrer de sua história,

Anônimo disse...

Esse presidente Marcio Meira e seus capachos fizeram da FUNAI uma bagunça total além de gastarem dinheiro público desnecessario, festival de diárias e DAS. Funai não está funcionando nada,piorou principalmente para os índios e servidores de Recife,Goiania,São Luis,Belém e outros,estamos humilhados e os índios calados,acuados. Ta na hora dos índios irem a Brasilia e desbancarem essa força nacional,os indios tem mais força do que essa guarda nacional que o Meira usa para intimidar os indios. Nós servidores antigos que ja apanhamos de índios em área , con razão,porque governos nunca quizeram resolver a causa indigena,e que hoje estamos sendo trocados por trabalhadores DAS,que nao teem experiencia nenhuma de área e da causa, na minha o pinião ta na hora dos indios colocarem seus facões na cara desses DAS e até desse presidente,começando por Altamira,para esses caras aprenderem a respeitar os índios. Comno diz um velho amigo indio mundurucu, A FUNAI HOJE,NÃO SABE PRA QUE LADO ESTÁ A CABEÇA NEM A BUNDA.

Anônimo disse...

QUERO INFORMAR, QUE HOJE O CLIMA DOS SERVIDORES DA FUNAI CR DE MACEIÓ E DA CTL DE RECIFE É DE TOTAL HAMONIA, ESPERAMOS QUE SEJA ESTENDIDO POR TODO O BRASIL É O NOSSO DESEJO.

Anônimo disse...

Ao anomino do dia 15 de julho de 2011 13:03, devia ter vergonha de afirmar dessa total harmonia ente Maceió e Recife, deixe de ser mentiroso, fale por você e não pelos demais. Todos sabem que não existem nada disso.Eraldo Leite, se não tem o que fazer, então é melhor ficar calado, do que expor os servidores ao rídiculo afirmando essa tal de harmonia. Existe sim, um silencio dos servilodres e o acomodamento por nada mais poderem fazer. Favor deixe desse jogo de puxa saco, se ainda nõ decidiu o que quer deixem que os demais falem por eles mesmo. Esses elogios prá lá e pra cá todos sabem que são SEUS.

Anônimo disse...

FUNAI NO PAÍS DAS MARAVILHAS.....HEHEHE, É UMA PIADA DE MUITO MAU GOSTO.
AINDA TEM GENTE QUE VEM NESTE BLOG DEFENDER O INOJÁVEL MARCIO MEIRA.

UM CARA QUE SÓ BAGUNÇOU A FUNAI, ENCHEU DE PELEGOS,DE PESSOAS DESAVISADAS A CAUSA INDÍGENA, NADA FUNCIONA,CRIOU UM MONTE DE CTLS E NÃO TEM O DAS PARA EFETIVAR O COORDENADOR. CADE O DAS SR. MARCIO MEIRA, AS CTLS JÁ FORAM CRIADAS....

Anônimo disse...

Eraldo Leite: Resposta
Porque razão voces se escondem ao anônimato e usam de palavras que não correspondem a verdade. Seria bom que não usassem o meu nome em vão pois quando eu quiser falar sobre algum assunto, tanto uso o blog do Mercio com o da Funai, para fazer elogios ou criticas, por ser favoravel a CTL Recife, não sou favoravel também ao decreto 7056 em sua integra existe muitas falhas que poderão sofrer alguns ajustes e isto não nos cabe fazer pois não sou especialista no ramo.Só peço a Deus que a Funai possa voltar a funcionar como deve em beneficio dos índios. Quanto ao item harmonia não existe nada que desabone a conduta entre os servidores de maceió e o de Recife e se o Fred não esta correspondendo até o momento na opinião de muitos aqui de Recife, também não tem recebido apoio da sede em Brasília. Sempre falei Recife tem tudo para funcionar em sua plenitude só resta agora o apoio da direção. Se isto na opinião do colega é puxa saco serei um eterno colaborador como sempre fui em todos os sentidos de todos os ex- administradores tudo isto em prool das comunidades indígenas da Funai e dos colegas de trabalho com a graça de Deus... E se fiz algum comentário que algum colega não gostou , peço-lhe desculpa mas não o fiz por mal,e sim como uma observação de que todos nos somos passiveis a erros, e que tudo merece uma reflexão sàbia e tenho certeza de suas capacidades, pois não é atoa que chegamos aos 25 anos trabalhando em uma repartição tão dificil mas que chega a ser gratificante em nossas vidas.Fiquem com Deus. Eraldo Leite

Anônimo disse...

Esse cara "Márcio Meira" tem que ser condecorado por ter sido o "pior" Presidente na estória da FUNAI.
Mentiroso!!! Enganou a todos os índios.
Confiar nesse Facínora, qual é.
Ele tem que ser linchado...isso sim.
A cara dele é de doido, cínico e cara-de-pau. Ainda por cima, a mulher dele acha que pode, ficar andando pelas Regionais dando "ordens". A Funai está uma merda!!!!!!!!!!!!!!!!
O Azanha, aprontou tanto nos Cinta-Largas, pergunta se os índios querem ele por lá. Ele que vai lá, vai ser linchado.....Agora, resolveu mamar nos Xavantes, meu Deus!!!!Amigo, teu bolso já está cheio, não faça isso com os índios. Vc tá rico, pára com isso!
Já chega meu caro.
Gente a Funai acabou....que pena.

Anônimo disse...

Paraenses controlam a Funai
— O presidente, a chefe de gabinete, o presidente substituto, a chefe de gabinete do diretor de assistência, a diretora de administração, a coordenadora geral de pessoal são todos de Belém.
— E haja parentesco—
— A chefe de gabinete do presidente, Maria Salete Miranda, é irmã da chefe de gabinete do diretor de assistência e prima da assessora do gabinete. O coordenador de apoio logístico é marido da chefe de gabinete. O chefe do serviço de telecomunicações é pai do coordenador regional de Maceió.
— O estagiário é filho da diretora. E o coordenador técnico dos Fulni-ô (a tribo da qual descende o lendário ponta-direita Garrincha, do Botafogo Futebol e Regatas, do Corinthians e da Seleção Brasileira) é filho da professora subordinada a ele.
O deputado lamentou que o ministro Luiz Paulo Barreto “se omite diante das manifestações contrárias à construção da Usina de Belo Monte; da ação civil pública movida pelo Ministério Público de Altamira (PA) contra a obra em terras indígenas; da aquiescência da direção da Funai e das denúncias de nepotismo e apropriação da Fundação por um grupo político”.

Pergunta que não quer calar, PQ ele acabou com a FUNAI de Belém/Pa, "paraense" caigo, ponura,

Anônimo disse...

Colegas, vamos paralizar por tempo indeterminado,e nesta paralização vms rapicalizar, vms pedir apoio de outras categorias. eu sugiro p/ começar que tal os herois dos bombeiros do Rio de Janeiro, vms fazer algo urgente, ou alguém tem uma idéia melhor,vms nos unir e os forlatecer. chega de bla bla, vms a luta.

Anônimo disse...

CRIOU UM MONTE DE CTLS E NÃO TEM O DAS PARA EFETIVAR O COORDENADOR. CADE O DAS SR. MARCIO MEIRA, AS CTLS JÁ FORAM CRIADAS.... Resposta do dia 15.07.11, às 21:27, Estão tds no Museu do Índio, já observaram na restruturação é bem litido, e os recursos também. Uma dica: Comecem a visitar mais o site do MI, Pelo pouco que já ouvir falar do Diretor de lá, é um exelente lider, sugeria ao presidente, que os responsáveis pelas coord. viessem ao Rio fazer cursos, junto ao MI, já viram no site, vai começar um na segunda feira, e p/ servidores é de graça.

Anônimo disse...

Não tem como lutar contra esse poder arbitrário e totalitário do PT/ONG/MPF/PF/GOVERNO ALIADO/etc....
Exemplo da avaliação individual do servidores: a “Maria Louca” (diretora da ex-DAF) ordenou de forma ditatorial (e foi ordem mesmo) que nenhum coordenador desse pontuação máxima para qualquer servidor e todos os súditos medrosos cumpriram, por sua vez, a plebe morre de medo e não reclamou. Todos estão acuados !!! Não há mobilização, até o sindicato tem medo....
Não há chance de manifestar, de lutar: O “mega-malandro” Pagot é “pupilo” da Dilma e apadrinhado do Blairo que é amigo do Custer Meira.....
Acabou !!!! Devemos abaixar a cabeça e obedecer esse regime que elegemos !!!

Anônimo disse...

A CR Sul da Bahia tá uma bagunça só. Nao teim nada. Só faxada. Os indio tá tudo abandonadu, largadu a propia sorti. Adiministração? Nada! Botarão um coordenador que nao sabi adiministrá nem a casa deli quanto mais um órgao como Funai! Os servidor tem que bancar tudo pois a Funai de Brasilia não tá nem aí prá eles. Com isso os parente do sul da Bahia nao tem nada, nada. Uma vergonha! Fora Meira!

Anônimo disse...

Por que não existem ONGs no Nordeste?Você consegue entender isso?Vítimas da secaQuantos? 10 milhõesSujeitos à fome? SimPassam sede? SimSubnutrição? SimONGs estrangeiras ajudando: Nenhuma Índios da AmazôniaQuantos? 230 milSujeitos à fome? NãoPassam sede? NãoSubnutrição? NãoONGs estrangeiras ajudando: 350 Provável explicação: A Amazônia tem ouro, nióbio, petróleo, as maiores jazidas de manganês e ferro do mundo, diamante, esmeraldas, rubis, cobre, zinco, prata, a maior biodiversidade do planeta (o que pode gerar grandes lucros aos laboratórios estrangeiros) e outras inúmeras riquezas que somam 14 trilhões de dólares. O Nordeste não tem tanta riqueza, por isso lá não há ONGs estrangeiras ajudando os famintos. Tente entender: Há mais ONGs estrangeiras indigenistas e ambientalistas na Amazônia brasileira do que em todo o continente africano, que sofre com a fome, a sede, as guerras civis, as epidemias de AIDS e Ebola, os massacres e as minas terrestres. Agora, uma pergunta: Você não acha isso, no mínimo, muito suspeito? É uma reflexão interessante.

Anônimo disse...

Baixar a cabeça: NUNCA

João Carlos Figueiredo सिद्धार्थ गौतम disse...

Quero declarar que as palavras colocadas neste blog como sendo minhas não foram postadas por mim. Eu nunca assino nenhum texto como "ANÔNIMO"! Tudo o que foi colocado foi copiado e modificado por quem postou neste blog, que eu não conhecia. A bem da verdade, quero esclarecer uma única coisa: a pregoeira Maria do Socorro Suassuna é minha amiga, não fiz nenhuma crítica a ela, mas sim à Funai Brasília, que a convocou no momento de suas férias, mesmo eu tendo solicitado a pregoeira há meses. Se ela ficou apenas 20 dias foi por limitações de agenda. Mesmo assim, não tenho nada contra o trabalho desenvolvido por ela, da melhor qualidade, e compatível com o prazo que teve para fazê-lo e com as limitações tecnológicas de nossa cidade (internet lenta e de péssima qualidade). No mais, o texto, embora adulterado por quem o copiou, está coerente com o que eu escrevi em meu memorando à Presidência. Se quiserem conhecer o texto original, leiam em meu blog: http://bocaferina.blogspot.com/.

Assinado: João Carlos Figueiredo

Maria do Socorro Suassuna disse...

Quero apenas fazer uma correção com relação ao período que na verdade foi de 12.05 a 10.06 (trinta dias).

Anônimo disse...

Tá na hora do Prf. Mércio fazer nova matéria. Esta já caducou.

Anônimo disse...

É verdade, esses paraenses com arrogância e cara de patifes, são os vampiros daqui da FUNAI de Brasília que ramificam suas larvas por todo lugar, deram uma injeção nos novos concursados, transformando-os em meros robôs controlados por essa falange de idiotas. Esse Márcio Meira é a doença do momento. O pior é que eles não sacam nada de índigenismo e como nunca lideraram, impõem seus poderes ridículos e imcompetentes. Isso tá acontecendo em todo lugar, se vc não se vende por DAS, vc é visto como inimigo ou algo nocivo dentro do órgão. eles compram até os índios com promessas enganosas. Vejam Altamira, que o poder foi tirado de um indigenista coompetente e comprometido, para ser dado a um moleque, incompetente, sem conhecimento nenhum sobre o real indigenismo, que só faz ganhar diária e fingir pros índios que é sério. Esse tipo nós já vimos muito na FUNAI e sabemos que ele logo vai dançar, ou por se enrolar com o que não é certo ou vai levar porrada dos índios. Vou ficar aqui na corte só esperando o final infeliz desse bando de imprestáveis. Aqui em Brasília a coisa é chocante e esses paraenses papa chibé e sem pedigree nenhum, pensam que são eternos, mas eles que se cuidem. A tempestade só está começando, e tem que denunciar para que o brasil todo saiba quem presta e quem não presta

Anônimo disse...

http://www1.folha.uol.com.br/poder/955736-funai-pressiona-e-camara-esvazia-projeto-de-combate-ao-infanticidio.shtml

Anônimo disse...

http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica-brasil-economia/33,65,33,14/2011/08/09/interna_politica,264754/dilma-rousseff-ressalta-que-belo-monte-nao-atingira-terras-indigenas.shtml

A construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA), não irá atingir nenhuma das dez terras indígenas localizadas nas proximidades do empreendimento. A afirmação foi feita pela presidente Dilma Rousseff na coluna semanal Conversa com a Presidenta, publicada nesta terça-feira (9/8) em jornais.

“Belo Monte será fundamental para o desenvolvimento da região e do país, e o reservatório não vai atingir nenhuma das dez terras indígenas da área. Os povos indígenas não serão removidos de suas aldeias”, explicou a presidente em resposta a uma leitora que perguntou sobre as consequências da construção da usina.

Anônimo disse...

E AÍ PROFESSOR, KD AS NOTÍCIAS, ESTAMOS ESPERANDO SEUS COMENTÁRIOS.
TODOS NÓS AGUARDAMOS ANSIOSOS AS NOVIDADES, OU SERÁ QUE TUDO ESTÁ COMO ANTES E NÃO HA ESPERANÇA?

Anônimo disse...

Professor precisamos continuar falando sobre os acontecimentos, não podemos: Funai, indigenismo, criação da Secretária Nac. dos povos indigenas, novas pespectivas para o segundo semestre, enfim aguardamos boas notícias, estamos esperando.

Anônimo disse...

Concordo em numero genero e grau coom os colegas este blog tem sangue indigenas, e não se pode para o que vinha dando certo. Uma guerra não se resolve com tão pouco tempo, e a Presidente Dilma começa a acordar de um pesadelo. Que país é este em que estamos vivendo. Será que perderemos a esperança de sermos chamados de Brasileiro, o que é que esta acontecendo com tão pouco tempo, nos Ministérios dos Transportes, Agricultura, Cidades,e agora o de Turismo. O Brasil esta engessado por causas das denuncias, e o TCU < CGU, e a propria Procuradoria Federal não sabem mais o que fazer. Se ficar o Bicho pega se coorer o Bicho come. E a pobre FUNAI é quem paga o Pato cheio de denuncias de pouca relevancia mas que desviam as atenções das autoridades. Por favos Gente acordem vamos ajudar o nosso Brasil, no combate a corrupção

Anônimo disse...

Só repassando...Vejam a Notícia do Correio Braziliense.

Justiça determina que a FUB devolva R$ 234 mil aos cofres públicos

Josie Jeronimo – Correio

Brasilense – Brasília-DF
Publicação: 13/08/2011 08:00hs - Atualização:

Cinco ex-servidores do Ministério da Cultura e da Fundação Universidade de Brasília (FUB) foram acusados pelo Ministério Público Federal do DF em ação que investiga desvio de recursos e superfaturamento em contrato firmado pelas entidades para realização do evento Ano do Brasil na França. A ação ajuizada pelo MPF-DF determina que os acusados devolvam montante de R$ 234 mil aos cofres públicos. O montante foi considerado um excedente de pagamento, pois refere-se à “taxa de administração” cobrada pela FUB para fazer “subcontratações” de entidades responsáveis por organizar eventos comemorativos. As supostas irregularidades ocorreram em 2005, quando Lauro Morhy era reitor da Universidade de Brasília (UnB).

O MP resumiu o esquema a uma “simulação de prestação de serviços”. Para não tocar o trabalho, o Ministério da Cultura fechou com uma instituição de ensino e pesquisa — a FUB — contrato de R$ 44 milhões para a organização das comemorações. Como a FUB não tem estrutura operacional voltada para as atividades, cinco empresas privadas foram subcontratadas pela fundação, que cobrava 5% de “taxa de administração”. Do montante de R$ 44 milhões reservados, R$ 27,4 milhões foram efetivados como despesas.

Os funcionários acusados são Créa Antônia Almeida de Faria, ex-auditora da Universidade de Brasília (UnB); Elaine Rodrigues Santos, ex-diretora de Gestão Interna do Ministério da Cultura; Lauro Morhy, ex-reitor da UnB; Márcio Augusto Freitas de Meira, ex-secretário de Articulação Institucional do Ministério da Cultura; e Romilda Guimarães Macarini, ex-diretora do Centro de Seleção e Promoção de Eventos (Cespe). Os acusados, entre eles a FUB, podem ter que pagar multa de até 100 vezes o valor desviado, ter os direitos políticos cassados e ficar proibidos de contratar ou receber recursos públicos por cinco anos.

Prejuízo
Os documentos da transação entre Ministério da Cultura, FUB e as empresas privadas projetavam montante de taxa de administração próximo de R$ 1,3 milhão, mas o MPF-DF chegou à conclusão de que o prejuízo efetivo aos cofres públicos foi de R$ 234 mil. A investigação também mostra que as cinco empresas privadas subcontratadas pela FUB não forneceram serviços considerados “de natureza singular”, para que o processo de licitação fosse dispensado. Em vez de contratos de natureza artística, as firmas prestaram serviço de logística e suporte, trabalhos técnicos com ampla concorrência no mercado.

A ação questiona o Ministério da Cultura por repassar a responsabilidade da contratação à FUB e pontua que se a pasta fizesse a escolha das firmas prestadoras de serviço o contrato teria pelo menos cotação de preços. “As condutas acima relatadas revelam de forma inconteste, senão a vontade dirigida dos réus, no exercício da função pública, lesionarem o erário, ao menos a negligencia no desempenho das suas atribuições”, afirma o procurador Paulo José Rocha Júnior. A UnB explicou que a atual gestão da universidade não recebeu os documentos relacionados à ação e que, depois de analisar o processo, pode ficar do lado do MPF-DF na ação de restituição dos recursos. O Correio procurou o Ministério da Cultura, mas não obteve resposta.


Troca cultural
O Ano da França no Brasil foi comemorado em 2005, como forma de as duas nações relembrarem os laços econômicos e culturais. Eventos artísticos foram realizados para celebrar a proximidade política entre Brasil e França. Rio de Janeiro e Ouro Preto foram as cidades que concentraram as festas brasileiras em homenagem à cultura e memória francesa. Na França, Paris recebeu shows e exposições, entre outras apresentações.

Anônimo disse...

Vitoria, o nosso amigo Wilson, conseguiu na justiça o direito de retornar. MAIS UMA VITORIA>............

Anônimo disse...

Os chefes da Coordenação de Maceió, mantém os mesmos vicios. Os chefes incompetentes são mandados pra fazer curso e quando voltam não sabem o que viram nem transmitem nada. E ainda querem que os outros servidores sem função faça o trabalho. So trabalha se tiver função e quando tem função nao trabalha. O coordenador é um besta na mão deles

Anônimo disse...

Caro professor,
Depois dessa tumutuosa tempestade de avaliações, tive acesso há proventos de alguns colegas que foram prejudicados e sofreram injustiças por parte dos avaliadores. Estou de antenas ligadas e escutei os lamentos de colegas de outros Estados. Sou da Amazônia e antes de vir p/Bsb, trabalhei em outras regiões do norte e posso afirmar que Macapá e Manaus, os líderes são justos, mas Marabá, Imperatriz e principalmente Belém,não houve respeito nem justiça para com os frofissionais.Em Altamira, os servidores foram avaliados pessimamente, com excessão aos que puxam o saco ebebem vinho junto com o chefe. Lá existe uma moça do novo concurso que entrou em março, tirou licença médica de um mês, ficando na funai apenas 02 meses, até a avaliação, e foi avaliada com 18 pontos. O antigo Coordenador de Belém que hj é chefe da CTL de lá, foi avaliado pelo chefe de Altamira com 20 pontos. Gente, ele não teve gestão durante os 5 anos que ficou lá, não sabe trabalhar em equipe e é um péssimo profissiona, só sabe puxar o saco dos cacíques, é só o que ele faz. Conhecimento ele tem, mas não sabe se relacionar com ninguém, faz confusão, fica de mal, ele merece 15 pontos pelo conhecimento apenas, e mesmo assim, ganhou 20 PONTOS e avaliou injustamente os servidores de Belém. Lá tem servidor que merecia 20 pontos e ele não deu.Esse chefe de altamira não sabe nada, nem avaliar ninguém, como ele dá 16 pontos pra servidores que estão há anos na casa e 18 pra quem chegou há 02 meses apenas??? Gente eu quero justiça e que esse cara de altamira reflita e seja sensato, parando de proteger quem não merece e seja justo com todos. Cara de Altamira, te orienta e faz o que é certo pra que todos te admirem e acredite em vc.

Anônimo disse...

Esse Blog não pode ficar assim sem novidades, parece que todo mundo esqueceu das causas indígenas.

Anônimo disse...

Professor,

Mércio vamos colocar os assuntos em dia, estamos aguardando novidades boas.

Anônimo disse...

Caro Professor,

O que a final de contas está acontecendo com o vosso blog, os assuntos tem que continuar, só assim saberemos o que realmente está acontecendo sobre os nossos indígenas, sei que a FUNAI atualmente não tem condições suficientes para resolver urgentimente a situação de abandono em que os nossos indígenas estão hoje. Os nossos indígenas estão jogados a sorte, é o fim dos tempos.

 
Share